Dourados – MS segunda, 24 de fevereiro de 2020
Dourados
31º max
20º min
Política

PSL se prepara para eleições de 2012

04 Fev 2011 - 15h53
George Takimoto e Luiz Machado: preparando o PSL para as eleições municipais de 2012 - Crédito: Foto: Marcos SantosGeorge Takimoto e Luiz Machado: preparando o PSL para as eleições municipais de 2012 - Crédito: Foto: Marcos Santos
DOURADOS – O Partido Social Liberal (PSL) já está se mobilizando para as eleições municipais de 2012, quando pretende disputar, inclusive, o cargo de prefeito de Dourados. O primeiro passo para a formação de um Diretório Municipal forte será a filiação do médico e ex-vereador Luiz Machado, que está deixando o Partido da República (PR) depois de anos de militância na legenda comandada pelo deputado Londres Machado. “Fui convidado pelo doutor George Takimoto para assumir a presidência do PSL e aceitei de imediato porque confio na proposta de trabalho do nosso deputado e, sobretudo, porque entendo que ele (Takimoto) será o candidato do partido a prefeito em 2012”, enfatizou Luiz Machado.

Na manhã de ontem, ao anunciar o convite para que Luiz Machado assumisse a presidência do PSL de Dourados, o deputado estadual George Takimoto fez questão de destacar a liderança que o novo filiado exerce junto aos médicos. “O doutor Luiz Machado é um dos profissionais mais dedicados à medicina que eu conheço e, também, um dos que mais trabalham em favor da população mais carente de Dourados”, enfatizou Takimoto. “Ele assume o comando do PSL com a missão de preparar o partido para as eleições de 2012 e tenho certeza que o doutor Luiz Machado atrairá a filiação daqueles que sonham em construir uma Dourados melhor”, conclui.


Luiz Machado salienta que o PSL está se preparando para servir como opção ao eleitor douradense no ano que vem. “A população está desacreditada e duvida das boas intenções dos políticos, mas temos que mostrar que é possível fazer política livre de interesses pessoais ou de grupos, ou seja, é possível fazer da política um instrumento de transformação da vida das pessoas, construindo uma cidade decente para se viver, investir, constituir família e criar os filhos”, argumenta Luiz Machado.

Neste cenário, ele aponta o deputado estadual George Takimoto como o nome ideal para disputar a prefeitura em 2012. Aos 69 anos, o médico George Takimoto, exerce seu primeiro mandato de deputado estadual, mas um veterano que retorna à vida pública de Mato Grosso do Sul, Estado para o qual já prestou relevantes serviços como vice-governador (1987-90) e deputado federal (1991-94). “O doutor George estava afastado da política partidária há quase 20 anos, mas a crise ética e administrativa que devastaram Dourados fizeram ele se juntar mais uma vez às esperanças de um povo que sonha em construir uma cidade melhor”, enfatiza Luiz Machado.

#####TRAJETÓRIA

– Para Luiz Machado, o deputado George Takimoto tem autoridade de quem já viveu diferentes experiências no cenário político da cidade e do Estado. O ingresso na vida pública foi quase casual, ou seja, o prestígio como médico já estava consolidado quando, no início dos anos 80, filiou-se ao PDS, sem a intenção de mergulhar na política como candidato. Em 1982 foi convidado para preencher, como vice de Luiz Antonio Gonçalves, uma das chapas que disputariam a Prefeitura. A vitória da chapa revelou à população novas opções de representatividade.

Em 1986, já no recém-nascido PFL, do qual era o presidente em Dourados, Takimoto é chamado para compor a primeira chapa de aliança interpartidária no Estado, como candidato a vice-governador de Marcelo Miranda. De 1987 a 1990 foi um vice atuante, cumpriu papéis importantes para o Estado e chegou a chefiar o Governo na ausência do titular. Poucos sabem, mas Takimoto plantou a semente da Universidade Estadual (Uems) na mobilização institucional e política pela criação da Universidade Latino-Americana (Uila), coordenada pela professora Lori Gressler.

O sonho da Uila se esvaiu, mas deixou na luta o embrião que os deputados Walter Carneiro e Roberto Razuk semearam com um projeto transformado em lei na Constituição Estadual criando a Uems. O vice Takimoto também conseguiu com o governador a criação e a instalação, em Dourados, da sede da vice-governadoria, que funcionou em um ano e meio de muitas transformações.

Em 1990, fim de mandato, o vice Takimoto tinha plenas condições para aspirar a outros vôos eleitorais: governo, prefeitura ou Congresso Nacional, mas optou por disputar uma cadeira de deputado federal. O PFL elegeu dois: ele e Waldir Guerra. Na Câmara, com excelente trânsito junto a lideranças nacionais, potencializou a busca de recursos e projetos para o Estado.

Eleito deputado estadual, Takimoto diz que vai trabalhar por todo o Estado – ele recebeu 23.646 votos em 60 dos 78 municípios – e pontua, porém, que a Grande Dourados merece a máxima das atenções de todos os políticos.

Especializado em Clínica Médica e Cirurgia-Geral, garante que continuará atendendo seus pacientes, mas vai ajustar o tempo para defender metas políticas que considera fundamentais. A maior prioridade é a melhoria da saúde pública.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Deputado João Henrique anuncia, na tribuna, saída do G-11
Política

Deputado João Henrique anuncia, na tribuna, saída do G-11

21/02/2020 08:48
Deputado João Henrique anuncia, na tribuna, saída do G-11
Após derrota no STJ, Renato Vidigal tem liberdade negada no STF
POLÍTICA

Após derrota no STJ, Renato Vidigal tem liberdade negada no STF

20/02/2020 17:51
Após derrota no STJ, Renato Vidigal tem liberdade negada no STF
Defesa tem expectativa frustrada e Vidigal continua preso por decisão do STJ
JUSTIÇA

Defesa tem expectativa frustrada e Vidigal continua preso por decisão do STJ

20/02/2020 14:42
Defesa tem expectativa frustrada e Vidigal continua preso por decisão do STJ
Deputado adverte a falta de planejamento na educação em Dourados
política

Deputado adverte a falta de planejamento na educação em Dourados

20/02/2020 07:35
Deputado adverte a falta de planejamento na educação em Dourados
Parlamentares de três partidos pedem cassação do mandato de Flávio Bolsonaro
Política

Parlamentares de três partidos pedem cassação do mandato de Flávio Bolsonaro

19/02/2020 15:00
Parlamentares de três partidos pedem cassação do mandato de Flávio Bolsonaro
Últimas Notícias