Dourados – MS segunda, 27 de maio de 2019
Pauta
Educação

MEC anuncia cortes em universidades e UFGD relata perda de R$ 31,3 milhões

03 Mai 2019 - 10h03Por Redação
UFGD também foi incluída nos cortes das universidades - Crédito: DivulgaçãoUFGD também foi incluída nos cortes das universidades - Crédito: Divulgação

Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) foi surpreendida nesta semana com o anúncio do Ministério da Educação (MEC) de cortes de 30% do orçamento das universidades federais de todo país.

Em nota, a UFGD diz que está preocupada com o cumprimento de sua missão e visando o apoio ao ensino, pesquisa e extensão. Somente esse corte do valor aprovado na Lei Orçamentária anual afetará aproximadamente R$ 12,4 milhões, para despesas de custeio (despesas de funcionamento, administrativas, bolsas etc.) e investimento (construções, aquisição de equipamentos, livros etc.).

A Federal douradense ainda lembra que no início do mês de abril foi bloqueado o orçamento referente à Emenda Parlamentar voltada à investimentos em aquisição de equipamentos de laboratório, móveis, obras e demais despesas de investimentos, no valor montante aproximado de R$ 19 milhões, totalizando assim, R$ 31,3 milhões bloqueados pelo Governo Federal.

Para a UFGD, o corte impactará substancialmente na execução de projetos de ensino, pesquisa e extensão, além de bolsas, auxílios, bem como, poderá ter a supressão de contratos terceirizados, de manutenção e obras dos quais são essenciais para o funcionamento da universidade. E relata que “tem efetuado todos os esforços possíveis, para encontrar alternativas que nos possibilite otimizar o uso do recurso público e minimizar o impacto dos cortes efetuados em nosso orçamento”.

A visão do governo

A presidente Jair Bolsorano disse nesta quinta-feira (2) que o dinheiro retirado das universidades federais será investido na educação básica.

“A gente não vai cortar recurso por cortar. A ideia é investir na educação básica. Ouso dizer até que um número considerável não sabe sequer a tabuada. Sete vezes oito? Não vai sabe responder. Então pretendemos investir na base. Não adianta ter um excelente telhado na casa se as paredes estão podres. É o que acontece atualmente”, disse Bolsonaro em entrevista ao SBT.

O corte, inicialmente, seria restrito a três universidades, Universidade de Brasília (UnB), Universidade Federal Fluminense (UFF) e Universidade Federal da Bahia (UFBA). Em seguida, foi ampliado a todas as instituições federais do país.

A informação sobre o corte na verba das universidades federais surge ao mesmo tempo em que abre o período para as instituições públicas de ensino superior aderirem ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O Sisu é um sistema informatizado do Ministério da Educação pelo qual instituições públicas de ensino superior oferecem vagas a candidatos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

 

Com informações da Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

2º Workshop de Pesquisa e Extensão da FACE
Dourados

2º Workshop de Pesquisa e Extensão da FACE

21/05/2019 10:38
2º Workshop de Pesquisa e Extensão da FACE
Operação da PF cumpre mandados por fraude em licitações na SED
Polícia

Operação da PF cumpre mandados por fraude em licitações na SED

08/05/2019 11:24
Operação da PF cumpre mandados por fraude em licitações na SED
Enem 2019 registra mais de um milhão de inscritos no primeiro dia
Educação

Enem 2019 registra mais de um milhão de inscritos no primeiro dia

07/05/2019 09:08
Enem 2019 registra mais de um milhão de inscritos no primeiro dia
Inscrições para o Enem 2019 começam hoje
Educação

Inscrições para o Enem 2019 começam hoje

06/05/2019 08:08
Inscrições para o Enem 2019 começam hoje
Ônibus escolares voltam a circular após três dias
Dourados

Ônibus escolares voltam a circular após três dias

02/05/2019 13:42
Ônibus escolares voltam a circular após três dias
Últimas Notícias