Dourados – MS sábado, 17 de abril de 2021
Dourados
32º max
20º min
Influx - Campanha 2021
Política

Menos de 2% regularizaram título em MS

01 Abr 2011 - 22h00
Maioria dos eleitores busca os cartórios para justificar a falta nas eleições suplementares - Crédito: Foto: Hédio Fazan/PROGRESSOMaioria dos eleitores busca os cartórios para justificar a falta nas eleições suplementares - Crédito: Foto: Hédio Fazan/PROGRESSO
Marli Lange

DOURADOS - Até ontem, menos de 2% dos 23.670 eleitores de Mato Grosso do Sul que não votaram nas três últimas eleições procuraram os cartórios para se regularizar. O prazo vai até dia 14 deste mês, caso contrário, ele poderá ter o documento cancelado.

Em Campo Grande esse número corresponde a aproximadamente 10,5%, segundo o Tribunal Regional Eleitoral. Em Dourados, segundo maior colégio eleitoral do Estado, além dos eleitores que não votaram nas três últimas eleições e que tem prazo para se regularizar até dia 14, também devem justificar até dia 7 os eleitores que não votaram na eleição suplementar realizada no dia 6 de fevereiro e que elegeu prefeito Murilo Zauith.

Em Dourados houve uma abstenção de 38.146 eleitores nas urnas, representando 27,39%. Neste último caso, o eleitor terá problema e futuramente também poderá ter o título cancelado.


No entanto, quem não votou nas três últimas eleições e não pretende se regularizar até dia 14 poderá ter titulo cancelado após essa data. Em Dourados menos de 2 mil eleitores estão nesta situação. De acordo com a chefe do Cartório da 43ª Zona Eleitoral, Milca Pereira, a maior procura é daqueles que não votaram nas eleições suplementares.

Para justificar o eleitor deve comparecer a qualquer cartório eleitoral com um documento oficial que comprove sua identidade, o título eleitoral e os comprovantes de eventuais votações, de justificativas, de pagamento ou de dispensa e recolhimento de multa.

Aquele que tiver o título cancelado fica impedido de obter passaporte ou carteira de identidade, além de dificultar a investidura ou nomeação em concurso público e na obtenção da certidão de quitação eleitoral ou qualquer documento perante repartições diplomáticas a que estiver subordinado.


#####CAMPANHA

A partir da próxima quarta-feira (9) a Justiça Eleitoral veicula para todo país campanha para incentivar os eleitores faltosos a justificar sua ausência às urnas.

No início de fevereiro um levantamento mostrou que 1.451.752 eleitores haviam faltado às três últimas eleições e, por isso, precisavam comparecer ao cartório eleitoral para regularizar o documento. Até o momento, 21.082 pessoas já regularizaram a situação junto aos cartórios eleitorais de todo o Brasil.

Os maiores colégios eleitorais do país registraram também o maior número de justificativas. O estado que mais atendeu eleitores nesse sentido foi Minas Gerais, com 4.552 até o momento. Mas outros 121.994 ainda precisam se apresentar somente naquele estado. Em São Paulo foram 4.117 regularizações; na Bahia 2.067; e no Rio de Janeiro 1.222.


Na página do Tribunal Superior Eleitoral na internet www.tse.gov.br (opção “Serviços ao Eleitor”) é possível fazer uma consulta para verificar se o documento está sujeito ao cancelamento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Governo regulamenta Mais Social e organiza pagamentos a partir de maio
MS

Governo regulamenta Mais Social e organiza pagamentos a partir de maio

17/04/2021 07:15
Governo regulamenta Mais Social e organiza pagamentos a partir de maio
Área social será a nova marca do Governo do Estado, segundo Sérgio Murilo
Política

Área social será a nova marca do Governo do Estado, segundo Sérgio Murilo

17/04/2021 07:10
Área social será a nova marca do Governo do Estado, segundo Sérgio Murilo
Prefeitura disponibiliza equipe para atender CPI da Covid
Dourados

Prefeitura disponibiliza equipe para atender CPI da Covid

16/04/2021 13:56
Prefeitura disponibiliza equipe para atender CPI da Covid
STF mantém anulação das condenações de Lula
Política

STF mantém anulação das condenações de Lula

16/04/2021 10:15
STF mantém anulação das condenações de Lula
Política

Fachin pede para mudar para a Primeira Turma do STF

16/04/2021 08:35
Últimas Notícias