Dourados – MS segunda, 24 de junho de 2024
24º
UEMS - Pantanal
Brasil e Paraguai

Parlasul dá início à aprovação do Acordo de Circulação

18 Dez 2019 - 14h34
Parlasul dá início à aprovação do Acordo de Circulação -

Foi aprovada pela Comissão Mista do Parlasul (Parlamento do Mercosul, bloco composto por Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai),  mensagem presidencial (MSC 497/2018) pedindo a análise do acordo de integração entre os municípios fronteiriços do Brasil e do Paraguai. O acordo, assinado em 2017 pelos governos dos dois países, agora será analisado primeiro pela Câmara dos Deputados e, em seguida, pelo Senado Federal.

O Brasil já possui acordos semelhantes com a Argentina e o Uruguai, em que os moradores de cidades brasileiras que fazem fronteira com cidades-irmãs desses outros países passam a ter um status especial, em que é permitida a livre circulação e a utilização dos serviços públicos, como escolas e hospitais. Para o deputado Celso Russomanno (Republicanos-SP), relator do acordo, é um grande avanço.

"Já tínhamos esses acordos com nossos outros dois primeiros parceiros do Mercosul: Argentina e Uruguai. Temos 588 municípios brasileiros que fazem fronteira com outros países da América do Sul. Com esse acordo, os residentes das cidades-irmãs do Brasil e do Paraguai poderão circular de um lado para o outro, podendo trabalhar, estudar, ir aos comércios e mesmo aos serviços de saúde em condições de gratuidade e reciprocidade", defende.

Segundo a Agência Brasil, esses acordos entre os países do Mercosul visam agilizar a integração dos países vizinhos. Os cidadãos de ambos os países que residam em cidades-irmãs como Foz do Iguaçu (Brasil) e Ciudad del Este (Paraguai) poderão solicitar uma carteira própria, denominada Carteira de Trânsito Vicinal Fronteiriço, que lhes dará o direito de circular livremente. Essas carteiras terão validade de cinco anos e somente serão concedidas a pessoas que não possuam antecedentes judiciais-penais. 

Todas essas facilidades ocorrerão quando a Câmara e o Senado brasileiros aprovarem o texto desse acordo, separadamente. Nas duas Casas, deverá passar pelas comissões de Relações Exteriores e de Constituição e Justiça. Caso seja em caráter conclusivo, tanto na Câmara como no Senado, não precisará ir a Plenário se não houver recursos.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Seminários, reuniões e assinatura de emendas movimentam a semana
ALEMS

Seminários, reuniões e assinatura de emendas movimentam a semana

24/06/2024 07:00
Seminários, reuniões e assinatura de emendas movimentam a semana
Mara Caseiro propõe a criação da Frente Parlamentar dos Direitos das Mulheres
ALEMS

Mara Caseiro propõe a criação da Frente Parlamentar dos Direitos das Mulheres

23/06/2024 07:00
Mara Caseiro propõe a criação da Frente Parlamentar dos Direitos das Mulheres
Nelsinho Trad pede liberação de recursos de programa de mobilidade urbana
Senado

Nelsinho Trad pede liberação de recursos de programa de mobilidade urbana

22/06/2024 06:45
Nelsinho Trad pede liberação de recursos de programa de mobilidade urbana
Lula diz que vai sancionar projeto que libera cassinos e jogos de azar
Política

Lula diz que vai sancionar projeto que libera cassinos e jogos de azar

21/06/2024 18:45
Lula diz que vai sancionar projeto que libera cassinos e jogos de azar
Tetila é pré-candidato a vice-prefeito de Tiago Botelho
Eleições 2024

Tetila é pré-candidato a vice-prefeito de Tiago Botelho

21/06/2024 10:00
Tetila é pré-candidato a vice-prefeito de Tiago Botelho
Últimas Notícias