Dourados – MS terça, 25 de fevereiro de 2020
Dourados
33º max
23º min
Eleição 2020

Em Dourados, 63 mil ainda não fizeram a biometria obrigatória

De acordo com o cartório Eleitoral de Dourados, o horário de atendimento vai das 7h30 às 13h30

21 Jan 2020 - 07h30Por Valéria Araújo
Em Dourados 42% dos eleitores precisam procurar o cartório eleitoral - Crédito: DivulgaçãoEm Dourados 42% dos eleitores precisam procurar o cartório eleitoral - Crédito: Divulgação

Em Dourados,  49,2% dos eleitores ainda não fizeram o  cadastramento biométrico obrigatório. Dos 159.149 esperados, apenas 95,1 mil realizaram o procedimento até o último dia 13. Outros 63.970 são aguardados, segundo o site do Tribunal Superior Eleitoral. O prazo termina em 27 de março deste ano.  

Em Mato Grosso do Sul dos 1.878.947 eleitores aguardados, 1.474.594 já passaram pela revisão obrigatória. Ao todo, 10 cidades foram revisadas outras 14 estão em revisão. São elas: Coronel Sapucaia, Antônio João, Terenos, Bataguassu, Rio Verde de Mato Grosso, Chapadão do Sul, Caracol, Corguinho,  Figueirão, Novo Horizonte do Sul, Corumbá, Itaporã, Ladário e Dourados.

De acordo com o cartório Eleitoral de Dourados, o horário de atendimento vai das 7h30 às 13h30, porém está se estendendo para o período da tarde para fazer o cadastro de quem conseguiu fazer o agendamento eletrônico nesse período. Pela manhã, quem ainda não conseguiu o agendamento, recebe uma senha para atendimento imediato. Mesmo assim a recomendação é para que os eleitores façam o agendamento via site, que está com dias e mais horários disponíveis, o que evita filas. 

O Cartório Eleitoral está atendendo os eleitores no período da manhã. A mudança está regulamentada pela Portaria 216/2019 que alterou o expediente da 18ª ZE mudando o horário de funcionamento. O Tribunal Regional Eleitoral  orienta que o eleitor procure o quanto antes o atendimento, evitando filas e muito tempo de espera.

Nacional

Até o momento, mais de 113,5 milhões de pessoas realizaram o cadastramento biométrico no país, número que corresponde a mais de 76% de todo o eleitorado brasileiro, hoje contabilizado em 147,6 milhões de eleitores. Ao instituir a biometria, a Justiça Eleitoral lançou mão, mais uma vez, de recursos tecnológicos para proporcionar ainda mais confiança às eleições do país.

 O Programa de Identificação Biométrica foi criado em 2008 com o objetivo de registrar dados biométricos – que incluem a coleta de impressões digitais, fotografia e assinatura – de todos os eleitores, em âmbito nacional, para dar ainda mais segurança ao processo eleitoral. É a garantia de que uma pessoa não possa se passar por outra ao se apresentar para o exercício do voto.

Documentos

Para serem atendidos, os eleitores deverão levar um documento oficial de identificação com foto e comprovante de residência atualizado. Homens maiores de 18 anos, que irão tirar o título pela primeira vez, também devem levar o comprovante de quitação militar.

Ao todo, o Tribunal Regional Eleitoral  fará, em 2019, a revisão eleitoral e o cadastramento biométrico obrigatório em dezoito cidades do estado. Somados, o eleitorado dessas localidades corresponde a 532.567 eleitores.

A biometria é uma tecnologia que dará ainda mais segurança à identificação do eleitor no momento da votação. O leitor biométricoacoplado à urna eletrônica deve confirmar a identidade de cada eleitor, comparando o dado fornecido (impressões digitais) com todo o banco de dados disponível. A medida torna praticamente inviável a tentativa de fraude na identificação do votante, uma vez que cada pessoa tem impressões digitais únicas. Quem não realizar a biometria, pode ter o título de eleitor cancelado.

Acima de 70 anos

O eleitor com mais de 70 anos deve fazer a biometria nas cidades com cadastramento obrigatório para, em eleições futuras, poder optar por votar ou não. Se não participar do procedimento, o  título será cancelado, e ele estará inapto ao exercício do voto.

Entretanto, como o voto é facultativo para o eleitor com mais de 70 anos, ele não terá outras restrições na vida civil, tais como obter passaporte, CPF, empréstimos e benefícios federais.

 Agendamento no site

Aqueles que desejam agendar o atendimento, basta acessar o link:https://apps.tre-ms.jus.br/AgendaBiometria/publico/index.jsp

Para mais informações, ligue: (67) 3421-0460 e (67) 3422-2038. O Cartório Eleitoral de Dourados fica na rua Montese, 435, no Bairro Jardim Londrina.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Conselho de Direitos Humanos da ONU: Brasil participa da 43ª sessão
Direitos Humanos

Conselho de Direitos Humanos da ONU: Brasil participa da 43ª sessão

24/02/2020 09:45
Conselho de Direitos Humanos da ONU: Brasil participa da 43ª sessão
Reforma administrativa pretende revisar salários e número de carreiras
Brasil

Reforma administrativa pretende revisar salários e número de carreiras

24/02/2020 06:15
Reforma administrativa pretende revisar salários e número de carreiras
Deputado João Henrique anuncia, na tribuna, saída do G-11
Política

Deputado João Henrique anuncia, na tribuna, saída do G-11

21/02/2020 08:48
Deputado João Henrique anuncia, na tribuna, saída do G-11
Após derrota no STJ, Renato Vidigal tem liberdade negada no STF
POLÍTICA

Após derrota no STJ, Renato Vidigal tem liberdade negada no STF

20/02/2020 17:51
Após derrota no STJ, Renato Vidigal tem liberdade negada no STF
Defesa tem expectativa frustrada e Vidigal continua preso por decisão do STJ
JUSTIÇA

Defesa tem expectativa frustrada e Vidigal continua preso por decisão do STJ

20/02/2020 14:42
Defesa tem expectativa frustrada e Vidigal continua preso por decisão do STJ
Últimas Notícias