Dourados – MS quarta, 27 de janeiro de 2021
Dourados
31º max
22º min
Influx
FALTA POUCO!

Ministério da Saúde confirma que Estado receberá vacina contra a Covid-19

10 Jan 2021 - 09h40Por Guilherme Pires
Ministério da Saúde confirma que Estado receberá vacina contra a Covid-19 -

Nota do Ministério da Saúde divulgada ontem (9), afirma que Mato Grosso do Sul receberá doses da vacina contra a Covid-19, assim como os demais estados do Brasil. Isso deverá ocorrer quando o uso emergencial for aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Até o momento, duas fabricantes fizeram a solicitação à Anvisa: o Butantan e a Fiocruz, isso para a utilização da Coronavac e a de Oxford, respectivamente. 

No entanto, o Ministério da Saúde assinou o contrato apenas com o Butantan, para a aquisição de 46 milhões de doses da vacina fabricada pelo instituto, mas outros imunizantes em negociação, e que tenham aval da Anvisa, serão incorporados e distribuídos à população.

Em reunião na sexta-feira (8), representantes do Ministério da Saúde e do Instituto Butantan afirmaram que todas as vacinas produzidas pelo laboratório paulista serão adquiridas pelo Governo Federal e incorporadas ao Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19.  

Desta forma, todos os estados recebem doses simultaneamente para dar início à imunização, em logística integrada entre o ministério e as secretarias de saúde estaduais e municipais.

Aqui no Estado, o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, já afirmou que uma força-tarefa foi montada para encaminhar as doses aos 79 municípios de MS em tempo recorde de até 48 horas.

O secretário também disse que Mato Grosso do Sul possui agulhas e seringas suficientes iniciar a vacinação, além de processo de compra de mais equipamentos para toda a campanha, que deve durar meses.

“Serão quase 600 postos de imunização nos 79 municípios”, afirmou Resende, segundo publicado pelo jornal Correio do Estado.

Ainda de acordo com a reportagem, a quantidade de doses que cada estado receberá não foi divulgada, porém a distribuição será proporcional à população de cada unidade da federação.

A previsão é que a campanha comece assim que os imunizantes receberem autorização da Anvisa - para uso emergencial ou o registro definitivo.  

Logística e o calendário da campanha de vacinação ainda não foram divulgados, portanto, não há uma data definida para o início da vacinação, mas expectativa é que aconteça em janeiro.

O resultado das solicitações para uso emergencial deve ter resultado divulgado no prazo máximo de dez dias.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS estuda cancelar ponto facultativo de Carnaval para tentar conter avanço da Covid
Saúde

MS estuda cancelar ponto facultativo de Carnaval para tentar conter avanço da Covid

27/01/2021 07:19
MS estuda cancelar ponto facultativo de Carnaval para tentar conter avanço da Covid
Mato Grosso do Sul lidera ranking de distribuição de vacinas contra Covid-19
Saúde

Mato Grosso do Sul lidera ranking de distribuição de vacinas contra Covid-19

26/01/2021 16:37
Mato Grosso do Sul lidera ranking de distribuição de vacinas contra Covid-19
Janeiro registra mais de 460 óbitos por coronavírus e já é o 3º pior mês da pandemia
Saúde

Janeiro registra mais de 460 óbitos por coronavírus e já é o 3º pior mês da pandemia

26/01/2021 14:03
Janeiro registra mais de 460 óbitos por coronavírus e já é o 3º pior mês da pandemia
Dourados atinge 215 mortes pelo coronavírus
pandemia

Dourados atinge 215 mortes pelo coronavírus

26/01/2021 13:05
Dourados atinge 215 mortes pelo coronavírus
Máscaras e isolamento continuam essenciais, dizem especialistas
Saúde

Máscaras e isolamento continuam essenciais, dizem especialistas

26/01/2021 08:25
Máscaras e isolamento continuam essenciais, dizem especialistas
Últimas Notícias