Dourados – MS sábado, 18 de maio de 2024
25º
Audiência pública

Em defesa da democracia e do sistema eleitoral, CDH debate violência política

Entre os anos de 2016 e 2020 foram registrados 68 assassinatos políticos e 57 atentados Fonte: Agência Senado

04 Jul 2022 - 11h45Por Agência Senado
Presidente da CDH, Humberto Costa é autor do requerimento para a realização do debate   - Crédito: Waldemir Barreto/Agência SenadoPresidente da CDH, Humberto Costa é autor do requerimento para a realização do debate - Crédito: Waldemir Barreto/Agência Senado

A Comissão de Direitos Humanos (CDH) promove nesta segunda-feira (4), às 14h, mais uma audiência pública para debater o problema da violência política no país. Desta vez o foco será na “defesa da democracia e do sistema eleitoral".

Entre os convidados já confirmados estão a juíza federal Claudia Maria Dadico, secretária do Conselho Executivo da Associação Juízes para a Democracia (AJD);  Edson Ribeiro Baeta, do Coletivo Transforma MP; a pastora Romi Bencke, secretária-geral do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (CONIC); e Mariana Andrade, da Coalizão Negra por Direitos.

O debate atende pedido do presidente do colegiado, senador Humberto Costa (PT-PE). No requerimento, Humberto cita o estudo Violência Política e Eleitoral no Brasil, publicado pelas entidades Terra de Direitos e Justiça Global, o qual indica que o Brasil registrou, em média, um ato de violência política a cada quatro dias. Os dados colhidos entre os anos de 2016 e 2020 contabilizam ainda 68 assassinatos políticos e 57 atentados.

Ainda conforme dados apresentados pelo senador, as vítimas desse tipo de violência são principalmente mulheres, negros e LGBTQIA+ o que, segundo ele, leva a consequências, além de danos físicos e psicológicos, mas “uma ameaça real” às instituições democráticas e à regularidade do processo eleitoral.

Com a proximidade das eleições, a CDH tem promovido audiências públicas e criou um canal para receber denúncias por e-mail ([email protected]), além de um memorial para reunir os casos. O colegiado também planeja fazer diligências para ajudar em eventuais apurações.  

Como participar

O evento será interativo: os cidadãos podem enviar perguntas e comentários pelo telefone da Ouvidoria do Senado (0800 061 2211) ou pelo Portal eCidadania, que podem ser lidos e respondidos pelos senadores e debatedores ao vivo. O Senado oferece uma declaração de participação, que pode ser usada como hora de atividade complementar em curso universitário, por exemplo. O Portal eCidadania também recebe a opinião dos cidadãos sobre os projetos em tramitação no Senado, além de sugestões para novas leis.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia Civil prende homem por descumprimento medida protetiva de urgência
Ivinhema

Polícia Civil prende homem por descumprimento medida protetiva de urgência

18/05/2024 09:45
Polícia Civil prende homem por descumprimento medida protetiva de urgência
Comissão vota criminalização de apologia a tortura e instauração de ditadura
Senado

Comissão vota criminalização de apologia a tortura e instauração de ditadura

18/05/2024 06:45
Comissão vota criminalização de apologia a tortura e instauração de ditadura
Ordem do Dia: Aprovado projeto que autoriza renegociação de dívidas com Agehab
ALEMS

Ordem do Dia: Aprovado projeto que autoriza renegociação de dívidas com Agehab

16/05/2024 18:30
Ordem do Dia: Aprovado projeto que autoriza renegociação de dívidas com Agehab
MP recomenda limites para prefeito contratar artistas para shows
Política

MP recomenda limites para prefeito contratar artistas para shows

16/05/2024 16:30
MP recomenda limites para prefeito contratar artistas para shows
TSE aprova súmula de fraude à cota de gênero em eleições proporcionais
Política

TSE aprova súmula de fraude à cota de gênero em eleições proporcionais

16/05/2024 12:30
TSE aprova súmula de fraude à cota de gênero em eleições proporcionais
Últimas Notícias