Dourados – MS domingo, 05 de abril de 2020
Dourados
33º max
20º min
JUSTIÇA

Defesa tem expectativa frustrada e Vidigal continua preso por decisão do STJ

Ex-secretário é investigado por fraudes licitatórias no período em que esteve à frente da Saúde de Dourados

20 Fev 2020 - 14h42Por Vinicios Araújo
Renato Vidigal foi o primeiro secretário de Délia Razuk no comando da Saúde - Crédito: Divulgação/AssecomRenato Vidigal foi o primeiro secretário de Délia Razuk no comando da Saúde - Crédito: Divulgação/Assecom

O ex-secretário de saúde de Dourados Renato Vidigal permanece preso conforme decisão da 6ª turma do Superior Tribunal de Justiça. Com a decisão, ele perde as possibilidade de recurso de habeas corpus, frustrando a expectativa da defesa de que até o dia 19 Vidigal estaria de volta às ruas. 

O médico segue preso na PED (Penitenciária Estadual de Dourados). Ele é investigado como principal agente num esquema de fraude de licitações na contratação de refeições para atender pacientes e acompanhantes do Hospital da Vida e UPA (Unidade de Pronto Atendimento). 

A decisão da 6ª turma do STJ foi relatada pelo ministro Nefi Cordeiro, com apoio dos ministros Antonio Saldanha Palheiro, Laurita Vaz, Sebastião Reis Júnior e
Rogerio Schietti Cruz. 

Assim, a corte reconhece que a saída de Vidigal da prisão poderia prejudicar a integralidade do processo de investigação. A prisão dele é de caráter preventivo. O ex-secretário era apontado como chefe no esquema de corrupção que resultou na contratação da marmitaria Marmiquente. 

A empresa seria de propriedade do ex-secretário junto com o servidor Raphael Henrique Torraca Augusto, o “Pardal”, que também segue preso na unidade penal de Dourados. No entanto, ela estaria registrada em nome de Ronaldo Gonzales, apontado nas investigações como laranja do esquema. 

A Operação Purificação deflagrada pela Polícia Federal descobriu desvio de pelo menos R$ 530 mil. Na 2ª fase, deflagrada em 6 de novembro do ano passado, Vidigal e Pardal acabaram detidos. 

O PROGRESSO tentou contato com a defesa para solicitar posicionamento, mas o advogado João Arnar não pôde atender ao telefonema no momento. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Eleições

MP Eleitoral fiscaliza uso abusivo de ações contra covid-19 nas eleições municipais em Mato Grosso do Sul

04/04/2020 13:15
Relatório aponta que microveículos são mais seguros para os pedestres
Segurança

Relatório aponta que microveículos são mais seguros para os pedestres

04/04/2020 12:40
Relatório aponta que microveículos são mais seguros para os pedestres
Caixa lançará na terça aplicativo para cadastro em renda emergencial
Aplicativo

Caixa lançará na terça aplicativo para cadastro em renda emergencial

04/04/2020 12:04
Caixa lançará na terça aplicativo para cadastro em renda emergencial
Teletrabalho

PGDI define atividades diárias que servidores devem realizar durante teletrabalho

04/04/2020 11:35
UEMS promove campanha em auxílio à população vulnerável do Estado
Solidariedade

UEMS promove campanha em auxílio à população vulnerável do Estado

04/04/2020 11:00
UEMS promove campanha em auxílio à população vulnerável do Estado
Últimas Notícias