Dourados – MS sábado, 19 de junho de 2021
Dourados
18º max
12º min
Dourados

Com falta de médicos, saúde em Dourados pode entrar em colapso em poucos dias, afirma vereadora Liandra

06 Mai 2021 - 17h26
Com falta de médicos, saúde em Dourados pode entrar em colapso em poucos dias, afirma vereadora Liandra - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

Preocupada com a ausência de médicos na rede pública, como ocorreu no final de semana na UPA (Unidade de Pronto Atendimento), a vereadora Liandra da Saúde (PTB) afirma que a Saúde em Dourados pode colapsar em poucos dias, caso não ocorra a prorrogação do contrato de trabalho e a contratação de novos profissionais para atender os 33 municípios que compõe a macrorregião de Dourados.

Entre segunda-feira e hoje, oito médicos pediram demissão de suas funções no município, prejudicando ainda mais a situação caótica que tem ocorrido nas unidades de Saúde, principalmente no Hospital da Vida e na UPA.

"Hoje mesmo oficializei pedido ao prefeito Alan Guedes sugerindo a alteração da legislação municipal, a fim de autorizar excepcionalmente a prorrogação dos contratos dos médicos por 12 meses, a exemplo do que foi realizado em outros estados, como São Paulo e Rio Grande do Sul", afirmou Liandra.

A vereadora aponta a necessidade de soluções urgentes a fim de garantir o cumprimento das escalas de plantões nos atendimento em todas as unidades de Saúde, além de insumos e materiais de proteção individual (EPIs) necessários aos profissionais de Saúde.

Para isso a vereadora pretende protocolar nos próximos dias na Câmara de Dourados, ofício solicitando uma audiência pública envolvendo representantes da classe política que representa Dourados, autoridades na área da Saúde e segmentos da sociedade, a fim de que propostas sejam apresentadas e encaminhadas a administração municipal e assim contribuir com a solução da crise na Saúde que vem se prolongando durante várias gestões.

Caos

Não é de hoje que a saúde de Dourados é caótica, mas se agravou nas últimas semanas com demissão em massa de médicos. O problema seria em decorrência no atraso de pagamento de salários e da falta de estrutura de trabalho.

A UPA e o Hospital da Vida são administrados pela Fundação de Serviços da Saúde (Funsaud), autarquia subordinada à prefeitura e que possui dívidas superiores a R$ 50 milhões.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Pessoas com 45 anos ou mais podem vacinar
Drive do Pavilhão de Eventos

Pessoas com 45 anos ou mais podem vacinar

19/06/2021 08:38
Pessoas com 45 anos ou mais podem vacinar
Gestantes a partir de 18 anos, com ou sem comorbidades, poderão ser vacinadas contra Covid-19 em MS
Covid-19

Gestantes a partir de 18 anos, com ou sem comorbidades, poderão ser vacinadas contra Covid-19 em MS

18/06/2021 16:00
Gestantes a partir de 18 anos, com ou sem comorbidades, poderão ser vacinadas contra Covid-19 em MS
Saúde agenda retirada de tiras de glicemia a partir de segunda
Saúde

Saúde agenda retirada de tiras de glicemia a partir de segunda

18/06/2021 14:30
Saúde agenda retirada de tiras de glicemia a partir de segunda
Pandemia

SES autoriza municípios a vacinarem com vacina da Pfizer adolescentes acima de 12 anos com comorbidades graves

18/06/2021 11:30
Douradenses podem realizar teste da Covid-19 com resultado em 1h
Saúde

Douradenses podem realizar teste da Covid-19 com resultado em 1h

18/06/2021 10:30
Douradenses podem realizar teste da Covid-19 com resultado em 1h
Últimas Notícias