Dourados – MS segunda, 25 de janeiro de 2021
Dourados
29º max
22º min
Influx
Política

Entidades pedem nova Cassação na Câmara

04 Mar 2011 - 22h40
Edvaldo Moreira pode retornar a Câmara no próximo dia 29 - Crédito: Foto: Hédio Fazan/PROGRESSOEdvaldo Moreira pode retornar a Câmara no próximo dia 29 - Crédito: Foto: Hédio Fazan/PROGRESSO
DOURADOS – Movimentos populares já se mobilizam para evitar que o vereador Edvaldo Moreira (PDT) retorne à Câmara Municipal. É que com a cassação do mandato de Cláudio Marcelo Hall (PR), quem se torna titular da vaga é o primeiro suplente, Edvaldo Moreira. Ele poderá ser empossado pela Câmara para reconhecimento do título.

Como foi afastado de funções públicas por uma decisão judicial, ele, apesar de titular da vaga, não poderá exercer as funções de vereador até o dia 29 de março, quando vence o prazo de afastamento estipulado pela Justiça. Está na vaga hoje o segundo suplente de Marcelão, o vereador Cemar Arnal (PR).


De acordo com o presidente do Comitê de Defesa Popular, Ronaldo Ramos, a partir da próxima semana ele vai consultar a legislação para verificar o que pode ser feito pelapopulação para garantir que vereadores da Uragano não retornem ao poder.

Ronaldo, em ação como cidadão já havia denúnciado Edvaldo anteriormente junto com os outros oito vereadores que foram presos pela Polícia Federal (PF). O objetivo era formar uma comição Processante para investiga-lo, o que poderia levar a perda do mandato.

Segundo o vereador Albino Mendes, o vereador Edvaldo Moreira não foi alvo de nenhuma comissão processante porque juridicamente era inviável. “Havia uma necessidade de se apurar as ações cometidas pelo titular da vaga, que também era denunciado”, observa.

Segundo ele, a partir de agora, com a titulação de Edvaldo, se a Câmara for acionada, poderá analisar a procedência e montar uma nova Comissão Processante para analisar o caso de Edivaldo.

#####JULGAMENTO
Marcelo Barros é o próximo vereador alvo de julgamento na Câmara de Vereadores. Ontem a Comissão Processante que o investiga terminou os relatório final, que pede ou não a cassação do parlamentar. A informação foi mantida em sigilo pelos membros da CP. De acordo com albino Mendes, a CP já notificou advogado e vereador, mas até a tarde de ontem eles não haviam se apresentado para tomar conhecimento acerca do resultado do relatório.

Segundo Albino a previsão é de que caso não sejam localizados, a Câmara publique a notificação em Edital. Ele acredita que até o dia 10 seja finalizado o processo de Marcelo Barros. Até o dia 17 a Câmara pretende concluir todos os julgamentos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Marçal cobra de prefeituras a implantação de atendimento domiciliar a pacientes com câncer
Política

Marçal cobra de prefeituras a implantação de atendimento domiciliar a pacientes com câncer

24/01/2021 09:01
Marçal cobra de prefeituras a implantação de atendimento domiciliar a pacientes com câncer
Segue para o Senado projeto da Lei de Eficiência Pública
política

Segue para o Senado projeto da Lei de Eficiência Pública

23/01/2021 16:08
Segue para o Senado projeto da Lei de Eficiência Pública
Senadores entram com representação no Ministério Público para investigar Aras
política

Senadores entram com representação no Ministério Público para investigar Aras

23/01/2021 15:36
Senadores entram com representação no Ministério Público para investigar Aras
Projeto cria Lei de Enfrentamento à Desinformação nas Eleições
política

Projeto cria Lei de Enfrentamento à Desinformação nas Eleições

23/01/2021 14:30
Projeto cria Lei de Enfrentamento à Desinformação nas Eleições
Projeto suspende reajuste tarifário da Centrais Elétricas do Pará
energia

Projeto suspende reajuste tarifário da Centrais Elétricas do Pará

23/01/2021 13:39
Projeto suspende reajuste tarifário da Centrais Elétricas do Pará
Últimas Notícias