Dourados – MS sábado, 16 de outubro de 2021
Dourados
23º max
18º min
Política

Marçal tem agenda intensa em Brasília

15 Fev 2011 - 09h25
Marçal Filho discursa no grande expediente da Câmara: semana intensa em Brasília - Crédito: Foto: DivulgaçãoMarçal Filho discursa no grande expediente da Câmara: semana intensa em Brasília - Crédito: Foto: Divulgação

BRASÍLIA – O deputado federal Marçal Filho (PMDB) teve uma semana de agenda intensa em Brasília, tanto que não retornou à Dourados na sexta-feira passada e ontem usou a tribuna da Câmara dos Deputados para discursar no chamado grande expediente, onde destacou a importância de o Mato Grosso do Sul unir ainda mais as forças com o vizinho Paraná para viabilizar o ramal da Ferroeste, que ligará Maracaju, no centro do Estado, ao porto de Paranaguá, no Paraná. “Esse assunto será tratado na audiência que agendei para quarta-feira, dos governadores André Puccinelli e Beto Richa com o ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento”, anunciou Marçal Filho.

Outras prioridades para o Mato Grosso do Sul também foram defendidas por Marçal Filho na semana que passou. O deputado manteve audiência com o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, onde assegurou a presença do ministro no lançamento das obras do Pronto Atendimento Infantil (PAI) de Dourados e acompanhamento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Além disso convidou Padilha para vistoriar o Hospital Indígena da Missão Caiuá, único hospital para atendimento indígena do Brasil, que se encontra em situação de calamidade.

Marçal também se reuniu com o presidente da Fundação Nacional da Saúde (Funasa), Faustino Barbosa Lins, e apresentou demandas na área do saneamento básico para diversos municípios de Mato Grosso do Sul. O deputado também se reuniu com o secretário de Desenvolvimento do Centro Oeste, do MIN, Marcelo Contreiras de Almeida Dourado, onde recebeu a notícia da recriação da Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco) para antes do carnaval.

Nessa semana, o deputado terá ainda audiência com o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra de Souza Coelho, onde vai discutir projetos de drenagem e macrodrenagem em diversos municípios de Mato Grosso do Sul. Na quarta-feira a reunião será com o ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento. Na ocasião, Marçal Filho pretende ainda reivindicar recursos para suprir os cortes feitos pelo governo federal nas emendas de bancada, antes destinadas à manutenção de rodovias importantes para o Mato Grosso do Sul.

O deputado também apresentará ao ministro Alfredo Nascimento o pedido de destinação de recursos para recuperação, adequação e manutenção de outras rodovias sul-mato-grossenses que clamam por restaurações. “Não podemos aceitar cortes em orçamento para as rodovias, já que investir em recuperação da malha viária é investir na vida, prevenindo acidentes que podem ser evitados por meio de estradas bem conservadas”, analisa Marçal Filho.




Ainda na quarta-feira, o deputado se reúne com o diretor-presidente do Fundo Nacional de Assistência Social, Antônio José Gonçalves, onde pedirá celeridade na liberação de recursos para projetos em Mato Grosso do Sul, apresentando novos pleitos beneficiando os municípios. O diretor-presidente do Fundo Nacional de Educação, Daniel Silva Balaban, também será visitado pelo deputado Marçal Filho, que cobrará celeridade na liberação de recursos e apresentará novas reivindicações.

Outra audiência já confirmada pelo deputado será com a ministra de Aquicultura e Pesca, Ideli Salvatti. “Nessa reunião, também vou pedir rapidez na liberação de recursos para projetos que estão em andamento em Mato Grosso do Sul, já que a aquicultura é uma das atividades que mais crescem em todo o Estado e precisam de incentivos do governo federal”, finaliza Marçal Filho.

#####FERROESTE

– Marçal lembra que os governadores Beto Richa, do Paraná, e André Puccinelli, do Mato Grosso do Sul, reuniram-se no dia 7 de fevereiro, em Curitiba, para discutir a união de esforços em torno de um projeto de integração ferroviária entre os dois Estados. “O ramal será estratégico para a economia de Mato Grosso do Sul, beneficiando diretamente os municípios de Maracaju, Itaporã, Dourados, Laguna Carapã, Caarapó, Juti, Naviraí, Eldorado, Itaquiraí e Mundo Novo”, comemora Marçal Filho. “Além de baratear o custo de escoamento da safra agrícola do Centro-Oeste e Norte do Brasil, o ramal da Ferroeste vai proporcionar o desenvolvimento econômico e social de toda a região”, salienta.

Marçal comemora ainda o fato de o traçado da ferrovia ter sido incluído no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal, mas ressalta que o projeto não progrediu e que agora voltará com força no PAC-2. “Pela proximidade geográfica e pelo volume transportado em outros portos, a saída por trem por Paranaguá é a melhor alternativa para escoar a produção daquela região do Centro-Oeste, que chega a 5 milhões de toneladas de grãos, 2,5 bilhões de litros de álcool e 1,5 milhão de toneladas de açúcar para exportação, por ano”, analisa Marçal Filho.

O ramal da Ferroeste terá 350 quilômetros de extensão entre Maracaju e Cascavel. “O barateamento do frete que esta ferrovia proporcionará é muito vantajoso para o Mato Grosso do Sul e a movimentação econômica que os dois Estados obterão trará muito progresso socioeconômico”, enfatiza. O melhor de tudo é que o produtor economiza em torno de um dólar por tonelada transportada por ferrovia em relação ao transporte rodoviário. No caso do Mato Grosso do Sul, são aproximadamente US$ 5 milhões apenas da safra de grãos, enquanto no Paraná podem ser pelo menos outros US$ 8 milhões.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Deputados aprovam projeto de combate ao crime stalking em MS
Política

Deputados aprovam projeto de combate ao crime stalking em MS

15/10/2021 10:00
Deputados aprovam projeto de combate ao crime stalking em MS
Faltam investimentos para a educação infantil em Dourados
Política

Faltam investimentos para a educação infantil em Dourados

10/10/2021 10:00
Faltam investimentos para a educação infantil em Dourados
Mato Grosso do Sul completa 44 anos sendo um dos mais competitivos
Política

Mato Grosso do Sul completa 44 anos sendo um dos mais competitivos

10/10/2021 09:00
Mato Grosso do Sul completa 44 anos sendo um dos mais competitivos
Aprovado projeto de Marçal que garante parto humanizado
Política

Aprovado projeto de Marçal que garante parto humanizado

10/10/2021 08:00
Aprovado projeto de Marçal que garante parto humanizado
Vereador questiona obra de Ceim abandonada em Dourados
Política

Vereador questiona obra de Ceim abandonada em Dourados

10/10/2021 07:00
Vereador questiona obra de Ceim abandonada em Dourados
Últimas Notícias