Dourados – MS segunda, 04 de julho de 2022
Dourados
32º max
15º min
Política

Especialistas debatem os riscos à democracia brasileira na 11ª Conferência FAPESP 60 anos

É possível que sistemas políticos mantenham eleições regulares e deixem de ser democráticos?

21 Jun 2022 - 21h15Por Agência FAPESP
Evento on-line reunirá os cientistas políticos Maria Hermínia Tavares de Almeida e Oscar Vilhena, com moderação de Marta Arretche - Crédito: Marcelo Camargo/Agência BrasilEvento on-line reunirá os cientistas políticos Maria Hermínia Tavares de Almeida e Oscar Vilhena, com moderação de Marta Arretche - Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil

As democracias correm risco de ruptura e de retorno a sistemas autoritários? Ou vão apenas morrendo lentamente, sem que seja possível perceber um ponto específico de ruptura? Como podemos identificar se um sistema democrático está em risco? É possível que sistemas políticos mantenham eleições regulares e deixem de ser democráticos? É possível que líderes autoritários sejam bem-sucedidos em seus esforços para restringir a participação democrática e a sobrevivência da oposição política?

Dois grandes nomes da ciência política nacional, Maria Hermínia Tavares de Almeida e Oscar Vilhena, vão debater essas e outras inquietantes questões nesta quarta-feira (22), entre 10h e 11h30, no 11º evento da série Conferências FAPESP 60 anos. A discussão, que será transmitida remotamente, será centrada nos riscos à democracia no Brasil e em como identificar seus sintomas.

Tavares de Almeida é pesquisadora do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap) e professora titular aposentada do Departamento de Ciência Política da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH-USP), atuando nos programas de pós-graduação em Relações Internacionais e em Ciência Política. Possui graduação em ciências sociais pela USP (1969), doutorado em ciência política pela mesma instituição (1979) e pós-doutorado na University of California, Berkeley, Estados Unidos (1984). Foi diretora do Instituto de Relações Internacionais da USP e presidente da Associação Brasileira de Ciência Política e da Latin America Studies Association. Suas pesquisas estão no campo das políticas públicas e instituições políticas, opinião pública e política externa.

Vilhena é professor da Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (FGV), foi procurador do Estado de São Paulo, diretor-executivo do Instituto Latino-Americano das Nações Unidas para Prevenção do Crime (Ilanud) e fundador da Conectas Direitos Humanos. Possui graduação em direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1988), mestrado em direito pela Universidade Columbia (1995), mestrado (1991) e doutorado (1998) em ciência política pela USP e pós-doutorado no Centre for Brazilian Studies (Oxford University, Reino Unido). Desenvolve pesquisas no campo do direito constitucional, direito e desenvolvimento e direitos humanos.

O debate será moderado por Marta Arretche, professora do Departamento de Ciência Política da USP e membro da Coordenação Adjunta - Ciências Humanas e Sociais da FAPESP. A abertura será feita pelo vice-presidente do Conselho Superior da FAPESP, Ronaldo Aloise Pilli.

A conferência será transmitida em tempo real pelo canal da Agência FAPESP no YouTube e pelo Zoom. Para assistir pelo Zoom é necessário se inscrever pela página do evento.

Será possível enviar perguntas para o e-mail [email protected], que serão respondidas durante o evento.

Mais informações: fapesp.br/15526/11a-conferencia-fapesp-60-anos-riscos-a-democracia.
 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Eleições 2022: restrições para agentes públicos começam a valer hoje
Política

Eleições 2022: restrições para agentes públicos começam a valer hoje

02/07/2022 15:15
Eleições 2022: restrições para agentes públicos começam a valer hoje
TSE: doações por Pix para campanhas serão apenas com CPF como chave
Eleições 2022

TSE: doações por Pix para campanhas serão apenas com CPF como chave

01/07/2022 21:45
TSE: doações por Pix para campanhas serão apenas com CPF como chave
Presidente do TSE reafirma segurança do sistema de votação
Política

Presidente do TSE reafirma segurança do sistema de votação

01/07/2022 19:45
Presidente do TSE reafirma segurança do sistema de votação
Informe C

O nome está carimbado. Só falta bater o martelo

01/07/2022 15:00
Em Campo Grande, Riedel e Bolsonaro andam juntos em carreata
Política

Em Campo Grande, Riedel e Bolsonaro andam juntos em carreata

01/07/2022 14:00
Em Campo Grande, Riedel e Bolsonaro andam juntos em carreata
Últimas Notícias