Dourados – MS domingo, 20 de junho de 2021
Dourados
19º max
10º min
GOVERNO

Planalto teme investigação sobre obras do governo Dilma

11 Abr 2016 - 08h38
Governo ficou com receio após a homologação da delação premiada da Andrade Gutierrez. - Crédito: Foto: DivulgaçãoGoverno ficou com receio após a homologação da delação premiada da Andrade Gutierrez. - Crédito: Foto: Divulgação
A homologação da delação dos executivos da construtora Andrade Gutierrez ocorreu na semana passada e deixou assessores presidenciais preocupados. De acordo com a Folha de S. Paulo, eles agora avaliam que projetos do governo Dilma podem ser investigados pela Operação Lava Jato.

Segundo a reportagem, essa possibilidade alterou o humor da presidente Dilma e a equipe da petista ficou apreensiva. Isso porque a divulgação da delação premiada do ex-presidente da construtora Otávio de Azevedo ocorreu justo quando o governo pensava que estaria virando o jogo do impeachment.

Durante a delação, os executivos da Andrade relataram que parte das doações legais para a campanha presidencial de 2014 tiveram origem em propinas, além disso, eles revelaram que os recursos vieram de obras tocadas no governo Dilma, como a usina de Belo Monte.

A presidente teria ficado irritada com a delação e reafirmou a assessores que, se houve algum esquema de propina com doações legais, não foi montado por sua equipe de campanha, apontando que seria de responsabilidade do PT explicar irregularidades nessa área.

A reportagem da Folha destaca que os assessores de Dilma disseram que ela não quis misturar as contas de sua campanha com as do PT. Por isso, o então ministro Edinho Silva (Comunicação Social) foi escalado para comandar suas finanças na eleição. Dilma havia deixado claro que não queria interferência do tesoureiro do PT, João Vaccari Neto.

O Planalto estaria bastante preocupado pois ainda não há a divulgação do conteúdo completo da delação. Um auxiliar presidencial disse à publicação que a delação premiada criou "um cenário imprevisível", desestabilizando o clima que parecia ficar mais favorável para o governo.

Ainda segundo a reportagem, Dilma tem frisado que em nenhum momento foi dito à sua equipe que os R$ 20 milhões doados para sua campanha teriam origem em um esquema de propina. Segundo a presidente, não cabe a ela explicar isso, mas ao tesoureiro do PT.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ações de Direitos humanos passam a ser exigidas em órgãos públicos
Direitos humanos

Ações de Direitos humanos passam a ser exigidas em órgãos públicos

19/06/2021 12:00
Ações de Direitos humanos passam a ser exigidas em órgãos públicos
Deputados solicitam agilidade na tramitação da autorização da autorregulação ferroviária
Política

Deputados solicitam agilidade na tramitação da autorização da autorregulação ferroviária

16/06/2021 13:30
Deputados solicitam agilidade na tramitação da autorização da autorregulação ferroviária
ALEMS homenageia engenheiros agrimensores em sessão solene nesta terça-feira
Política

ALEMS homenageia engenheiros agrimensores em sessão solene nesta terça-feira

14/06/2021 14:30
ALEMS homenageia engenheiros agrimensores em sessão solene nesta terça-feira
Adolescente de 15 anos morre atropelado em Dourados
Polícia

Adolescente de 15 anos morre atropelado em Dourados

14/06/2021 08:30
Adolescente de 15 anos morre atropelado em Dourados
Renato Câmara cobra apoio do Governo a família de pacientes
Política

Renato Câmara cobra apoio do Governo a família de pacientes

11/06/2021 15:30
Renato Câmara cobra apoio do Governo a família de pacientes
Últimas Notícias