Dourados – MS segunda, 26 de outubro de 2020
Dourados
28º max
20º min
Influx
Medicina alternativa

Depressão pode ser detectada pela íris dos olhos

Técnica milenar revela doenças e ajuda a curar traumas sofridos durante a vida do paciente

20 Jan 2020 - 11h25Por Valéria Araújo
O psicólogo e iridólogo José Antônio Pacheco - Crédito: RedaçãoO psicólogo e iridólogo José Antônio Pacheco - Crédito: Redação

Assim como a impressão digital exclusiva, o olhar revela informações únicas sobre cada pessoa. A forma, cor, traço e mancha, entre outras características da íris revelam comportamento e até estado de saúde do paciente. A Iridologia – diagnóstico a partir da área colorida do olho – se propõe a fazer mais do que uma leitura única do indivíduo. A técnica revela sobre saúde, carga genética e até aspectos psicológicos e comportamentais. Por conseguir detectar doenças como a depressão, é uma aliada principalmente de pacientes que buscam a medicina alternativa.

Em Dourados, o psicólogo e iridólogo José Antônio Pacheco, primeiro a adotar a prática no município, explica que a técnica não faz diagnósticos fechados ou aponta nomes de doenças, mas indica alterações e desequilíbrios nos mais diversos órgãos a partir dos sinais e marcas na íris. Conforme ele, a segunda maior procura em seu consultório são de pacientes com depressão e ansiedade (40%), sendo a primeira casos de dores pelo corpo, que em muitas vezes estão relacionadas com fundo emocional, como a fibromialgia.

Segundo o profissional, a maioria dos pacientes já tomam medicamentos da alopatia como os antidepressivos e com o tempo podem se livrar da dependência dessas substâncias ou diminuí-las radicalmente. “A depressão é resultado de dois fatores.  Um deles é endógena, que é a disfunção do sistema nervoso ou de alguma glândula onde faltam nutrientes para o bom funcionamento cerebral. A exógena são eventos da vida do ser humano que são traumas como a perda de um ente querido, a perda financeira, casamento que se rompe, entre outras situações em que o indivíduo não está esperando e que abalam a parte emocional e em consequência pode gerar uma descompensarão na parte biológica, o que pode levar a depressão pós-trauma ao longo da vida”.

Pela íris é possível detectar em que fase da vida o paciente sofreu traumas. Após essa análise é possível iniciar a fase de tratamento. “A microsemiótica Irídea é uma ciência baseada no mais complexo e revelador sistema de nosso corpo: a íris. Um órgão que fornece informações pelas quais é possível desvendar os traumas e as emoções vividas por uma pessoa. Muitas vezes, esses acontecimentos são responsáveis de diversos níveis. A Microsemiótica irídea ajuda a superar esses traumas e assim ter mais qualidade de vida. Por meio dessa moderna iridologia, um leque fantástico de crescimento para o ser humano se abre, possibilitando conhecer diversas características de uma pessoa como o hemisfério dominante do cérebro, tendências profissionais, padrão de relacionamento, suas mais profundas emoções e outros aspectos que constituem sua personalidade”.

Portal do Tempo

A Terapia Portal do Tempo é um conjunto de ações com o objetivo de fazer o paciente sentir-se plenamente vivo, espontâneo, cheio de energia, pronto para enfrentar mudanças e livres dos sentimentos do passado. “Para nós não existe cisão entre o pensamento científico e holístico, pois a fronteira entre a ciência e terapias naturais pode ser a mesma que separa as pessoas de uma vida plena. Buscamos novas respostas para antigas perguntas com a certeza de que novas respostas vêm de muitas direções. Os métodos e tecnologias disponíveis hoje permitem um estudo profundo dos valiosos conhecimentos acumulados em milhares de anos. Para potencializá-los e trazer benefícios a nossa vida, investimentos constantemente em pesquisas de ponta, sob olhar atento de uma equipe altamente capacitada. Nosso trabalho é integrar os conhecimentos científico e empírico, construindo uma ponte que conecte as pessoas a sua essência”.

Como é feito

O profissional iridólogo faz uma foto com máquina especial. A técnica indolor não é invasiva. Através da foto microscópica do olho e com auxílio de software específico, amplia a imagem em até 50  vezes é analisado os sinais encontrados.

Direcionada por dois mapas – físico e emocional – criados pelos profissionais norte-americanos Bernard Jensen e Denny Johnson, respectivamente, a técnica é utilizada no Brasil em pré-diagnósticos por profissionais de saúde e terapeutas holísticos. Em entrevista ao O PROGRESSO, o iridólogo dá mais detalhes:

Como surgiu a Iridologia? Qual a sua missão?

Em meados de 1870, Ignatz Von Peczely, um adolescente, capturou uma coruja que quebrou uma das patas. Ele observou mudanças na Íris conforme o animal ia melhorando. Ao tornar-se adulto, formou-se médico e continuou observando a ìris dos pacientes durante o tratamento. Foi o criador da Carta topográfica da Íris . A missão é avaliar quais as áreas do corpo humano está em desiquilíbrio (emocionais, metabólicos, nervosos, nutricionais, entre outros).

O que a íris pode revelar sobre uma pessoa?

Revela disfunções orgânicas bem como desequilíbrio emocional

Como funciona a consulta e diagnóstico?

A consulta, que na realidade é uma avaliação, tem uma breve anamnese. Tira-se uma foto da íris esquerda e direita, são anotados os pontos numa carta topográfica, é exposto ao paciente e começa a terapêutica.

A iridologia pode diagnosticar e tratar qualquer doença?

Não. A iridologia mostra o funcionamento do corpo físico e mental, conscientizando o indivíduo do seu estado de saúde e orientando com tratamentos.

Como o emocional influencia na saúde do corpo?

As emoções e o corpo físico tem ligações extremas. A mente cheia de idéias nocivas, atuam como um estimulo criador de emoções que afetam o corpo de forma negativa, fazendo com que sejam desenvolvidos problemas de saúde. Os males que se caracterizam como transtornos psicológicos possuem raízes emocionais profundas, adormecidas ou reprimidas. Diante desses quadros a coluna é afetada, visto que através da medula e dos nervos raquidianos possuem informações do sistema nervoso, onde a mesma requer as vezes uma equipe multidisciplinar.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil deve chegar a mil profissionais de saúde mortos pela Covid-19
Saúde

Brasil deve chegar a mil profissionais de saúde mortos pela Covid-19

25/10/2020 13:08
Brasil deve chegar a mil profissionais de saúde mortos pela Covid-19
MS confirma quase 80 mil casos de covid-19
Saúde

MS confirma quase 80 mil casos de covid-19

25/10/2020 11:08
MS confirma quase 80 mil casos de covid-19
MS registra 479 novos casos de Covid-19 e faixa etária de 30 a 39 anos é a mais afetada
Saúde

MS registra 479 novos casos de Covid-19 e faixa etária de 30 a 39 anos é a mais afetada

24/10/2020 16:31
MS registra 479 novos casos de Covid-19 e faixa etária de 30 a 39 anos é a mais afetada
Dourados somou 41 novos casos nas últimas 24 horas
Covid

Dourados somou 41 novos casos nas últimas 24 horas

24/10/2020 14:03
Dourados somou 41 novos casos nas últimas 24 horas
Maia defende diálogo para autorizar vacina do Instituto Butantan
política

Maia defende diálogo para autorizar vacina do Instituto Butantan

24/10/2020 10:01
Maia defende diálogo para autorizar vacina do Instituto Butantan
Últimas Notícias