Dourados – MS quarta, 21 de outubro de 2020
Dourados
34º max
21º min
Influx
Política

Tucanos não querem Marisa no TCE

25 Abr 2011 - 23h15
Márcio Monteiro diz que saída de Marisa do Senado enfraquece o PSDB - Crédito: Foto : DivulgaçãoMárcio Monteiro diz que saída de Marisa do Senado enfraquece o PSDB - Crédito: Foto : Divulgação
Campo Grande - O imbróglio acerca das disputas pela vaga aberta no TCE-MS (Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul), com a morte da conselheira Celina Jallad, ameaça a antiga e consolidada aliança entre o PMDB e o PSDB no Estado. Tudo porque tucanos mais moderados e conservadores não estariam concordando com o suposto envolvimento do governador André Puccinelli (PMDB) nas negociações que teriam por objetivo emplacar a senadora Marisa Serrano (PSDB) no Tribunal.

O fato automaticamente a tiraria do Senado e, por consequência, da rota dos peemedebistas nas eleições de 2012 e 2014, quando serão disputados a prefeitura de Campo Grande e o governo do Estado, os dois grandes e principais nacos de poder dentro do espectro político estadual.

Para os tucanos contrários à transferência de Marisa para o TCE, essa mudança enfraqueceria o PSDB em MS, ampliando a hegemonia do hoje aliado PMDB principalmente no comando dos executivos estadual e da Capital, instâncias há muito cortejadas pelos tucanos, em especial pela própria Marisa.

Na Assembleia Legislativa, os deputados tucanos Márcio Monteiro, sobrinho da senadora, e Onevan de Matos, destoam das vozes do partido que defendem a ida de Marisa para o TCE. Ambos insistem em dizer que o processo de migração da senadora para o Tribunal deixaria os tucanos praticamente em frangalhos no Estado, já que ela, além de ser uma das principais lideranças da legenda, ainda desfruta de grande influência na seara política sul-mato-grossense.

“Com Marisa fora do espectro político os tucanos perderiam força em MS”, disse recentemente Monteiro ao analisar a saída da senadora do campo político. Já Onevan de Matos avalia que Marisa seria mais útil ao PSDB no Senado. “Ela é muito importante no Senado. Acho que o partido precisa dela lá\", assinalou Onevan.

#####MAIS INGREDIENTES

Nas próximas horas o capítulo sobre a ida ou não de Marisa ao TCE deve ganhar mais ingredientes. É que membros do PSDB na Assembleia e a cúpula do partido devem se reunir para tentar afinar o discurso sobre a questão. Na pauta do encontro estão a interferência do PMDB de Puccinelli no processo envolvendo a ocupação da vaga no TCE e os conflitos de opinião dentro do ninho tucano sobre a saída de Marisa do Senado.

A reunião antecede as deliberações que deverão ser tomadas dentro do núcleo da Assembleia Legislativa sobre como se dará o processo de indicação do novo membro do Tribunal: se ocorrerá por força de um processo estritamente político, em que o PMDB, principalmente, forçará a indicação da senadora, ou se levado em conta o que dita o regimento daquela Casa, que obriga que os postulantes à cadeira do TCE tenham ao menos oito votos de parlamentares para colocarem seus nomes à avaliação do plenário e outros 13, no dia da votação, para garantirem a ocupação da vaga deixada por Celina Jallad.

Marisa, por seu turno, tem se posicionado num determinado momento contra a saída do Senado e, em outro, cética para ocupar o posto no TCE. Posição totalmente adversa a do seu concorrente à vaga, o deputado republicano Antônio Carlos Arroyo, que tem realizado uma campanha agressiva entre seus pares de Assembleia em busca da consolidação de seu nome no Tribunal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Movimentos tentam impedir concessão do saneamento básico em Dourados
saneamento

Movimentos tentam impedir concessão do saneamento básico em Dourados

21/10/2020 15:54
Movimentos tentam impedir concessão do saneamento básico em Dourados
Em sabatina, Kassio Nunes responde a perguntas sobre armas e Lava Jato
política

Em sabatina, Kassio Nunes responde a perguntas sobre armas e Lava Jato

21/10/2020 14:57
Em sabatina, Kassio Nunes responde a perguntas sobre armas e Lava Jato
Justiça homologa candidatura dos 7 candidatos a prefeito de Dourados
Eleições 2020

Justiça homologa candidatura dos 7 candidatos a prefeito de Dourados

21/10/2020 09:35
Justiça homologa candidatura dos 7 candidatos a prefeito de Dourados
Candidatos apostam em nomes criativos para a disputa
Eleições 2020

Candidatos apostam em nomes criativos para a disputa

21/10/2020 08:02
Candidatos apostam em nomes criativos para a disputa
Senado autoriza que BNDES faça empréstimo internacional
US$ 750 milhões

Senado autoriza que BNDES faça empréstimo internacional

21/10/2020 07:36
Senado autoriza que BNDES faça empréstimo internacional
Últimas Notícias