Dourados – MS quarta, 21 de outubro de 2020
Dourados
34º max
21º min
Influx
Política

Relatórios dos uraganos são concluídos

10 Mar 2011 - 23h14
Vereadores entregaram ontem todos os relatórios com pedido de cassação - Crédito: Foto: Hédio Fazan/PROGRESSOVereadores entregaram ontem todos os relatórios com pedido de cassação - Crédito: Foto: Hédio Fazan/PROGRESSO
Valéria Araújo
######PROGRESSO

DOURADOS – As comissões processantes que podem cassar vereadores por quebra de decoro parlamentar encerraram ontem os trabalhos. Ao todo, os seis relatórios restantes foram entregues à presidência da Câmara. Todos pedem a cassação dos parlamentares que foram presos na Operação Uragano da Polícia Federal em setembro do ano passado.

Nesta última fase, o vereador Marcelo Barros é o primeiro a ser julgado. A sessão extraordinária com votação em plenária acontece na próxima segunda-feira a partir das 9h.

O segundo julgamento é de Aurélio Bonatto. A sessão está prevista para a terça-feira, às 9h. No mesmo dia, às 14h será julgado o pedido de cassação do vereador José Carlos Cimatti.

Na quarta-feira às 9h é a vez de Humberto Teixeira Júnior ir a julgamento. Na quinta-feira, às 9h será julgado o pedido de cassação do vereador Júlio Artuzi. Na sexta-feira encerram os trabalhos com o julgamento de Paulo Henrique “Bambu”. Para terem os mandatos cassados os vereadores “réus” terão que ter pelo menos 8 votos (maioria qualificada) a favor da cassação.

De acordo com o diretor legislativo, Paulo Cesar Nunes da Silva, a Câmara está sendo preparada para realizar os julgamentos. Segundo ele, se houver a necessidade, o Legislativo estará pronto inclusive para subsidiar áudios e vídeos durante as sessões extras, caso necessário. Ele diz que o rito dos julgamentos deverá ser o mesmo do julgamento anterior, que cassou o vereador Claudio Marcelo Hall.


“Deverá haver a leitura da denúncia, parecer da Comissão processante, defesa de no máximo duas horas e votação sobre o pedido de cassação”, explica.

Ao todo foram nove vereadores presos na Uragano. Destes, Sidlei Alves renunciou antes da instalação de CP, Marcelo Hall foi cassado e Zezinho da Farmácia renunciou horas antes do julgamento dele na Câmara.

De acordo com o vereador Walter Hora, foram 80 dias de trabalho intenso, entre investigações de denúncias, defesas e oitivas com testemunhas. Todas as os trabalhos resultaram em processos com mais de 200 páginas cada.

O documento com maior volume entre transcrição de áudios e documentações foi o do vereador afastado Humberto Teixeira Júnior, com mais de 300 páginas.

#####ESQUEMA

A cassação política dos vereadores é baseada nas denúncias da Polícia Federal e Ministério Público. De acordo com o MP, a suposta organização criminosa instala no Executivo “estendeu seus tentáculos ao Legislativo através de esquema de pagamentos sucessivos de propina aos vereadores - os “mensalões”- com o intuito de angariar apoio político para a aprovação de projetos de interesse do executivo e (...) não criassem comissões parlamentares de inquérito e, no tocante da CPI instalada para apuração de ilicitudes na aplicação de verbas destinadas a Secretaria de Saúde, que não investigassem profundamente os fatos, de modo que o relatório final não apontasse as ilegalidades”.

O dinheiro para o pagamento dos vereadores vinha, segundo o MP de empresas prestadoras de serviços que superfaturavam notas em troca do direcionamento de licitações pelo poder público. Com isto se \"sangreava\" os cofres públicos com dinheiro da saúde, educação, obras, serviços urbanos, entre outras.

Conforme ainda o MP, em votações de projetos polêmicos como de correção do IPTU, da prorrogação do prazo para a queima da palha da cana-de-çúcar e outros, os vereadores recebiam pagamentos extras para votarem a favor dos interesses do prefeito e corruptores.



Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça homologa candidatura dos 7 candidatos a prefeito de Dourados
Eleições 2020

Justiça homologa candidatura dos 7 candidatos a prefeito de Dourados

21/10/2020 09:35
Justiça homologa candidatura dos 7 candidatos a prefeito de Dourados
Candidatos apostam em nomes criativos para a disputa
Eleições 2020

Candidatos apostam em nomes criativos para a disputa

21/10/2020 08:02
Candidatos apostam em nomes criativos para a disputa
Senado autoriza que BNDES faça empréstimo internacional
US$ 750 milhões

Senado autoriza que BNDES faça empréstimo internacional

21/10/2020 07:36
Senado autoriza que BNDES faça empréstimo internacional
Projeto de Marçal cria campanha de incentivo à vacinação em MS
Mato Grosso do Sul

Projeto de Marçal cria campanha de incentivo à vacinação em MS

20/10/2020 13:59
Projeto de Marçal cria campanha de incentivo à vacinação em MS
Veja as propostas dos candidatos a prefeito de Dourados para a educação
Política

Veja as propostas dos candidatos a prefeito de Dourados para a educação

20/10/2020 13:49
Veja as propostas dos candidatos a prefeito de Dourados para a educação
Últimas Notícias