Dourados – MS quarta, 23 de setembro de 2020
Dourados
30º max
15º min
Eleições

PMN apoia candidatura de Marquinhos Trad à Prefeitura da Capital

02 Mai 2016 - 06h00
PMN caminhará ao lado do deputado Marquinhos Trad rumo à prefeitura mas terá chapa pura para a Câmara de Vereadores. - Crédito: Foto: DivulgaçãoPMN caminhará ao lado do deputado Marquinhos Trad rumo à prefeitura mas terá chapa pura para a Câmara de Vereadores. - Crédito: Foto: Divulgação
Durante encontro de lideranças ocorrido no último sábado, no auditório do Turis Hotel, em Campo Grande, o PMN (Partido da Mobilização Nacional) fechou compromisso de apoio à candidatura do deputado estadual Marquinhos Trad (PSD) à Prefeitura da Capital.


Aliança, no entanto, só será homologada durante convenção dos dois partidos antes da oficialização da candidatura, conforme determina a legislação eleitoral.


Em discurso na reunião, que lotou o local do evento, o presidente regional do PMN, Máximo Brasil, antecipou que o partido, apesar de decidir caminhar junto com o PSD na disputa pelos cargos majoritários (prefeito e vice), terá chapa pura nas eleições proporcionais (Câmara de Vereadores).


Segundo ele, o PMN caminhará ao lado do deputado Marquinhos Trad rumo à prefeitura, mas terá chapa pura para a Câmara de Vereadores.


Ele disse que o partido conta hoje com 58 pré-candidatos, dos quais, 44 terão seus nomes homologados na convenção. "Temos um quadro de candidatos de fazer inveja", disse.


Máximo agradeceu a todos, principalmente os pré-candidatos e os membros dos diretórios municipal e regional, destacando que o PMN terá grande chance de eleger entre dois ou três vereadores nas eleições municipais de outubro.


Em seu discurso, Marquinhos Trad disse que é preciso retomar o crescimento de Campo Grande, resolver o caos as saúde pública, executar obras de infraestrutura, gerar emprego e renda para a população, hoje na expectativa profundas mudanças.


O pré-candidato à sucessão do prefeito Alcides Bernal (PP) também falou sobre o projeto do PSD ‘Conversa com a Nossa Gente’, o qual, segundo ele, será um canal onde as pessoas terá a oportunidade de interagir.
O projeto é uma espécie de réplica do programa do PSDB "Pensando Campo Grande", que alavancou a candidatura de Reinaldo Azambuja em 2012.


O PSD lançou o projeto no dia 12 de março, quando o deputado estadual Marquinhos Trad assinou a ficha de filiação e anunciou essa estratégia que consiste em ouvir a sugestão da população sobre as necessidades básicas da cidade e inserir os pontos principais em sua plataforma de governo.


Entre os pré-candidatos a vereador pelo PMN estão Filho do Padre, Izaque Jordão, Tute da Ceasa, João Marcelo, Sílvio Pitu, Coronel Hajala, Adriano Arce, Pastora Leila, Dutra, Doutor Juatel Beckr, engenheiro Cleiton Franco, Zaparolli, Laura, Júlio, David e Irmão Wagner.


Fizeram parte da mesa durante o encontro, além de Máximo Brasil e Marquinhos Trad, a psicóloga Antônia, Cleiton Franco, Jéssica, Vanderli Raiter, Nilson Peixoto e Alexandre.

Adversários


Marquinhos Trad se articula na tentativa de fortalecer a sua candidatura à prefeitura da Capital, visando o confronto com adversários de peso.


Por enquanto, a única candidatura certa até agora é a da vice-governadora Rose Modesto, que esta semana teve o seu nome confirmado pela cúpula regional do PSDB com apoio do governador Reinaldo Azambuja.


Outros nomes também estão sendo lembrados para participar das eleições municipais de outubro. O PMDB do ex-governador André Puccinelli aponta o senador Waldemir Moka e o deputado federal Carlos Marun como opções, mas ninguém descarta a homologação da candidatura do líder maior do partido.


Particularmente, André Puccinelli tem dito que não tem interesse em disputar a prefeitura, abrindo espaço para outros correligionários.


O desejo do ex-governador, segundo o presidente regional do PMDB e presidente da Assembleia Legislativa, Júnior Mochi, é concorrer ao governo do Estado nas eleições de 2018.


Para analistas, André Puccinelli pode vir a mudar de ideia motivado pela iminente ascensão política do PMDB em nível nacional a partir do impeachment da presidente Dilma Rousseff, que dá o direito do vice-presidente Michel Temer (PMDB-SP) assumir o comando do Palácio do Planalto.


O ex-prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PTB), também se articula visando concorrer ao cargo pela terceira vez, mas tanto pode abrir mão em favor do irmão, Marquinhos, quanto entrar na disputa.


O deputado federal Zeca do PT e o deputado estadual Pedro Kemp são os nomes no Partido dos Trabalhadores para o confronto na Capital.


Há dias, Zeca admitiu ficar fora da disputa após a prisão do senador Delcídio do Amaral (PT), acusado de obstruir as investigações da Operação Lava Jato, da Polícia Federal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TSE atualiza aplicativo Pardal, que recebe denúncias sobre eleições
Eleições 2020

TSE atualiza aplicativo Pardal, que recebe denúncias sobre eleições

22/09/2020 18:36
TSE atualiza aplicativo Pardal, que recebe denúncias sobre eleições
Projeto institui Semana da Conscientização sobre a Esquizofrenia em MS
Política

Projeto institui Semana da Conscientização sobre a Esquizofrenia em MS

17/09/2020 13:52
Projeto institui Semana da Conscientização sobre a Esquizofrenia em MS
Governador Reinaldo Azambuja testa positivo para Covid-19
Comunicado Oficial

Governador Reinaldo Azambuja testa positivo para Covid-19

17/09/2020 09:43
Governador Reinaldo Azambuja testa positivo para Covid-19
A pedido do PSD, Daniela mantém pré-candidatura à vereadora
Eleições 2020

A pedido do PSD, Daniela mantém pré-candidatura à vereadora

16/09/2020 10:15
A pedido do PSD, Daniela mantém pré-candidatura à vereadora
STF declara inconstitucional a impressão do voto pela urna eletrônica
Eleições 2020

STF declara inconstitucional a impressão do voto pela urna eletrônica

15/09/2020 17:35
STF declara inconstitucional a impressão do voto pela urna eletrônica
Últimas Notícias