Dourados – MS quarta, 19 de junho de 2024
19º
Meu Detran
Tributária

Reforma terá prioridade na Câmara em 2020, diz Rodrigo Maia

20 Dez 2019 - 07h58Por Agência Brasil
Rodrigo Maia: reformas tributária e administrativa terão prioridade no ano que vem - Rodrigo Maia: reformas tributária e administrativa terão prioridade no ano que vem -

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), divulgou, em Brasília, as pautas prioritárias para 2020. Entre elas, figuram as reformas tributária e administrativa,que devem ser aprovadas na Casa até o fim do primeiro semestre.

Segundo o deputado, entre as prioridades de votação constam a proposta de emenda à Constituição (PEC) que estabelece a prisão após a segunda instância, o projeto que trata da recuperação judicial, a autonomia do Banco Central, a proposta que assegura reajuste anual do Bolsa Família, licenciamento ambiental e o novo marco legal das concessões e parcerias público-privadas (PPP’s).  

 O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, faz balanço dos trabalhos da Casa em 2019.
Rodrigo Maia: reformas tributária e administrativa terão prioridade no ano que vem     (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
A expectativa é que seja instalada ainda esta semana uma comissão especial do Congresso Nacional para definir o texto da reforma tributária. O colegiado terá 90 dias e deve funcionar no período de recesso legislativo, que vai até 2 de fevereiro de 2020.

Comissão terá 30 parlamentares
A meta do colegiado é conciliar os textos em tramitação no Senado e na Câmara com as sugestões do governo. A comissão será formada por 15 deputados e 15 senadores e terá como presidente o senador Roberto Rocha (PSDB-MA) e, como relator, o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB).

Já a reforma administrativa, segundo Rodrigo Maia, tem o objetivo de melhorar e estimular a qualidade do serviço prestado, garantindo "o mínimo de meritocracia possível". Para o parlamentar, a estabilidade no serviço público deve estar condicionada a regras mais firmes.

"Concurso não pode ser a garantia de estabilidade. A garantia tem que ser a qualidade do serviço que ele [funcionário público] presta à sociedade", disse.

Outra proposta prioritária é a chamada PEC Emergencial. A medida prevê, entre outros pontos, a diminuição da jornada do serviço público com redução de vencimentos, suspensão de promoções, vedação de novas despesas obrigatórias e proibição de concursos.
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Deputados estaduais debatem Projeto de Lei Antiaborto por Estupro
ALEMS

Deputados estaduais debatem Projeto de Lei Antiaborto por Estupro

18/06/2024 20:00
Deputados estaduais debatem Projeto de Lei Antiaborto por Estupro
Ordem do Dia: Parto sem carência imposta pelos planos de saúde segue à sanção
ALEMS

Ordem do Dia: Parto sem carência imposta pelos planos de saúde segue à sanção

18/06/2024 18:30
Ordem do Dia: Parto sem carência imposta pelos planos de saúde segue à sanção
Vereadora realiza audiência pública sobre Comportamento Suicida e Autolesão na Juventude
Política

Vereadora realiza audiência pública sobre Comportamento Suicida e Autolesão na Juventude

18/06/2024 13:00
Vereadora realiza audiência pública sobre Comportamento Suicida e Autolesão na Juventude
CPI das Apostas Esportivas vai ouvir ex-assessor de Haddad
Senado

CPI das Apostas Esportivas vai ouvir ex-assessor de Haddad

17/06/2024 06:45
CPI das Apostas Esportivas vai ouvir ex-assessor de Haddad
Destaque da semana é a realização do "2º Arraiá"
ALEMS

Destaque da semana é a realização do "2º Arraiá"

16/06/2024 06:15
Destaque da semana é a realização do "2º Arraiá"
Últimas Notícias