Dourados – MS sexta, 03 de julho de 2020
Dourados
20º max
min
Saúde

Nova caderneta da gestante orienta contra Aedes

02 Mar 2016 - 09h14
Caderneta favorece a quantificação da atenção pré-natal. - Crédito: Foto: DivulgaçãoCaderneta favorece a quantificação da atenção pré-natal. - Crédito: Foto: Divulgação
O Ministério da Saúde acaba de lançar a nova Caderneta da Gestante, instrumento de acompanhamento do pré-natal dirigido aos profissionais de saúde e mulheres gestantes que usam os serviços do Sistema Único de Saúde (SUS). O documento inclui um cartão de acompanhamento do pré-natal para registrar as consultas clínicas e odontológicas, os resultados dos exames e vacinas, entre outras informações. Nesta edição, a caderneta traz, entre outras novidades, informações sobre prevenção e proteção contra o mosquito Aedes aegypti, que transmite a dengue, o chikungunya e o vírus Zika.


O documento contempla as diretrizes de boas práticas na assistência ao pré-natal, parto e nascimento e as propostas da Estratégia Rede Cegonha, devidamente alinhadas à Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher. Trata-se de um instrumento interativo, que contém espaços para a gestante e seu/sua parceiro/a fazerem anotações e registrarem impressões sobre o momento que estão vivendo, além de ajudar a esclarecer as dúvidas mais frequentes.


Na nova caderneta, os profissionais de saúde poderão registrar todos os dados das consultas e informações clínicas da gestante, e será disponibilizada em todos os serviços de saúde que realizam pré-natal pelo SUS no Brasil. Para as gestantes e seus familiares, trata-se de um documento muito útil, uma vez que traz orientações sobre como será o acompanhamento pré-natal, informações importantes sobre os cuidados na gestação, sinais de trabalho de parto, fisiologia do parto humanizado e cuidados com o puerpério (período de 42 dias após o parto) e amamentação.


A caderneta favorece a qualificação da atenção pré-natal à medida que os procedimentos e condutas clínicas são realizados e avaliados, sistemática e periodicamente, em todas as consultas, junto com possíveis diagnósticos, que são devidamente registrados no documento. Isso permite um fluxo melhor de informações entre os profissionais, serviços de saúde e um cuidado mais adequado à paciente. Estão sendo investidos R$ 3,7 milhões para a impressão de 3.192.737 cadernetas e fichas perinatais, instrumento de registo do pré-natal que será anexado ao prontuário da gestante e servirá como espelho da caderneta.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Com taxas de isolamento estagnadas, MS já contabiliza mais de 100 vidas perdidas para a Covid
Isolamento Social

Com taxas de isolamento estagnadas, MS já contabiliza mais de 100 vidas perdidas para a Covid

há 4 minutos atrás
Com taxas de isolamento estagnadas, MS já contabiliza mais de 100 vidas perdidas para a Covid
Mulher morre de covid-19 após dar à luz em Dourados
Covid-19

Mulher morre de covid-19 após dar à luz em Dourados

03/07/2020 16:42
Mulher morre de covid-19 após dar à luz em Dourados
Prefeitura confirma 4 mortes em 24 horas e vítimas do coronavírus chegam a 31
Dourados

Prefeitura confirma 4 mortes em 24 horas e vítimas do coronavírus chegam a 31

03/07/2020 16:22
Prefeitura confirma 4 mortes em 24 horas e vítimas do coronavírus chegam a 31
Médicos de Dourados tem salário reduzido durante a pandemia
SAÚDE

Médicos de Dourados tem salário reduzido durante a pandemia

03/07/2020 09:38
Médicos de Dourados tem salário reduzido durante a pandemia
MS teve 14 óbitos ontem, superando as 100 vítimas fatais da Covid-19
PANDEMIA

MS teve 14 óbitos ontem, superando as 100 vítimas fatais da Covid-19

03/07/2020 08:30
MS teve 14 óbitos ontem, superando as 100 vítimas fatais da Covid-19
Últimas Notícias