Dourados – MS quinta, 05 de agosto de 2021
Dourados
26º max
14º min
Política

Marisa diz que Covas foi um estadista

30 Mar 2011 - 08h54
Marisa Serrano destaca a importância de Mario Covas - Crédito: Foto : DivulgaçãoMarisa Serrano destaca a importância de Mario Covas - Crédito: Foto : Divulgação
Brasília - A senadora Marisa Serrano (PSDB-MS) destacou o compromisso do ex-governador Mário Covas com a ética e a verdade durante sessão que homenageou a memória do político ontem. A senadora foi autora do requerimento de homenagem.

“Moralidade, correção, franqueza, força, firmeza de caráter. Estas são algumas características do engenheiro, político e estrategista Mário Covas. Um homem que foi e sempre será exemplo para a classe política”.
Marisa destacou que Covas foi um estadista e colocou a transparência e a honestidade em primeiro plano. “Covas deixou a marca da coragem, da determinação e da lucidez em suas ações, mas especialmente demonstrou como é possível pautar a vida pública pela ética”.

Para ela o ex-governador e ex-senador Mário Covas, morto há dez anos, deixou vivo o legado de moralidade, correção, franqueza, força e firmeza de caráter. Segundo Marisa, Covas foi um estadista e um modelo para a classe política brasileira. Ela foi autora do requerimento de homenagem.
“Mário Covas continua a ser uma das mais importantes referências éticas no Brasil após dez anos de sua morte” – afirmou, destacando que Covas colocou em primeiro plano a transparência e a honestidade.

Marisa Serrano mencionou a atuação de Mário Covas ainda na ditadura, repudiando o Ato Institucional 5, o que causou a suspensão de seus direitos políticos. Ele também foi um dos artífices da anistia e da campanha pelas Diretas Já, atuou na Assembléia Nacional Constituinte e fundou o PSDB, partido pelo qual se candidatou nas primeiras eleições após a retomada do regime democrático no país, em 1989.

Ela lembrou que em seu discurso de candidato a presidente da República, feito no Senado, Covas defendeu a conciliação da política com a verdade, sem fazer nenhum tipo de concessão de natureza eleitoral.

“Mário Covas era assim, extremamente comprometido com a verdade, jamais ultrapassou as fronteiras da decência, fazia política com paixão. E é também por isso que seu legado, passados dez anos de sua morte, não foi e não pode ser esquecido”, declarou Marisa Serrano.

A senadora Marisa Serrano ainda ressaltou que Mário Covas era extremamente comprometido com a verdade. “Jamais ultrapassou as fronteiras da decência, fazia política com paixão. E é também por isso que seu legado, passados 10 anos de sua morte, não foi e não pode ser esquecido”.

Mário Covas foi um dos fundadores do PSDB, em 1988. Foi deputado federal por três vezes, cumpriu dois mandatos de senador e foi eleito governador de São Paulo duas vezes. Morreu aos 70 anos, no dia 6 de março de 2001, de câncer de bexiga e intestino.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política

Presidente sanciona lei sobre educação bilíngue de surdos

há 37 minutos atrás
Vereadores e prefeito poderão ter dívidas da Câmara descontadas em folha
Política

Vereadores e prefeito poderão ter dívidas da Câmara descontadas em folha

31/07/2021 08:00
Vereadores e prefeito poderão ter dívidas da Câmara descontadas em folha
Ciro Nogueira aceita convite de presidente para chefiar Casa Civil
Política

Ciro Nogueira aceita convite de presidente para chefiar Casa Civil

27/07/2021 16:00
Ciro Nogueira aceita convite de presidente para chefiar Casa Civil
Prefeitura terá que cobrar vereadores para devolver verba da Câmara
Dourados

Prefeitura terá que cobrar vereadores para devolver verba da Câmara

26/07/2021 15:00
Prefeitura terá que cobrar vereadores para devolver verba da Câmara
Governador sanciona LDO, que prevê receita de R$ 18,47 bilhões para MS em 2022
Política

Governador sanciona LDO, que prevê receita de R$ 18,47 bilhões para MS em 2022

23/07/2021 08:00
Governador sanciona LDO, que prevê receita de R$ 18,47 bilhões para MS em 2022
Últimas Notícias