Dourados – MS domingo, 18 de abril de 2021
Dourados
31º max
19º min
Influx - Campanha 2021
Rural

Agronegócio segura balança comercial brasileira com exportações em 2015

17 Nov 2015 - 09h35
Exportação do agronegócio tem sido o principal sustento da balança comercial brasileira em 2015. - Crédito: Foto: DivulgaçãoExportação do agronegócio tem sido o principal sustento da balança comercial brasileira em 2015. - Crédito: Foto: Divulgação
As vendas externas de soja, carnes, milho, produtos florestais e açúcar contribuíram com 73% das exportações do agronegócio brasileiro em outubro deste ano, que totalizaram US$ 7,78 bilhões. Já as importações de produtos agrícolas somaram US$ 1,05 bilhão no mês passado. Com isso, o saldo comercial do setor foi de US$ 6,73 bilhões.

Os números foram divulgados ontem pela Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio (SRI) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Os dados também mostram que a participação do agronegócio no total das exportações brasileiras passou de 43,3% em outubro de 2014 para 48,5% no mês passado.

Ao analisar a balança de outubro, a secretária de Relações Internacionais do Agronegócio, Tatiana Palermo, destacou o recorde histórico mensal em quantidades exportadas de milho (5,5 milhões de toneladas), café verde (198 mil t) e soja em grãos (3,7 milhões t): “Apesar da queda dos preços internacionais, estamos aumentando os volumes vendidos para o exterior. Isso é a prova da competência do setor agropecuário do nosso país.”

O volume exportado do complexo soja, no mês de outubro, cresceu 104,2%. Entretanto, houve uma retração de 19% no preço médio das exportações. Mesmo assim, os embarques de grão, óleo e farelo de soja passaram de US$ 983,1 milhões em outubro de 2014 para US$ 1,63 bilhão no mês passado.

As carnes (bovina, suína e de frango) tiveram recuo, saindo de US$ 1,7 bilhão em outubro de 2014 para US$ 1,22 bilhão no mês passado. O valor exportado da carne suína caiu 41,3%; de peru, 35,8%; de frango, 30,8%; e gado, 21,2%.

A terceira posição no ranking das vendas externas do agronegócio em outubro ficou com o setor de cereais – principalmente o milho –, farinhas e preparações. O valor exportado somou US$ 920 milhões, com embarques recordes de 5,5 milhões de toneladas de milho.

As exportações de produtos florestais totalizaram US$ 969,1 milhões em outubro deste ano ante US$ 945,1 milhões no mesmo mês de 2014. O principal produto do setor nas vendas externas foi o papel e celulose, com US$ 758,8 milhões. Os embarques de madeiras e suas obras caíram 23,8%, ficando em US$ 210,3 milhões.
O complexo sucroalcooleiro ficou com a quinta posição entre os setores exportadores do agronegócio. Os embarques diminuíram de US$ 1,13 bilhão em outubro de 2014 para US$ 863,3 milhões no mês passado. O açúcar, principal produto da cadeia produtiva, foi responsável por US$ 751,3 milhões das exportações, e o etanol, por US$ 111,5 milhões.

Tradicional ocupante da quinta posição no ranking dos principais produtos exportados pelo agronegócio brasileiro, o café ficou na sexta posição em outubro, com US$ 552,4 milhões em vendas externas, queda de 20,2% no volume enviado ao exterior. Apesar disso, o mês passado registrou recorde de exportação de café verde, com 198,4 mil toneladas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Doenças causadas pela cigarrinha na lavoura de milho serão cobertas pelo Proagro
Brasil

Doenças causadas pela cigarrinha na lavoura de milho serão cobertas pelo Proagro

14/04/2021 13:51
Doenças causadas pela cigarrinha na lavoura de milho serão cobertas pelo Proagro
Estudo sobre evolução do eucalipto busca descobrir híbrido ideal
Rural

Estudo sobre evolução do eucalipto busca descobrir híbrido ideal

13/04/2021 09:30
Estudo sobre evolução do eucalipto busca descobrir híbrido ideal
Embrapa e Lactalis estudam parceria no desenvolvimento da pecuária leiteira nacional
Rural

Embrapa e Lactalis estudam parceria no desenvolvimento da pecuária leiteira nacional

09/04/2021 10:33
Embrapa e Lactalis estudam parceria no desenvolvimento da pecuária leiteira nacional
IBGE prevê safra recorde de 264,9 milhões de toneladas para 2021
Brasil

IBGE prevê safra recorde de 264,9 milhões de toneladas para 2021

08/04/2021 11:06
IBGE prevê safra recorde de 264,9 milhões de toneladas para 2021
Produção sustentável tem crescimento no país
Programa ABC

Produção sustentável tem crescimento no país

01/04/2021 10:11
Produção sustentável tem crescimento no país
Últimas Notícias