Dourados – MS quarta, 16 de junho de 2021
Dourados
26º max
13º min
Política

Renato Câmara assume PMDB e André Puccinelli garante a candidatura

24 Mar 2016 - 06h00
Sebastião Nogueira, Júnior Mochi, Renato Câmara, Celso Dal Lago, Odilon Azambuja, André Puccinelli e Cirilo Ramão durante encontro do PMDB de Dourados. - Crédito: Foto: Hedio FazanSebastião Nogueira, Júnior Mochi, Renato Câmara, Celso Dal Lago, Odilon Azambuja, André Puccinelli e Cirilo Ramão durante encontro do PMDB de Dourados. - Crédito: Foto: Hedio Fazan
O deputado estadual Renato Câmara assumiu na noite de anteontem o comando do Diretório Municipal do PMDB em Dourados e já iniciou as conversações de olho na cadeira ocupada hoje pelo prefeito Murilo Zauith (PSB). A reunião da Executiva Municipal aconteceu na residência do empresário Celso Dal Lago, que havia assumido a presidência após a desfiliação do deputado federal Geraldo Resende, que trocou o PMDB pelo PSDB para ser candidato a prefeito no grupo do governador Reinaldo Azambuja.


Logo no início da reunião, Dal Lago renunciou à presidência e o cargo foi automaticamente ocupado pelo deputado Renato Câmara, que era segundo vice-presidente da Executiva Municipal. O ex-governador André Puccinelli, maior liderança do partido em Mato Grosso do Sul, e o presidente da Executiva Regional da legenda, deputado estadual Júnior Mochi, participaram do encontro e garantiram que o partido irá encabeçar chapa majoritária nas eleições municipais deste ano.


Ao chegar para o encontro, Júnior Mochi, que é presidente da Assembleia Legislativa, afirmou que estava em Dourados para ouvir as lideranças do partido. "Se a candidatura própria for a vontade do diretório, o PMDB vai para a disputa com total apoio da Executiva Regional", garantiu. "Temos bons quadros para liberar um projeto deste porte na cidade mais importante do interior de Mato Grosso do Sul e entendemos que o partido não deve ficar fora da disputa", completou Mochi.


Ao ser questionado sobre a presença de correligionários do deputado federal Geraldo Resende no comando do Diretório Municipal do PMDB e se essa situação não geraria insegurança num futuro pré-candidato, o presidente da Executiva Regional ponderou que o assunto seria discutido na reunião. "Entendo que se esse for um problema, um impecilho ao projeto do PMDB, o Diretório Regional poderá intervir no Municipal, dissolvendo a Executiva e nomeando uma Comissão Provisória", ressaltou.


Essa medida, contudo, não será necessária já que ao final do encontro os correligionários do deputado Geraldo Resende anunciaram que estavam deixando o partido. "Vamos entregar amanhã (ontem) ao Cartório Eleitoral o pedido de renúncia ao Diretório Municipal e a consequente desfiliação do grupo", afirmou Sandra Lima, assessora de Geraldo Resende e que fazia parte do grupo de cerca de 30 correligionários do deputado que estavam no comando da legenda peemedebista.

Puccinelli


O ex-governador André Puccinelli disse que o PMDB de Dourados estava muito confortável em relação à sucessão municipal. "Estou aqui para ouvir o que o partido quer para o futuro e qualquer decisão que for tomada será respeitada pela Executiva Estadual", garantiu Pucinelli antes de iniciar a reunião com os peemedebistas locais. "O que eu posso garantir é que o partido tem no médico Sebastião Nogueira e no deputado estadual Renato Câmara dois excelentes nomes para liderar o projeto de candidatura própria em Dourados", ressaltou o ex-governador.


A imprensa não pode acompanhar a reunião do Diretório Municipal, que culminou com a condução de Renato Câmara ao posto de presidente da Executiva, mas fontes que participaram das conversas garantem que o nome do deputado estadual saiu fortalecido do encontro. A leitura é que o ex-prefeito de Ivinhema, que acabou de se radicar em Dourados, para onde transferiu seu domicílio eleitoral, leva uma ligeira vantagem sobre o médico Sebastião Nogueira, secretário municipal de Saúde.


Ainda assim, as lideranças destacaram que Nogueira está muito a fim de ser o candidato do PMDB na disputa pela cadeira que hoje é ocupada pelo prefeito Murilo Zauith. Tanto que ainda durante o encontro do diretório, Sebastião Nogueira anunciou que seu nome estava à disposição do partido e que pretendia disputar a indicação de candidato peemedebista na Convenção Municipal do partido.


Os peemedebistas mais tradicionais enxergam em Sebastião Nogueira um candidato em potencial para a sucessão do prefeito Murilo, sobretudo por conhecer os problemas mais urgentes de Dourados e estar no comando da pasta mais emblemática do atual governo. Na opinião dos peemedebistas mais antigos, a solução dos principais problemas na Secretaria Municipal de Saúde credenciam Sebastião Nogueira para a disputa.


Já outro grupo teria comprado a pré-candidatura do deputado Renato Câmara. Essa ala do PMDB entende que a experiência do deputado como prefeito de Ivinhema por dois mandatos será importante numa eventual disputa pela Prefeitura de Dourados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Deputados solicitam agilidade na tramitação da autorização da autorregulação ferroviária
Política

Deputados solicitam agilidade na tramitação da autorização da autorregulação ferroviária

16/06/2021 13:30
Deputados solicitam agilidade na tramitação da autorização da autorregulação ferroviária
ALEMS homenageia engenheiros agrimensores em sessão solene nesta terça-feira
Política

ALEMS homenageia engenheiros agrimensores em sessão solene nesta terça-feira

14/06/2021 14:30
ALEMS homenageia engenheiros agrimensores em sessão solene nesta terça-feira
Adolescente de 15 anos morre atropelado em Dourados
Polícia

Adolescente de 15 anos morre atropelado em Dourados

14/06/2021 08:30
Adolescente de 15 anos morre atropelado em Dourados
Renato Câmara cobra apoio do Governo a família de pacientes
Política

Renato Câmara cobra apoio do Governo a família de pacientes

11/06/2021 15:30
Renato Câmara cobra apoio do Governo a família de pacientes
Política

CPI da Pandemia muda conduta na classificação de documento sigiloso

09/06/2021 17:00
Últimas Notícias