Dourados – MS quinta, 24 de setembro de 2020
Dourados
34º max
17º min
Senado

Pedro Chaves assume vaga do ex-senador Delcídio do Amaral

18 Mai 2016 - 06h00
Mandato de Chaves vai até 2018. - Crédito: Foto: DivulgaçãoMandato de Chaves vai até 2018. - Crédito: Foto: Divulgação
Ontem foi dia de posses no senado, em vagas que foram deixadas temporariamente pelos senadores que assumiram temporariamente os ministérios e também do novo senador Pedro Chaves (PSC) que assume a vaga do senador Delcídio do Amaral que teve o seu mandato cassado por unanimidade por ter sido preso em flagrante acusado de atrapalhar as investigações da Lava Jato. O mandato de Chaves vai até 2018. Agora a primeira suplente é a petista Zonir Tetila, ex-primeira dama de Dourados.


Também tomaram posse no Senado, ontem, Wirlande da Luz (PMDB-RR) e José Aníbal (PSDB-SP). Os três juraram "guardar a Constituição e as leis do país, desempenhar fiel e lealmente o mandato e sustentar a união, a integridade e a independência do Brasil".


Pedro Chaves é economista e educador, foi reitor por 15 anos e criador de várias universidades. Ele pretende focar o trabalho legislativo nas áreas de educação, saúde, meio ambiente e economia.


Wirlande da Luz assume no lugar de Romero Jucá (PMDB-RR), que se licenciou para assumir o cargo de ministro do Planejamento do governo Michel Temer. Wirlande é médico pediatra e tem 61 anos. Foi secretário municipal de Saúde de Boa Vista e ocupou a vaga de senador em 2005, durante quatro meses, enquanto o titular permaneceu à frente do Ministério da Previdência no governo Lula. Sua atuação foi voltada à área social, com destaque para a saúde. O parlamentar já foi também presidente do Conselho Regional de Medicina de Roraima.


Já o ex-deputado federal José Aníbal assume a cadeira de José Serra (PSDB-SP), novo ministro das Relações Exteriores. Aos 68 anos, Aníbal preside atualmente o Instituto Teotônio Villela (ITV). É membro do PSDB de São Paulo, partido ao qual se filiou em 1989, após passar pelo PMDB e pelo PT. Já exerceu o mandato de vereador em São Paulo e foi eleito deputado federal por cinco vezes. Na Câmara foi líder do PSDB e presidente da Comissão de Constituição e Justiça. Também já exerceu cargo no governo paulista e presidiu o PSDB nacional.


Recepcionado por parlamentares da bancada federal de Mato Grosso do Sul e acompanhado pelos senadores sul-mato-grossenses Simone Tebet e Waldemir Moka, ambos do PMDB, o empresário foi conduzido até a mesa diretora onde recebeu o diploma e fez a leitura do juramento de posse.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TSE atualiza aplicativo Pardal, que recebe denúncias sobre eleições
Eleições 2020

TSE atualiza aplicativo Pardal, que recebe denúncias sobre eleições

22/09/2020 18:36
TSE atualiza aplicativo Pardal, que recebe denúncias sobre eleições
Projeto institui Semana da Conscientização sobre a Esquizofrenia em MS
Política

Projeto institui Semana da Conscientização sobre a Esquizofrenia em MS

17/09/2020 13:52
Projeto institui Semana da Conscientização sobre a Esquizofrenia em MS
Governador Reinaldo Azambuja testa positivo para Covid-19
Comunicado Oficial

Governador Reinaldo Azambuja testa positivo para Covid-19

17/09/2020 09:43
Governador Reinaldo Azambuja testa positivo para Covid-19
A pedido do PSD, Daniela mantém pré-candidatura à vereadora
Eleições 2020

A pedido do PSD, Daniela mantém pré-candidatura à vereadora

16/09/2020 10:15
A pedido do PSD, Daniela mantém pré-candidatura à vereadora
STF declara inconstitucional a impressão do voto pela urna eletrônica
Eleições 2020

STF declara inconstitucional a impressão do voto pela urna eletrônica

15/09/2020 17:35
STF declara inconstitucional a impressão do voto pela urna eletrônica
Últimas Notícias