Dourados – MS sábado, 23 de fevereiro de 2019
Pauta
Agronegócio

Dia da Avicultura: Com 21 milhões de aves, setor se destaca como atividade essencial à economia de MS

28 Ago 2018 - 09h52Por da Redação
Dia da Avicultura: Com 21 milhões de aves, setor se destaca como atividade essencial à economia de MS - Crédito: Jonas Oliveira/ANPR/Fotos Públicas Crédito: Jonas Oliveira/ANPR/Fotos Públicas

O número de avicultores integrados em Mato Grosso do Sul subiu 28% de 2016 para 2018, passando de 391 para 501. Atualmente o setor emprega 8.631 pessoas no Estado, com abate diário de 625 mil aves. No dia dedicado à Avicultura (28 de agosto) há muito o que comemorar, com o setor se reafirmando como atividade essencial para o desenvolvimento econômico estadual. 

Nos últimos três anos a avicultura passou por várias transformações em Mato Grosso do Sul. O Governo do Estado por meio da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), realizou ações estratégicas para fomentar o setor e posicionar o Estado como espaço ideal para investimentos na área.

Entre as principais ações realizadas é possível destacar a reativação da Câmara Setorial da Avicultura, que reúne representantes do setor para adotar estratégias que fomente os negócios, a utilização do FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste) para financiamento de granjas e a adequação sanitária dos aviários por meio de uma força-tarefa realizada pela Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal). 

Dados da Semagro e da Câmara Setorial mostram que o número de abates cresceu 56% nos últimos dez anos, enquanto a produção teve alta de 70% nesse período. Atualmente Mato Grosso do Sul tem 21 milhões de cabeças de aves, distribuídas entre 1.233 granjas pertencentes a 501 produtores integrados. 

“Mato Grosso do Sul é hoje, considerado o Estado brasileiro com as condições mais favoráveis para o investimento em empreendimentos de avicultura, isso porque nos últimos anos investimos em ações de fomento para o setor. O FCO proporcionou o crescimento dos produtores e a adequação às novas regras de sanidade animal em vigor”, destaca o secretário Jaime Verruck, titular da Semagro. 

O Estado tem frigoríficos de aves em cinco municípios, sendo a maior planta em Sidrolândia e pertence ao grupo JBS, que também tem unidade de aves em Caarapó. A Frango Bello tem plantas em Itaquiraí e Aparecida do Taboado.  Na segunda maior cidade do Estado, está a unidade da BRF.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Entidades debatem retirada da vacinação contra febre aftosa
Pecuária

Entidades debatem retirada da vacinação contra febre aftosa

23/02/2019 09:18
Entidades debatem retirada da vacinação contra febre aftosa
BRF recolhe carne de frango produzida em Dourados por risco de contaminação
Salmonella

BRF recolhe carne de frango produzida em Dourados por risco de contaminação

13/02/2019 10:53
BRF recolhe carne de frango produzida em Dourados por risco de contaminação
Vacinação contra febre aftosa será realizada com dose reduzida
Em Maio

Vacinação contra febre aftosa será realizada com dose reduzida

08/02/2019 13:23
Vacinação contra febre aftosa será realizada com dose reduzida
Detentos do semiaberto iniciam plantio de abacaxi para o Banco de Alimentos
Dourados

Detentos do semiaberto iniciam plantio de abacaxi para o Banco de Alimentos

02/02/2019 08:13
Detentos do semiaberto iniciam plantio de abacaxi para o Banco de Alimentos
Plantio da Safra 2018/19 de milho deve atingir 9 milhões de toneladas em MS
Rural

Plantio da Safra 2018/19 de milho deve atingir 9 milhões de toneladas em MS

01/02/2019 08:52
Plantio da Safra 2018/19 de milho deve atingir 9 milhões de toneladas em MS
Últimas Notícias