Dourados – MS terça, 25 de fevereiro de 2020
Dourados
33º max
23º min
Alerta

Dezembro e janeiro são meses que contribuem para aumento do suicídio

De acordo com o Grupo Amor, Vida de Campo Grande, neste período aumenta em 30% a procura por apoio emocional

18 Jan 2020 - 08h30Por Marli Lange
GAV revela que no período de dezembro e janeiro cresce pelo menos em 30% a procura - Crédito: DivulgaçãoGAV revela que no período de dezembro e janeiro cresce pelo menos em 30% a procura - Crédito: Divulgação

O clima de Natal e de fim de ano, que se estende para mês de janeiro, para muitos, um dos melhores do ano, pode ser bastante frustrante para outros, que estão sozinhos, longe da família, onde cresce o sentimento de solidão e de tristeza. Outros que não conseguiram alcançar todas as metas ou realizar os sonhos, sentem-se cobrados pelo tempo, pelos familiares e amigos, por si mesmos, o que pode resultar numa “bomba relógio” de emoções contraditórias.

O GAV (Grupo Amor Vida), com sede em Campo Grande, antigo CVV (Centro de Valorização da Vida), revela que no período de dezembro e janeiro cresce pelo menos em 30% a procura de pessoas que buscam apoio emocional.  Para muitos,  a época de festas de fim de ano são uma lembrança do que um dia já foi, ou que ainda não veio. Isto é especialmente verdade para as pessoas que tenham sofrido uma perda significativa, como a morte de alguém querido ou pelo fato de estar longe de alguém, seja da família ou outras pessoas. “Um exemplo são os estudantes longe da família nas festas de fim de ano. Em outros casos,  janeiro é frustrante, pois a visita que veio para as festas de final de ano vai embora e a pessoa é obrigada a voltar a rotina, muitos sem perspectiva, o que afeta muito o emocional”, explica Roberto Sinai, que é voluntário do GAV.

Atentado contra a própria vida

O atentado contra a própria vida é tratado pela OMS (Organização Mundial de Saúde) como uma questão de saúde pública: no mundo, estima-se que uma pessoa tira a própria vida a cada 40 segundos; tempo que chega a 40 minutos no Brasil. O GAV presta apoio emocional por meio de telefone e presencialmente, em Campo Grande. De acordo com Roberto Sinai, o trabalho é sigiloso, anônimo, justamente para deixar a pessoa mais tranquila para falar de seu sofrimento. As que desejam atendimento pessoalmente podem ligar no GAV e marcar um horário, existem pessoas treinadas para fazer esse tipo de voluntariado.

O motivo para o suicídio são os mais variados; as vezes até as coisas mais banais. “Às vezes é um ambiente familiar desestruturado, a miséria, o desemprego, uso de álcool, drogas, ou quando existe a falta de presença do pai e da mãe em casa. Percebemos que, hoje, a tecnologia, que seria servir para algo muito bom, principalmente o celular, tem tirado a presença afetiva dos pais junto às crianças. Por outro lado, são os jovens (até crianças) absorvidos na solidão do celular, da rede social, tirando a atenção para as coisas mais importantes da vida; para uma caminhada ao ar livre, uma atividade esportiva, um lazer saudável com a família e amigos. O pior, é que não se dão conta disso, quando muito, tarde demais”, alerta Sinai.

Precisa se falar em suicídio

Ele acrescenta que a maior parte dos casos de suicídio são relacionados a pessoas com quadros depressivos ou doença mental. “Precisamos falar de suicídio todos os dias para dar oportunidade às pessoas de compartilharem sua dor, tirar o tabu de que falando disso teremos aumento nos casos”, ressalta.

Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (67) 3383-4112, (67) 99266-6560 e (67) 99644-4141 –nenhum dos números têm identificador de chamadas a fim de manter o anonimato dos atendimentos–, das 7h às 23h, pelo site http://www.grupoamorvida.ong e pela página do Facebook (https://www.facebook.com/grupoamorvida).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Coronavírus: Circuito mundial de natação paralímpica é cancelado na Itália
Esportes

Coronavírus: Circuito mundial de natação paralímpica é cancelado na Itália

24/02/2020 16:15
Coronavírus: Circuito mundial de natação paralímpica é cancelado na Itália
Defesa tem expectativa frustrada e Vidigal continua preso por decisão do STJ
JUSTIÇA

Defesa tem expectativa frustrada e Vidigal continua preso por decisão do STJ

20/02/2020 14:42
Defesa tem expectativa frustrada e Vidigal continua preso por decisão do STJ
Acordo de Cooperação Técnica entre Ministério Público, Imasul e ONG visa conservar águas de Bonito
Meio ambiente

Acordo de Cooperação Técnica entre Ministério Público, Imasul e ONG visa conservar águas de Bonito

20/02/2020 12:30
Acordo de Cooperação Técnica entre Ministério Público, Imasul e ONG visa conservar águas de Bonito
Novo Coronavírus: Brasil apresenta ações para enfrentamento da doença
Saúde

Novo Coronavírus: Brasil apresenta ações para enfrentamento da doença

20/02/2020 12:00
Novo Coronavírus: Brasil apresenta ações para enfrentamento da doença
Com apoio da ONU no Brasil, Gâmbia entra em nova fase do programa de alimentação escolar
Sociedade

Com apoio da ONU no Brasil, Gâmbia entra em nova fase do programa de alimentação escolar

20/02/2020 11:30
Com apoio da ONU no Brasil, Gâmbia entra em nova fase do programa de alimentação escolar
Últimas Notícias