Dourados – MS sexta, 10 de julho de 2020
Dourados
26º max
10º min
Rural

Técnica seleciona ovinos que geram mais cordeiros

02 Fev 2016 - 09h49
Maioria das ovelhas da raça Santa Inês tem apenas um filhote por gestação, pois elas são, na sua maioria, mono-ovulatórias. - Crédito: Foto: EmbrapaMaioria das ovelhas da raça Santa Inês tem apenas um filhote por gestação, pois elas são, na sua maioria, mono-ovulatórias. - Crédito: Foto: Embrapa
Cientistas da Embrapa desenvolveram uma técnica que aumenta a prole de ovinos da raça Santa Inês. Eles detectaram que certas ovelhas têm uma alteração natural no gene GDF9 (Growth Differentiation Factor 9) que aumenta a taxa de ovulação e, consequentemente, permite a geração de mais cordeiros por estação reprodutiva. A ideia, então, foi reproduzir os animais que tinham essa alteração para que um maior número de ovelhas do rebanho tenha a capacidade de produzir mais cordeiros.


O trabalho realizado na Embrapa Tabuleiros Costeiros (SE) é o de reproduzir esses ovinos mais prolíficos da raça Santa Inês para que suas matrizes, reprodutores, sêmen e embriões possam estar disponíveis para os produtores. A maioria das ovelhas tem apenas um filhote por gestação, pois elas são, na sua maioria, mono-ovulatórias, ou seja, só liberam um óvulo por ciclo. O uso da tecnologia aumenta a chance de ocorrer gestações de gêmeos também conhecidas como gemelares ou múltiplas.


A taxa de ovulação, que pode variar com a raça, idade e condição nutricional da ovelha, é regulada por ação de diversos genes. No entanto, existem genes de efeito principal, como o GDF9 que contribuem de forma preponderante para a determinação da taxa de ovulação e consequentemente da prolificidade ou número de cordeiros por parto por ovelha.


Alterações genéticas naturais em genes que controlam a taxa de ovulação e prolificidade podem ser encontradas em ovinos de várias raças. No caso da raça Santa Inês, os pesquisadores da Embrapa encontraram o FecGE (FecG-Embrapa – Fecundity Gene) do gene GDF9. Assim, descobriu-se que ovelhas com a variante FecGE têm uma taxa de ovulação 82% maior que as outras que não possuem essa alteração.


É possível detectar o alelo FecGE por meio de exame laboratorial desenvolvido e patenteado pela Embrapa e que está disponível para laboratórios de genética. “Trata-se de uma metodologia de genotipagem, baseada em técnicas de biologia molecular, que permite identificar de forma rápida e eficiente essa mutação em qualquer rebanho”, explica o pesquisador Eduardo de Oliveira Melo, da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia (DF), que liderou o desenvolvimento do protocolo para os exames laboratoriais.


Além do trabalho da pesquisa de multiplicação e validação do uso de ovinos prolíficos, o produtor também pode, com base nos resultados laboratoriais e na constatação da capacidade de gerar mais cordeiros das ovelhas, direcionar os cruzamentos do seu rebanho a fim de obter crias portadoras da variante FecGE que serão utilizadas como reprodutores e matrizes. Com o uso intensivo dos animais FecGE em acasalamentos, a cada geração, haverá um aumento gradativo da prolificidade média e, consequentemente, da produção de crias no rebanho. Assim, o produtor poderá planejar os cruzamentos no seu rebanho de acordo com as suas estratégias e necessidades.


“Essas pesquisas iniciaram-se na Embrapa há mais de 15 anos com raças lanadas e a partir de 2005 com raças deslanadas”, conta o pesquisador Samuel Rezende Paiva, atualmente no Programa Embrapa Labex Estados Unidos, que, na época, trabalhava na Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia como coordenador desse projeto.


A tecnologia pode beneficiar significativamente os sistemas produtivos e agricultores familiares do Nordeste.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Silas Zanata solicita caminhão prancha para atender zona rural de Dourados
Dourados

Silas Zanata solicita caminhão prancha para atender zona rural de Dourados

06/07/2020 17:24
Silas Zanata solicita caminhão prancha para atender zona rural de Dourados
Em parceria com governo, Geraldo entrega 32 caminhões para agricultura familiar
Agricultura Familiar

Em parceria com governo, Geraldo entrega 32 caminhões para agricultura familiar

24/06/2020 15:11
Em parceria com governo, Geraldo entrega 32 caminhões para agricultura familiar
Setor produtivo contribui para validar Zoneamento de milho verão em MS
RURAL

Setor produtivo contribui para validar Zoneamento de milho verão em MS

22/06/2020 12:35
Setor produtivo contribui para validar Zoneamento de milho verão em MS
Prefeitura atende pequenos produtores rurais de Dourados
Produtores Rurais

Prefeitura atende pequenos produtores rurais de Dourados

16/06/2020 17:10
Prefeitura atende pequenos produtores rurais de Dourados
Em MS, vazio sanitário da soja tem início nesta segunda-feira
Meio Ambiente

Em MS, vazio sanitário da soja tem início nesta segunda-feira

14/06/2020 11:07
Em MS, vazio sanitário da soja tem início nesta segunda-feira
Últimas Notícias