Dourados – MS segunda, 18 de outubro de 2021
Dourados
26º max
16º min
Política

Senado vai acompanhar construção da Usina de Belo Monte

12 Mai 2011 - 22h43
Senado vai acompanhar construção da Usina de Belo Monte -
A subcomissão Temporária de Acompanhamento das Obras da Usina de Belo Monte, vinculada à Comissão de Meio Ambiente do Senado, aprovou nesta quarta-feira, 11 de maio, um novo plano que inclui a definição da equipe de trabalho e de pedidos de informações às instituições envolvidas. Além disso, foram marcadas audiências públicas e visitas ao local das obras e a dois dos municípios afetados, Altamira e Vitória do Xingu, ambos no Pará. A proposta de trabalho foi elaborada pelo relator da subcomissão, senador Delcídio do Amaral (PT-MS).



“Apresentamos uma nova proposta de agenda, mais voltada para as questões ambientais, para as comunidades mais atingidas pela obra e para as licenças, especialmente a licença de instalação e implantação do canteiro. Numa terceira etapa, faremos uma visita ao sítio da usina, exatamente para que a gente ouça a sociedade da região, os prefeitos, as lideranças indígenas . Assim, efetivamente, o Congresso desempenhará papel de protagonista no projeto de Belo Monte , ajudando, inclusive, a esclarecer o que é a usina e o que ela representa para o país. Vamos desmistificar alguns rótulos e carimbos que estão tentando colocar no projeto, tão importante para garantir a segurança energética do Brasil”, afirmou o relator.



Agenda - A primeira audiência será destinada à obtenção de informações sobre o atual estado de implantação das obras e sobre os municípios impactados. Também será averiguado se as demandas constantes da relação de condicionantes da licença prévia estão sendo atendidas.

Delcídio sugeriu que sejam convidados para essa audiência o presidente do Consórcio Norte Energia (responsável pela construção da usina), Carlos Nascimento; a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, e um representante do governo do Pará. A audiência foi marcada para a próxima terça-feira (17).

A segunda audiência tratará das questões socioambientais previstas no Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e no Relatório de Impacto Ambiental (Rima). Também averiguará as causas do que o relator chamou de \"judicialização do processo\" no licenciamento de Belo Monte.

Para o segundo debate, marcado para o dia 24, serão convidados representantes do Consórcio Norte Energia, Ministério do Meio Ambiente, representantes de etnias indígenas, do Ministério Público do Pará, do Ministério Público Federal, dos municípios afetados pela construção da barragem, do governo do Pará e da sociedade civil.

Nas diligências que os integrantes da subcomissão farão ao local das obras serão avaliados o andamento dos trabalhos e as providências tomadas nos municípios afetados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política

CPI terá dia dedicado a ouvir parentes de vítimas da covid-19

18/10/2021 16:30
CPI da Energisa será retomada semana que vem em MS
Política

CPI da Energisa será retomada semana que vem em MS

17/10/2021 08:00
CPI da Energisa será retomada semana que vem em MS
Câmara perde recurso e vereadores terão que devolver R$ 4 milhões
Política

Câmara perde recurso e vereadores terão que devolver R$ 4 milhões

17/10/2021 07:00
Câmara perde recurso e vereadores terão que devolver R$ 4 milhões
Política

Câmara recebe proposta orçamentária para 2022 e receita de Dourados é de R$ 1.2 bilhão

16/10/2021 14:00
Deputados aprovam projeto de combate ao crime stalking em MS
Política

Deputados aprovam projeto de combate ao crime stalking em MS

15/10/2021 10:00
Deputados aprovam projeto de combate ao crime stalking em MS
Últimas Notícias