Dourados – MS sábado, 08 de maio de 2021
Dourados
26º max
12º min
Saúde

Farmacêuticos incentivam denúncias

08 Fev 2011 - 18h35
Representantes da Associação José Humberto Teixeira, Irene Junqueira, Natalia  Potrich e Racib Panag - Crédito: Foto: Hédio Fazan/PROGRESSORepresentantes da Associação José Humberto Teixeira, Irene Junqueira, Natalia Potrich e Racib Panag - Crédito: Foto: Hédio Fazan/PROGRESSO
DOURADOS – Profissionais que fazem parte da Associação de Farmácia de Dourados alertam a população quanto a venda ilegal de medicamentos no município, pedem que denunciem os maus profissionais e qualquer situação anormal.

Entre as principais irregularidades cometidas em Dourados está a venda ilegal de antibióticos, já que hoje o comércio desse tipo de medicamento só é permitido mediante a receita médica. Outro problema são os medicamentos falsificados, comprados no Paraguai, sem qualquer tipo de fiscalização sanitária, tornado-se fortes agentes de risco a saúde pública. “Como a pessoa pode saber se realmente são verdadeiros, se vão fazer efeitos se não existe uma comprovação da origem?”, ressaltou o presidente da Associação dos Farmacêuticos de Dourados, Racib Panage Harb.

Ele lembra que os maus profissionais de farmácias conseguem burlar as leis, colocando em risco a saúde da população. “Com a proximidade do Paraguai é mais fácil trazer medicamentos de forma ilegal, inclusive os de tarja preta e anabolizantes, vendidos abertamente em alguns estabelecimentos e inclusive em camelôs”, denúncia.

Por essa razão, os representantes da Associação de Farmacêuticos dizem que apoiam totalmente a ação da Agência Nacional da Vigilância Sanitária (Anvisa), que desencadeou uma operação na semana passada em Dourados, com o apoio da Polícia Federal, vigilâncias sanitárias estadual e municipal, com respaldo do Conselho Regional de Farmácia (CRF). Os profissionais já solicitaram outras ações ostensivas.


Para a farmacêutica especialista em Indústria, Irene Junqueira, alguns profissionais ou donos de estabelecimentos podem ter se sentido prejudicados pela forma, considerada por alguns, como “truculenta”, mas é a forma que a polícia tem para fazer as fiscalizações, diz. “Em Dourados a situação estava tão insustentável com relação as irregularidades, que essa ação foi um “mal necessário”.

Os profissionais lembram que os fiscais da Anvisa não vieram em Dourados aleatoriamente. A Agência enviou os fiscais para o município justamente por causa do excesso de abusos praticados e ilegalidades, que são alvos de diversas denúncias por parte dos profissionais e entidades profissionais.
Em Dourados, dos 98 estabelecimentos farmacêuticos, 53 (que correspondem a 49%) estão regulares. Alguns, além de não terem registro na Anvisa, alvará de funcionamento, registro no CRF e ausência de um farmacêutico, ainda foram flagradas vendendo anabolizantes, remédios falsificados e mantendo caixa ‘dois’ para venda de medicamentos controlados.

Racib lembra que Vigilância Sanitária municipal fiscaliza os estabelecimentos irregulares e faz autuações, mas muitas vezes, alguns empresários buscam “respaldos políticos”, o que acaba inviabilizando o processo de regularização. “É uma luta que estamos travando há muitos anos em Dourados, mas tem melhorado muito”, destacou o presidente da Associação dos Farmacêuticos de Dourados. Panag Harb disse que os fiscais da Anvisa podem voltar a Dourados a qualquer momento, já que houve um respaldo favorável da população. No entanto, prosseguem as fiscalizações da Vigilância Sanitária. Denúncias podem ser feitas pelo telefone (67) 3424-0709.


Deixe seu Comentário

Leia Também

Obras do Governo do Estado passam de R$ 1 bilhão em Dourados
Investimentos

Obras do Governo do Estado passam de R$ 1 bilhão em Dourados

07/05/2021 17:42
Obras do Governo do Estado passam de R$ 1 bilhão em Dourados
MS recebe neste sábado novo lote de vacinas da Coronavac para aplicação da segunda dose
CoronaVac

MS recebe neste sábado novo lote de vacinas da Coronavac para aplicação da segunda dose

07/05/2021 16:30
MS recebe neste sábado novo lote de vacinas da Coronavac para aplicação da segunda dose
Com falta de médicos, saúde em Dourados pode entrar em colapso em poucos dias, afirma vereadora Liandra
Dourados

Com falta de médicos, saúde em Dourados pode entrar em colapso em poucos dias, afirma vereadora Liandra

06/05/2021 17:26
Com falta de médicos, saúde em Dourados pode entrar em colapso em poucos dias, afirma vereadora Liandra
Mais 55,5 mil doses da Astrazeneca chegam a MS
Vacinação

Mais 55,5 mil doses da Astrazeneca chegam a MS

06/05/2021 15:47
Mais 55,5 mil doses da Astrazeneca chegam a MS
Saúde

Vacina para grupos prioritários é ampliada em Dourados

06/05/2021 13:00
Últimas Notícias