Dourados – MS domingo, 05 de julho de 2020
Dourados
28º max
15º min
Política

Dilma limita gastos a R$ 2,9 bi até receber Orçamento

10 Jan 2011 - 11h18
Brasília - Até a publicação da Lei Orçamentária de 2011, que o Senado envia ao governo nesta semana, órgãos do Executivo que integram os orçamentos Fiscal e da Seguridade Social estão limitados a gastar, globalmente, até R$ 2,9 bilhões. O contingenciamento de despesas foi determinado pela presidente Dilma Rousseff conforme o Decreto 7.425/11, publicado na última quinta-feira (6) no Diário Oficial da União.

De acordo com a Constituição federal, o Orçamento Fiscal refere-se aos Poderes da União e o Orçamento da Seguridade Social visa atender necessidades básicas nas área de saúde e assistência social, não se referindo à Previdência gerida pelo INSS. O Orçamento de Investimento, também previsto na Carta e que destina recursos para as empresas estatais, não é citado na norma publicada na quinta-feira.

De acordo com decreto do Executivo, fica garantido apenas o empenho de despesas que constituem obrigações constitucionais, como ações de prevenções a desastres, formação de estoques públicos vinculados ao programa de garantia dos preços mínimos, realização de eleições pela justiça eleitoral, importação de bens destinados a pesquisa científica e bolsas de estudo no âmbito do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Aprovado em 22 de dezembro, o Orçamento da União para 2011 já contempla um cenário econômico voltado para a austeri-dade no gasto público. Ali está estabelecido, por exemplo, que o limite para remanejamento das verbas do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) terá teto de 30%.

Caberá aos ministros da Fazenda, Guido Mantega, e do Planejamento, Miriam Belchior, adotar as providências necessárias ao cumprimento do decreto. Anualmente, quando o Orçamento não é aprovado e sancionado até o dia 31 de dezembro, os repasses de recursos ficam limitados até a publicação da Lei Orçamentária no Diário Oficial da União. (Agência Senado).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Bolsonaro veta parte de lei que determina o uso de máscaras em locais públicos
Política

Bolsonaro veta parte de lei que determina o uso de máscaras em locais públicos

04/07/2020 11:00
Bolsonaro veta parte de lei que determina o uso de máscaras em locais públicos
José Serra é denunciado por lavagem de dinheiro
Brasil

José Serra é denunciado por lavagem de dinheiro

03/07/2020 19:20
José Serra é denunciado por lavagem de dinheiro
TSE adia prazos eleitorais de julho em 42 dias
Eleições

TSE adia prazos eleitorais de julho em 42 dias

03/07/2020 18:22
TSE adia prazos eleitorais de julho em 42 dias
Idenor Machado cobra informações sobre Ecoponto em Dourados
Dourados

Idenor Machado cobra informações sobre Ecoponto em Dourados

03/07/2020 17:55
Idenor Machado cobra informações sobre Ecoponto em Dourados
Bolsonaro escolhe Renato Feder para ser novo ministro da Educação
POLÍTICA

Bolsonaro escolhe Renato Feder para ser novo ministro da Educação

03/07/2020 12:10
Bolsonaro escolhe Renato Feder para ser novo ministro da Educação
Últimas Notícias