Dourados – MS sexta, 07 de agosto de 2020
Dourados
31º max
15º min
Campanha Parcelamento Conta
Rural

Milho brasileiro tem mais uma semana de alta

19 Jan 2016 - 09h48
Situação é fruto do aquecimento  das exportações. - Crédito: Foto: Claudio Fachel/Fotos PúblicasSituação é fruto do aquecimento das exportações. - Crédito: Foto: Claudio Fachel/Fotos Públicas
Os preços do milho registraram mais uma semana de valorização no mercado interno brasileiro. Em média, as cotações apresentaram alta de mais de 10%, conforme levantamento realizado por especialistas. Em Paranaguá, o valor subiu de R$ 38,00 a saca para R$ 44,00 nesta sexta-feira (15), um ganho de 15,79%. Em Campo Novo do Parecis (MT), o avanço semanal ficou em 13,64%, com a saca do cereal a R$ 25,00.


Nas praças paranaenses, de Ubiratã, Londrina e Cascavel, a alta foi de 11,11%, com a saca do milho a R$ 30,00. Já em Tangará da Serra (MT), a saca do cereal fechou a semana a R$ 26,00 e ganho de 13,04%. Em Jataí (GO), a alta foi menor de 3,57%, com a saca a R$ 29,00. Nas demais praças pesquisadas a semana foi de estabilidade.


Já no período comparativo de 7 a 14 de janeiros dos anos de 2015 e 2016, as cotações subiram em média 35,49%. No Porto de Paranaguá, a valorização é ainda mais expressiva e chega a 45,51%, no mesmo intervalo.
Os analistas destacam que a situação é decorrente das exportações aquecidas e que já ultrapassam 30 milhões de toneladas, que enxugaram a oferta excedente. Somente para o mês de janeiro, o volume comprometido chega a 5,5 milhões de toneladas, o que se somado ao acumulado poderá superar as 35 milhões de toneladas. Com isso, o país deixa para trás o volume recorde registrado em 2013, de 26,6 milhões de toneladas do grão embarcadas.


”O Brasil já se consolidou como grande player no mercado de milho. E conseguimos exportar no momento da entressafra mundial. Não dá para voltar atrás, temos boas relações comerciais com o Irã e para esse ano há perspectivas favoráveis para países da África, como, por exemplo, a África do Sul, que terá que importar bons volumes do grão para suprir as perdas registradas em sua produção decorrentes do clima irregular”, diz Vlamir Brandalizze, da Brandalizze Consulting.


O ministro da Agricultura da África do Sul, Senzeni Zokwana, informou que o país deverá importar entre 5 milhões a 6 milhões de toneladas de milho esse ano.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Secretário de Agricultura Familiar discute as ações da Tecnofam 2021 com diretores da Embrapa
Dourados

Secretário de Agricultura Familiar discute as ações da Tecnofam 2021 com diretores da Embrapa

06/08/2020 18:37
Secretário de Agricultura Familiar discute as ações da Tecnofam 2021 com diretores da Embrapa
Leilão de bovinos realizado pela SAD supera meta e arrecada R$ 106 mil
Leilão

Leilão de bovinos realizado pela SAD supera meta e arrecada R$ 106 mil

06/08/2020 08:01
Leilão de bovinos realizado pela SAD supera meta e arrecada R$ 106 mil
MS quer ampliar vendas de grãos para o Irã
Exportação

MS quer ampliar vendas de grãos para o Irã

03/08/2020 15:01
MS quer ampliar vendas de grãos para o Irã
Governo amplia responsabilidades da Caixa na habitação rural
Habitação Rural

Governo amplia responsabilidades da Caixa na habitação rural

24/07/2020 19:33
Governo amplia responsabilidades da Caixa na habitação rural
Cientistas desenvolvem tecnologia para avaliação biológica do solo
Tecnologia

Cientistas desenvolvem tecnologia para avaliação biológica do solo

24/07/2020 18:28
Cientistas desenvolvem tecnologia para avaliação biológica do solo
Últimas Notícias