Dourados – MS segunda, 17 de fevereiro de 2020
Dourados
35º max
22º min
Política

Entrevista: Celina Jallad – Conselheira do TCE

29 Nov 2010 - 23h47
Celina Jallad será a primeira mulher a ocupar o cargo de Conselheira do TCE
Foto – Divulgação - Celina Jallad será a primeira mulher a ocupar o cargo de Conselheira do TCE Foto – Divulgação -
DOURADOS - Nossa entrevistada de hoje é a deputada estadual Celina Jallad (PMDB) que assume a vaga de Conselhei-ra do Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul hoje às 15 horas na capital. A deputada estadual Celina Jallad exerce seu quarto mandato na Assembléia Legislativa de Mato Grosso do Sul e deixa a Assembléia Legislativa depois de 16 anos de atividade parlamentar. Celina é filha do ex-governador Wilson Barbosa Martins de quem se orgulha de ter her-dado toda a sua trajetória.

Celina será a primeira mulher a ocupar o cargo de conselheira em 30 anos de existência do TCE no Estado. A indica-ção da deputada estadual foi aprovada pela Assembléia Legislativa na semana passada. Com a posse da parlamentar como Conselheira, assumirá sua cadeira no Legislativo o pastor Oliveira Assunção (PMDB), suplente da coligação. Celina Jallad assume a cadeira antes ocupada por Osmar Ferreira Dutra. O Conselheiro foi aposentado compulsoriamente ao completar 70 anos de idade, no dia 17 de novembro deste ano.

#####Que lembranças a senhora deve levar da Assembléia Legislativa onde permaneceu por dezesseis anos?

“Muitas, sem dúvida. Foram quatro mandatos consecutivos que me permitiram participar de importantes momentos da política de nosso Estado. Dezesseis anos em que fiz muitos amigos, chorei, sorri, sofri angústias, mas também tive mo-mentos de grande alegria ao lado daqueles que estiveram sempre conosco, tanto na Capital como nos Municípios do interior que me apoiaram e tendo sempre comigo a minha equipe de trabalho”

#####A senhora será a primeira mulher a ocupar o cargo, justamente quando o país elegeu uma mulher como presidente da República isso significa o fim de uma era de preconceito com a mulher ou ainda há muito o que conquistar ?

“O preconceito contra a mulher vai perdendo proporção, à medida em que estamos chegando a diversos patamares e segmentos da sociedade, seja na vida pública como na área privada, nas mais diferentes profissões, ocupando importantes cargos e mostrando nosso potencial e a nossa capacidade. A chegada de Dilma Roussef como a primeira mulher Presi-dente do Brasil é um fato da maior relevância e nos dá a certeza de que as coisas estão mudando. Há, no entanto, muito a se conquistar. Imagine que ainda lutamos contra a violência doméstica e a insistente violência contra a mulher. Somente com o advento da Lei Maria da Penha é que homens passaram a entender que a agressão de qualquer forma contra a mulher é crime.

Nos cargos eletivos, mesmo com a lei de cota mínima de 30% para mulheres, não se tem alcançado os patamares desejáveis. Muito embora o número dessas candidaturas tenha aumentado, as últimas eleições mostraram um número muito pequeno de mulheres eleitas. Note-se que no pleito de 2010 tivemos apenas duas Governadoras eleitas nas 27 Unidades da Federação e das 54 vagas disputadas para o Senado, somente oito mulheres foram eleitas (14,81%). O Senado Federal passou a contar assim com apenas treze mulheres, ocupando 16,05% de um total de 81 cadeiras. A Câma-ra dos Deputados elegeu 45 mulheres num total de 513 cadeiras e os Estados elegeram apenas 136 mulheres, o que repre-sentou apenas 10,5% a mais da participação feminina nas Assembléias Legislativas em todo o País. Minha chegada ao Tribunal de Contas é mais um marcante avanço e será mais um importante marco, do qual muito me orgulho em fazer parte”


#####O exemplo herdado de seu pai até que ponto influenciou em sua carreira política e como deve influenciar agora neste novo desafio a ser enfrentado?

“Aprendi com meu pai que a humildade, a lealdade, a responsabilidade e a honestidade devem estar ao lado do ho-mem público como característica essencial. Apliquei este ensinamento no meu dia-a-dia e sou grata por tudo aquilo que Deus me deu, e acima de tudo, por ser filha de Wilson Barbosa Martins e Nelly Martins, cujas vidas públicas são exem-plos que marcarão dignamente suas existências”

#####O que a indicação para este cargo significa para a senhora?

“Sem deixar a humildade de lado, creio que a indicação para o cargo de Conselheira da Corte de Contas representa o reconhecimento pelos mais de 30 anos em que me dediquei ao Estado de Mato Grosso do Sul, ocupando funções públicas onde pude contribuir com seu desenvolvimento e com a nossa história”

#####Nestes 16 anos como deputada estadual o que mais marcou em sua atuação profissional na casa?

“A militância como digna representante do PMDB, partido com o qual iniciei e com o qual estive até o último dia de meu mandato, é um dos grandes valores que me marcaram e que levarei para sempre comigo. Trabalhei desde o início de meu mandato parlamentar buscando a promoção humana, o acesso à educação e à saúde, com propostas legislativas e projetos que levaram inúmeras melhorias para as comunidades, para o cidadão e sua família”

#####Qual o projeto de sua autoria que a senhora considera mais importante na vida dos cidadãos sul-matogrossenses ?

“Trabalhei arduamente para melhorar e mudar as condições de vida das mulheres sul-mato-grossenses e apresentei inúmeros projetos nesse sentido. Foi uma das bandeiras às quais me dediquei, certa de que toda melhoria seria uma grande conquista. Não menos importantes foram aqueles voltados à criança, aos jovens, aos adolescentes e também aos idosos.

Dentre esses projetos de minha autoria, destacaria três, que dão a dimensão da nossa preocupação incessante por transformações em prol da sociedade : ; a Lei nº 3047/05 que proíbe a cobrança da consumação mínima nos bares, boates e estabelecimentos congêneres no Estado, visando minimizar o consumo de bebidas alcoólicas entre os jovens, a Lei nº 1820/98 que obriga a realização de exames de prevenção do câncer de próstata nos hospitais e centros de saúde pública estadual, e a Emenda Constitucional nº 23/03, que acrescentou o Capítulo XIV à Constituição Estadual, ampliando os Direitos da Mulher. Cabe à população cobrar o seu cumprimento junto às autoridades, para que como tantas outras leis mal aplicadas, estas não se tornem inócuas”

####A senhora assume em um momento que a população brasileira vive sucessivos escândalos envolvendo a função pública. O que a população pode esperar da senhora como Conselheira do TCE?

“Nortearei meu novo desafio pautada nos mais de 30 anos dedicados à vida pública. Tenho muito orgulho de minha trajetória e do que me trouxe até aqui, portanto, me colocarei à disposição da alta Corte da qual passo a fazer parte com a máxima lisura, austeridade, transparência e responsabilidade, correspondendo, à altura, a nobre missão que me confia-ram”


#####A senhora sempre sonhou com esta indicação ou ela não estava nos planos da deputada Celina Jallad?

“Nunca esteve em meus planos e nem mesmo projetei-o como um sonho. Como filha desta terra e uma vez que os de-putados estaduais aprovaram minha indicação para compor o Tribunal de Contas, acatando a indicação do Excelentíssi-mo Governador do Estado André Puccinelli, quero reafirmar meu propósito de resoluta disposição em colaborar e ser uma guardiã das contas públicas de meu Mato Grosso do Sul”


Deixe seu Comentário

Leia Também

Plenário pode votar alterações em MP sobre crédito rural
política

Plenário pode votar alterações em MP sobre crédito rural

17/02/2020 11:14
Plenário pode votar alterações em MP sobre crédito rural
Presidente da Assembleia discute parcerias com países asiáticos para viabilizar Rota Bioceânica
Mato Grosso do Sul

Presidente da Assembleia discute parcerias com países asiáticos para viabilizar Rota Bioceânica

17/02/2020 10:55
Presidente da Assembleia discute parcerias com países asiáticos para viabilizar Rota Bioceânica
Ministra diz que escolha de candidato a prefeito não pode ser feita de forma irresponsável
política

Ministra diz que escolha de candidato a prefeito não pode ser feita de forma irresponsável

17/02/2020 06:05
Ministra diz que escolha de candidato a prefeito não pode ser feita de forma irresponsável
Barbosinha diz que candidatura a prefeito de Dourados é irreversível
Política

Barbosinha diz que candidatura a prefeito de Dourados é irreversível

14/02/2020 12:26
Barbosinha diz que candidatura a prefeito de Dourados é irreversível
Política

Braga Netto vai coordenar os ministros, diz Bolsonaro

14/02/2020 07:15
Últimas Notícias