Dourados – MS terça, 24 de novembro de 2020
Dourados
35º max
21º min
Imaculada-Desk
Imaculada-Mobile
Saúde

Em 2021, Dourados terá novo complexo hospitalar

Além da unidade hospitalar (Hospital Regional da Grande Dourados), com a construção anexa do Centro de Diagnóstico e da Clínica de Especialidades Médicas, os investimentos deverão ultrapassar R$ 50 mi

23 Out 2020 - 13h48Por da Redação
Em 2021, Dourados terá novo complexo hospitalar - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

Dourados e região deverão ganhar, até o final do próximo ano, um complexo hospitalar de para atendimento em alta e média complexidade, composto ainda de uma clínica de especialidades e um centro de diagnóstico, com atendimento 100% gratuito, pelo Sistema Único de Saúde – SUS para a população de 34 municípios da Grande Dourados.
Esse é o sonho do secretário estadual de Saúde Geraldo Resende, que, em articulação com o governo do Estado e membros das bancadas estadual e federal, vem trabalhando para torná-lo realidade: o Hospital Regional da Grande Dourados, que vai disponibilizar 100 leitos hospitalares na primeira etapa e segunda etapas, e mais 110 na terceira.
As obras da primeira e segunda etapa já estão em construção às margens da Rodovia BR-463, na saída de Dourados para Ponta Porã, com 20% dos trabalhos executados e previsão de entrega para novembro de 2021.

No entanto, o secretário propõe o início, o mais rápido possível, das obras do Centro de Diagnóstico e da Clínica de Especialidades, para que possam entrar em operação junto com o novo hospital. Os recursos para essas estruturas foram viabilizados por ele, no mandato de deputado federal. Para o Centro, garantiu R$ 3,39 milhões no Orçamento Geral da União/2015; para a Clínica, R$ 3,5 milhões no orçamento de 2016, totalizando R$ 6,9 milhões.

O Hospital

O Hospital Regional de da Grande Dourados terá 210 leitos distribuídos em diversas especialidades médicas, com enfermaria masculina e feminina, isolamentos, UTI’s adulto, Neonatal e pediátrica, leitos de observação adulto, centro cirúrgico e obstétrico, farmácia, unidade de nutrição, anexo de serviços, pronto atendimento e observação de isolamento, recuperação e pós-anestésica, além de seis salas cirúrgicas, totalizando 10.706 metros quadrados de construção.

O hospital demandará um investimento de mais de R$ 40 milhões quando concluídas as três etapas da edificação, com recursos federais e estaduais. Na primeira e segunda etapas o investimento previsto é de R$ 30,7 milhões, dos quais R$ 14,8 milhões foram viabilizados por Geraldo Resende e R$ 4,4 milhões articulados pelo ex-deputado federal Marçal Filho. Com a incorporação do centro de diagnóstico e da clínica, o custo do complexo vai ultrapassar R$ 50 milhões.

Na primeira fase, a capacidade será de 51 leitos de enfermaria (dos quais, 21 não censáveis), 10 leitos de UTI Adulto, 10 de UTI Pediátrica e seis na sala cirúrgica. Na segunda, estão previstos 29 leitos de enfermaria.

Terceira etapa

A terceira etapa do investimento demandará de mais de R$ 10,3 milhões, parte dos quais oriundos de emendas do então senador Waldemir Moka (R$ 7,6 milhões) e do deputado federal Dagoberto Nogueira (R$ 3,3 milhões), além de contrapartida do governo do Estado de R$ 374.016,00. Para esta fase, cuja abertura de licitação para a elaboração dos projetos foi aberta pela Agesul no início do mês, a previsão é de 90 leitos de enfermaria e 20 de UTI Adulto.

Centro de Diagnóstico

O Centro de Diagnóstico será um amplo serviço que terá equipamentos de última geração para realização de modernos exames como tomografia computadorizada, ressonância nuclear magnética, ultrassonografia com dopplervelocimetria, endoscopia e colonoscopia, raios-x digital, eletroencefalograma, eletrocardiograma, densitometria óssea, laboratório de análises clínicas, teste ergométrico, holter 24 horas e eletroneuromiograma, entre outros.

Clínica de Especialidades

A unidade disponibilizará tratamentos nas áreas de angiologia, cardiologia, dermatologia, endocrinologia, gastroenterologia, oftalmologia, otorrinolaringologia, ortopedia, nefrologia, neurologia, proctologia, geriatria, reumatologia e urologia, nutrição, fonoaudiologia e psicologia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS registra 11 óbitos por Coronavírus em apenas 24 horas
Covid-19

MS registra 11 óbitos por Coronavírus em apenas 24 horas

há 6 minutos atrás
MS registra 11 óbitos por Coronavírus em apenas 24 horas
Ministério da Saúde lança campanha de combate ao mosquito Aedes aegypti
Dengue

Ministério da Saúde lança campanha de combate ao mosquito Aedes aegypti

há 44 minutos atrás
Ministério da Saúde lança campanha de combate ao mosquito Aedes aegypti
Adultos entre 30 a 39 anos lideram casos de Covid-19 no Estado
Saúde

Adultos entre 30 a 39 anos lideram casos de Covid-19 no Estado

há 1 hora atrás
Adultos entre 30 a 39 anos lideram casos de Covid-19 no Estado
Dourados se aproxima de 9 mil recuperados da Covid-19
Saúde

Dourados se aproxima de 9 mil recuperados da Covid-19

24/11/2020 13:09
Dourados se aproxima de 9 mil recuperados da Covid-19
Brasil registra 5.445.095 milhões de pessoas recuperadas
Covid-19

Brasil registra 5.445.095 milhões de pessoas recuperadas

24/11/2020 09:27
Brasil registra 5.445.095 milhões de pessoas recuperadas
Últimas Notícias