Dourados – MS sábado, 04 de julho de 2020
Dourados
26º max
11º min
Política

Terceirização no serviço público pode ser proibida

01 Jul 2011 - 18h17
Pinheiro diz que muitas prestadoras de serviços são entidades de fachada - Crédito: Foto : Márcia Kalume – Agência SenadoPinheiro diz que muitas prestadoras de serviços são entidades de fachada - Crédito: Foto : Márcia Kalume – Agência Senado
Brasília - Após ser aprovado na Comissão de Assuntos Sociais do Senado (CAS) na última quarta-feira, dia 29, o projeto de lei que proíbe o Governo de "terceirizar" as atividades de natureza permanente será enviado agora à Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado (CCJ). O autor da matéria é o senador Walter Pinheiro (PT-BA).

De acordo com o projeto (PLS 172/11), são consideradas atividades de natureza permanente os serviços de copa, vigilância, limpeza e conservação de edifícios públicos, os serviços de atendimento ao público – pessoal ou por meio eletrônico – de qualquer natureza, os serviços de varrição de vias e logradouros público e os serviços de coleta de lixo, "além de outras atividades atinentes ao objeto e funcionamento do ente da administração e que não tenham caráter eventual".

Atualmente, a lei permite a "terceirização" das atividades desde que elas não estejam vinculadas à atividade-fim do órgão em questão.
Walter Pinheiro argumenta que isso criou "um gigantesco contingente de trabalhadores de segunda classe – os terceirizados – que não dispõem, na prática, de qualquer proteção social".

Ele afirma que muitas das prestadoras de serviço contratadas pelo governo "são entidades de fachada, verdadeiras arapucas cujo único fim é o de garantir a contratação pelos entes da administração pública". Tais empresas, de acordo com o senador, "caracterizam-se pela sistemática denegação dos direitos trabalhistas de seus empregados e pela sonegação das contribuições e impostos decorrentes do contrato de trabalho".

Entre as atividades que não estão incluídas na proibição estão as relacionadas a obras, a serviços de natureza "puramente eventual" e a serviços de coleta, processamento e comércio de lixo reciclável efetuados por associações ou cooperativas formadas exclusivamente por pessoas físicas de baixa renda.


A matéria recebeu parecer favorável elaborado pelo senador Paulo Paim (PT-RS).

######(Agência Senado).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Bolsonaro veta parte de lei que determina o uso de máscaras em locais públicos
Política

Bolsonaro veta parte de lei que determina o uso de máscaras em locais públicos

04/07/2020 11:00
Bolsonaro veta parte de lei que determina o uso de máscaras em locais públicos
José Serra é denunciado por lavagem de dinheiro
Brasil

José Serra é denunciado por lavagem de dinheiro

03/07/2020 19:20
José Serra é denunciado por lavagem de dinheiro
TSE adia prazos eleitorais de julho em 42 dias
Eleições

TSE adia prazos eleitorais de julho em 42 dias

03/07/2020 18:22
TSE adia prazos eleitorais de julho em 42 dias
Idenor Machado cobra informações sobre Ecoponto em Dourados
Dourados

Idenor Machado cobra informações sobre Ecoponto em Dourados

03/07/2020 17:55
Idenor Machado cobra informações sobre Ecoponto em Dourados
Bolsonaro escolhe Renato Feder para ser novo ministro da Educação
POLÍTICA

Bolsonaro escolhe Renato Feder para ser novo ministro da Educação

03/07/2020 12:10
Bolsonaro escolhe Renato Feder para ser novo ministro da Educação
Últimas Notícias