Dourados – MS domingo, 05 de abril de 2020
Dourados
33º max
20º min
Saúde

Dourados recebe 1º lote de medicamentos

05 Jan 2011 - 18h43
Racib e Sérgio Henrique avaliam remessa de medicamentos, na Central 
 - Crédito: Foto: A. FrotaRacib e Sérgio Henrique avaliam remessa de medicamentos, na Central - Crédito: Foto: A. Frota
DOURADOS - O município de Dourados recebeu, na manhã de ontem, a primeira remessa de medicamentos comprados em regime de urgência, no fim do ano, por determinação da prefeita Délia Razuk. A aquisição foi feita através de dispensa de licitação para agilizar o processo de compra, já que grande parte dos remédios fornecidos pela prefeitura estava em falta.
A primeira carga de medicamentos foi recebida pelo chefe da Central de Abastecimento Farmacêutico (CAF), Racib Panage Harb. O procurador-geral do município, Sérgio Henrique Pereira Martins de Araújo, foi ao local a pedido da prefeita para acompanhar a entrega.

De acordo com Racib Harb, foram entregues ontem pelo menos 10 milhões de unidades de medicamentos, distribuídas em duas mil caixas. São remédios destinados principalmente à saúde mental, medicamentos para hipertensão e para diabetes.

Na próxima semana a CAF começa a distribuir os remédios às unidades de saúde do município. “Vamos fazer um levanta-mento em todas as unidades de saúde para saber quais remédios estão faltando, montar as cestas e começar a distribuição na segunda-feira”, explicou.

Racib Harb elogiou a decisão da prefeita de determinar a compra emergencial. Em novembro foram liberados em torno de R$ 400 mil para a compra dos remédios.

. Segundo ele, a falta de medicamentos foi um problema que se arrastou durante todo o ano passado por falta de aquisições em grande quantidade. “Sempre era feito um aditivo no contrato, mas as compras nunca conseguiam suprir as necessidades”, afirmou.

A prefeita Délia Razuk disse que essa compra emergencial vai permitir um melhor atendimento às pessoas que precisam dos remédios distribuídos pela prefeitura.

“Esse foi o primeiro passo que nossa administração deu para suprir a falta de medicamentos. Já estamos providenciando uma licitação que será feita por meio do pregão eletrônico nacional do Banco do Brasil”, declarou ela.
Segundo a prefeita, a compra através de pregão eletrônico vai permitir maior transparência e qualidade nas aquisições dos medicamentos. Através dessa licitação, a prefeitura vai planejar todas as compras necessárias para suprir o estoque de remédios durante o ano de 2011.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Teletrabalho

PGDI define atividades diárias que servidores devem realizar durante teletrabalho

04/04/2020 11:35
GM e PM fazem operação pra garantir toque de recolher
Covid-19

GM e PM fazem operação pra garantir toque de recolher

04/04/2020 10:58
GM e PM fazem operação pra garantir toque de recolher
Toffoli defende saída “diagonal” para isolamento por novo coronavírus
Brasil

Toffoli defende saída “diagonal” para isolamento por novo coronavírus

04/04/2020 06:49
Toffoli defende saída “diagonal” para isolamento por novo coronavírus
Fiocruz indica desaceleração em casos de síndrome respiratória aguda
Saúde

Fiocruz indica desaceleração em casos de síndrome respiratória aguda

03/04/2020 18:52
Fiocruz indica desaceleração em casos de síndrome respiratória aguda
Eleições

Senadores pedem adiamento das eleições municipais

03/04/2020 18:20
Últimas Notícias