Dourados – MS segunda, 18 de outubro de 2021
Dourados
26º max
16º min
Saúde

Dourados recebe 1º lote de medicamentos

05 Jan 2011 - 18h43
Racib e Sérgio Henrique avaliam remessa de medicamentos, na Central 
 - Crédito: Foto: A. FrotaRacib e Sérgio Henrique avaliam remessa de medicamentos, na Central - Crédito: Foto: A. Frota
DOURADOS - O município de Dourados recebeu, na manhã de ontem, a primeira remessa de medicamentos comprados em regime de urgência, no fim do ano, por determinação da prefeita Délia Razuk. A aquisição foi feita através de dispensa de licitação para agilizar o processo de compra, já que grande parte dos remédios fornecidos pela prefeitura estava em falta.
A primeira carga de medicamentos foi recebida pelo chefe da Central de Abastecimento Farmacêutico (CAF), Racib Panage Harb. O procurador-geral do município, Sérgio Henrique Pereira Martins de Araújo, foi ao local a pedido da prefeita para acompanhar a entrega.

De acordo com Racib Harb, foram entregues ontem pelo menos 10 milhões de unidades de medicamentos, distribuídas em duas mil caixas. São remédios destinados principalmente à saúde mental, medicamentos para hipertensão e para diabetes.

Na próxima semana a CAF começa a distribuir os remédios às unidades de saúde do município. “Vamos fazer um levanta-mento em todas as unidades de saúde para saber quais remédios estão faltando, montar as cestas e começar a distribuição na segunda-feira”, explicou.

Racib Harb elogiou a decisão da prefeita de determinar a compra emergencial. Em novembro foram liberados em torno de R$ 400 mil para a compra dos remédios.

. Segundo ele, a falta de medicamentos foi um problema que se arrastou durante todo o ano passado por falta de aquisições em grande quantidade. “Sempre era feito um aditivo no contrato, mas as compras nunca conseguiam suprir as necessidades”, afirmou.

A prefeita Délia Razuk disse que essa compra emergencial vai permitir um melhor atendimento às pessoas que precisam dos remédios distribuídos pela prefeitura.

“Esse foi o primeiro passo que nossa administração deu para suprir a falta de medicamentos. Já estamos providenciando uma licitação que será feita por meio do pregão eletrônico nacional do Banco do Brasil”, declarou ela.
Segundo a prefeita, a compra através de pregão eletrônico vai permitir maior transparência e qualidade nas aquisições dos medicamentos. Através dessa licitação, a prefeitura vai planejar todas as compras necessárias para suprir o estoque de remédios durante o ano de 2011.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dia do Médico: Profissionais contam que a pandemia impactou relação com paciente
Dia do Médico

Dia do Médico: Profissionais contam que a pandemia impactou relação com paciente

18/10/2021 16:00
Dia do Médico: Profissionais contam que a pandemia impactou relação com paciente
Entenda como os seis sabores da Ayurveda podem trazer equilíbrio ao corpo
Saúde

Entenda como os seis sabores da Ayurveda podem trazer equilíbrio ao corpo

17/10/2021 13:00
Entenda como os seis sabores da Ayurveda podem trazer equilíbrio ao corpo
Em MS, 69% da população está com excesso de peso e 36% com obesidade
Saúde

Em MS, 69% da população está com excesso de peso e 36% com obesidade

16/10/2021 08:00
Em MS, 69% da população está com excesso de peso e 36% com obesidade
Vírus Nipah pode causar próxima pandemia, diz pesquisadora de Oxford
Saúde

Vírus Nipah pode causar próxima pandemia, diz pesquisadora de Oxford

13/10/2021 15:00
Vírus Nipah pode causar próxima pandemia, diz pesquisadora de Oxford
MS comemora o feriado sem registrar mortes por Covid-19 em 48h
Covid

MS comemora o feriado sem registrar mortes por Covid-19 em 48h

13/10/2021 13:30
MS comemora o feriado sem registrar mortes por Covid-19 em 48h
Últimas Notícias