Dourados – MS segunda, 24 de junho de 2024
24º
Meu Detran
DOURADOS

Justiça desobriga Prefeitura a oferecer raio-x a 3 mil pacientes

11 Abr 2020 - 08h09Por O PROGRESSO
Divulgação - Divulgação -

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul suspendeu através de decisão monocrática, a obrigação da Prefeitura de Dourados em fornecer exames de diagnóstico por imagem captadas por raio-x. A decisão foi assinada pelo desembargador Paschoal Carmello Leandro, presidente do TJMS. 

A suspensão beneficia o Governo do Estado e a administração de Dourados com respaldo nos protocolos de priorização do investimento em serviço público de saúde para o combate à pandemia do novo coronavírus. 

No dia 25 de março deste ano, a 6ª Vara Cível de Dourados acatou ação civil pública impetrada pelo Ministério Público Estadual, através da 10ª Promotoria de Justiça, obrigando a administração a suprir a fila de espera para os exames que já acumula 3 mil pacientes. 

“Promovam, no prazo de 10 dias corridos, o restabelecimento integral dos serviços de Raio-X nos atendimentos públicos de saúde de Dourados, pelo SUS, em oferta compatível com a demanda atual da macrorregião, bem como com suporte para potencialização dessa demanda em caso de epidemia do COVID-19 na macrorregião de Dourados, seja por meio de aquisição de equipamentos Raio-X, seja pela ampliação da parceria com os hospitais públicos ou particulares de Dourados”, afirmava a determinação do titular, José Domingues Filho. 

Ele ainda acrescentou que a Secretaria Municipal de Saúde deveria “fornecer o exame de Raio-X para todos os pacientes já inseridos na fila do SISREG [sistema de regulação da saúde] na macrorregião de Dourados até esta data, na rede pública ou particular, no prazo de 60 dias, considerando a urgência  ou eletividade de cada caso”. 

Além da ordem para a assistência médica através do uso do raio-x, também era exigida concessão de exames de Colangiopancreatografia Retrógrada Endoscópica CPRE e Videolaringoscopia.

No entanto, o Governo do Estado conseguiu reverter a decisão em petição no TJ considerando "que não se coadunam com as normas e medidas sanitárias e administrativas expedidas para prevenção, controle e contenção de riscos, danos e agravos decorrentes do surto do COVID-19, provocando gravíssima lesão à ordem, saúde e economia pública."

Ainda na defesa da suspensão da obrigação, o Estado argumenta que a obrigação de fornecimento dos exames acarreta um previsível dano à ordem pública uma vez que acaba “acarretando um patente direcionamento das verbas públicas, recursos humanos, materiais e tecnológicos, atualmente canalizados para a prevenção e combate ao coronavírus”. 

Por fim, a defesa ainda sustentou que a execução de decisões como a de Domingues Filho colocam em risco de colapso a saúde pública de Dourados. 

“Com efeito, neste momento, decisões isoladas, atendendo pretensões desprovidas de urgência, têm o potencial de causar desorganização administrativa, obstaculizando o atendimento prioritário dos pacientes graves  que se socorrem dos hospitais públicos, especialmente os casos decorrentes do covid-19”, finaliza a argumentação do Estado. 

Tais apontamentos motivaram então o acatamento do pedido de suspensão da segurança, visando a “potencialidade de grave lesão à ordem, à saúde e economia públicas do Município do Estado”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Acessibilidade, diagnóstico do câncer e protocolos para pessoas com TEA são propostos
ALEMS

Acessibilidade, diagnóstico do câncer e protocolos para pessoas com TEA são propostos

24/06/2024 19:30
Acessibilidade, diagnóstico do câncer e protocolos para pessoas com TEA são propostos
Ministério da Saúde habilita Humap-UFMS para atendimento especializado no processo transexualizador
Saúde

Ministério da Saúde habilita Humap-UFMS para atendimento especializado no processo transexualizador

24/06/2024 17:30
Ministério da Saúde habilita Humap-UFMS para atendimento especializado no processo transexualizador
Quanto tempo dura a lente de contato dental? Dentista tira as principais dúvidas
Saúde

Quanto tempo dura a lente de contato dental? Dentista tira as principais dúvidas

24/06/2024 15:30
Quanto tempo dura a lente de contato dental? Dentista tira as principais dúvidas
Ortopedistas alertam para risco de queda de idosos; saiba como evitar
Saúde

Ortopedistas alertam para risco de queda de idosos; saiba como evitar

24/06/2024 11:30
Ortopedistas alertam para risco de queda de idosos; saiba como evitar
MS registra 317 mortes por doenças respiratórias
Saúde

MS registra 317 mortes por doenças respiratórias

24/06/2024 10:00
MS registra 317 mortes por doenças respiratórias
Últimas Notícias