Dourados – MS quarta, 22 de setembro de 2021
Dourados
35º max
18º min
Institucional - Setembro
Política

Marisa deixa PSDB e ajuda Dilma reforçar base aliada

16 Jun 2011 - 22h31
Marisa deixa vida política depois de 40 anos de atuação - Crédito: Foto : J.Freitas/Agência SenadoMarisa deixa vida política depois de 40 anos de atuação - Crédito: Foto : J.Freitas/Agência Senado
Campo Grande - Eleita para ocupar uma vaga no TCE/MS (Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul), a senadora Marisa Serrano terá de deixar os quadros do PSDB para tomar posse no cargo, cuja cerimônia está sendo organizada pelo presidente da Corte Fiscal, Cícero de Souza.

Desta forma, o partido de oposição perde mais um integrante, enquanto a presidente Dilma Rousseff ganhará mais um aliado com o retorno do futuro novo senador Antonio Russo Neto ao PR, integrante da base governista
Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, Marisa afirmou que, além de deixar seu mandato no Senado, pedirá desligamento do PSDB.

Marisa foi eleita para o tribunal com 20 dos 23 votos dos conselheiros. \"Deixo a vida política depois de 40 anos. É uma boa oportunidade que tenho para trabalhar pelo meu Estado\".

Ela disse que já havia conversado com o presidente do PSDB, deputado federal Sérgio Guerra (PE), sobre o assunto. \"Não falei com ele hoje, mas já havia falado. Todos sabem que pleiteava essa vaga, lamentaram perder uma companheira, mas respeitaram a minha decisão\".

Nas eleições proporcionais e majoritárias do ano passado, o PSDB elegeu 53 deputados federais e 10 senadores, ficando com um a menos agora com a iminente saída de Marisa.

Com o desligamento da senadora, que também foi eleita vice-presidente nacional do partido, caberá ao deputado federal Reinaldo Azambuja, atual presidente regional, conduzir os destinos do PSDB em Mato Grosso do Sul.


Azambuja terá inclusive a missão de encaminhar as discussões em torno da sucessão do prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB), e também no interior do Estado, onde a legenda trabalha para ampliar suas bases eleitorais, elegendo mais prefeitos e vereadores em 2012.

Para o deputado, Marisa sempre foi um importante nome para o PSDB. “Marisa sempre foi uma líder dentro do partido e a sua saída irá deixar grande desfalque entre os tucanos”, avalia o deputado.

Ainda na entrevista, Marisa reiterou que irá trabalhar para que os \"recursos públicos sejam gastos a favor da população\".

Segundo o TCE, uma das exigências do tribunal para assumir o cargo é não ter vínculo partidário, o que justifica Marisa ter deixado o PSDB. Em 2010, ela participou da coordenação da campanha de José Serra à Presidência.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Barbosinha destaca luta em prol das pessoas com deficiência
Política

Barbosinha destaca luta em prol das pessoas com deficiência

21/09/2021 16:30
Barbosinha destaca luta em prol das pessoas com deficiência
Vereadores aprovam programa de regularização de edificações
Dourados

Vereadores aprovam programa de regularização de edificações

21/09/2021 15:30
Vereadores aprovam programa de regularização de edificações
Governo quer transferir gestão de hospitais regionais para organizações sociais
Política

Governo quer transferir gestão de hospitais regionais para organizações sociais

19/09/2021 08:00
Governo quer transferir gestão de hospitais regionais para organizações sociais
Simone Tebet defende criminalização do lobby ilegítimo no Brasil
Política

Simone Tebet defende criminalização do lobby ilegítimo no Brasil

19/09/2021 07:00
Simone Tebet defende criminalização do lobby ilegítimo no Brasil
Em agenda na Embaixada do Haiti, Sergio Nogueira pede regularização dos haitianos que residem em Dourados
Política

Em agenda na Embaixada do Haiti, Sergio Nogueira pede regularização dos haitianos que residem em Dourados

17/09/2021 16:45
Em agenda na Embaixada do Haiti, Sergio Nogueira pede regularização dos haitianos que residem em Dourados
Últimas Notícias