Dourados – MS quarta, 14 de abril de 2021
Dourados
31º max
22º min
Influx - Campanha 2021
Política

Plano de Cargos e Carreiras valoriza servidores da saúde, diz secretário

Geraldo Resende propõe implantação efetiva da Lei Estadual 5.175/2018, instituindo percentuais dos adicionais de função das categorias e o enquadramento de níveis de servidores

25 Fev 2021 - 17h58Por Da redação
Plano de Cargos e Carreiras valoriza servidores da saúde, diz secretário -
A implantação do Plano de Cargos e Carreiras para os servidores estaduais da área de saúde possibilitará a valorização dos profissionais que atuam na Secretaria de Estado de Saúde (SES) e na Fundação de Serviços de Saúde de Mato Grosso do Sul (FUNSAU). A avaliação é do secretário estadual Geraldo Resende, que defende a medida, por meio da implantação do Plano de Cargos e Carreiras, conforme preceitua a Lei Estadual nº 5.175/2018. 
 
“Quando essa lei foi aprovada, no ano de 2018, o Estado encontrava-se no limite prudencial de despesas com pessoal. Porém, por meio de um trabalho feito pelo governador Reinaldo Azambuja com apoio da Assembleia Legislativa, houve uma contenção de gastos e economia, o que agora vai possibilitar a adoção do Plano de Cargos e Carreiras”, explica Geraldo Resende, que está encaminhando ofício com essa justificativa, à Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização (SAD).
 
Um dos aspectos que a efetiva implementação do Plano vai propiciar será a melhoria nos vencimentos de grande parte dos servidores tanto da SES quanto da FUNSAU, que encontram-se defasados. Isso se dará pelo aumento do percentual de adicional de função para diversos profissionais, levando em consideração a complexidade do trabalho exercido pelos mesmos.
 
“A pandemia da Covid-19 veio a tornar ainda mais complexo o trabalho de muitos servidores da saúde. Muitos trabalharam e continuam trabalhando no limite da exaustão, porém a Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar Federal Nº 101/2000) impedia de se fazer uma forma de compensação por meio de valorização salarial”, salienta Geraldo Resende.
 
Quando a Lei 5.175/2018 foi publicada, Mato Grosso do Sul encontrava-se no limite de sua despesa com pessoal, na faixa de 46,55%, considerada prudencial, segundo dispõe a Lei de Responsabilidade Fiscal. No entanto, Resolução da Secretaria de Estado de Fazenda (SEFAZ) publicada no último dia 28 de janeiro, informa que esse percentual hoje encontra-se em 41,87%, inferior portanto ao limite imposto pela Lei Federal.
 
De acordo com levantamento feito pela equipe da SES, outro ponto que subsidia o pedido que está sendo feito à Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização (SAD) é o fato de que o art. 8º da Lei Complementar Federal nº 173/2020 permite o aumento de vantagens aos servidores, desde que decorrente de determinação legal anterior à calamidade pública da Covid-19, que é o caso da Lei Estadual nº 5.175/2018.
 
A solicitação à SAD também leva em consideração “a necessidade de valorização dos Recursos Humanos que tem se empenhado nas ações de combate à pandemia e na linha de frente hospitalar, atendendo a toda a população sul-mato-grossense”.
 
O ofício encaminhado à Secretaria de Administração e Desburocratização, assinado pelo secretário Geraldo Resende finaliza solicitando “os encaminhamentos necessários para a aplicação da Lei Estadual nº 5.175/2018, especialmente a aplicação célere dos novos percentuais dos adicionais de função das categorias e o enquadramento dos níveis definidos na lei”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Lira nega que Bolsonaro vá viajar para não sancionar o Orçamento deste ano
Política

Lira nega que Bolsonaro vá viajar para não sancionar o Orçamento deste ano

13/04/2021 17:00
Lira nega que Bolsonaro vá viajar para não sancionar o Orçamento deste ano
Em Brasília, governador cobra reforço de vacinas para fronteira e mais kit intubação
MS

Em Brasília, governador cobra reforço de vacinas para fronteira e mais kit intubação

13/04/2021 16:26
Em Brasília, governador cobra reforço de vacinas para fronteira e mais kit intubação
Parlamentares se preocupam com efeitos da pandemia na primeira infância
Política

Parlamentares se preocupam com efeitos da pandemia na primeira infância

13/04/2021 08:30
Parlamentares se preocupam com efeitos da pandemia na primeira infância
Projeto garante tratamento no SUS para pessoas com sequelas da Covid-19
Saúde

Projeto garante tratamento no SUS para pessoas com sequelas da Covid-19

12/04/2021 15:30
Projeto garante tratamento no SUS para pessoas com sequelas da Covid-19
Tragédia

Morador de rua morre atropelado na BR-163 em Dourados

12/04/2021 11:40
Últimas Notícias