Dourados – MS quinta, 24 de junho de 2021
Dourados
28º max
17º min
Mãos
GOVERNO

Dilma deve reunir em café da manhã Lula, deputados e ministros

14 Abr 2016 - 07h30
Dilma deve reunir em café da manhã Lula, deputados e ministros -
A presidente Dilma Rousseff deverá se reunir no Palácio da Alvorada em um café da manhã nesta quinta-feira (14) com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ministros e deputados aliados da Câmara.

Baseado em um hotel de Brasília, Lula tem ajudado informalmente o governo na articulação para conquistar votos contra a abertura do processo de impeachment de Dilma, cuja votação está prevista para este fim de semana na Câmara.

Recentemente, em dois dias, partidos aliados ao governo e detentores de ministérios e postos na administração federal, como PRB, PP, PTB e PSD, anunciaram apoio ao processo de impeachment que a presidente vem sofrendo.

O café da manhã faz parte da estratégia de Dilma de buscar apoio junto à base para conseguir os votos necessários para barrar o processo de impeachment.

"O que a presidente quer é nos agradecer pelo que fizemos na comissão especial, votando contra o relatório. E, da nossa parte, que até já tivemos uma reunião com ela hoje [quarta, 13], o objetivo é mostrar que temos força na nossa base, estamos seguros de que a oposição não terá os 342 votos e estamos confiantes de que teremos mais de 200 votos [contra o impeachment]", declarou ao G1 um dos deputados convidados para o café da manhã.

Mais cedo, Dilma participou de um evento no Palácio do Planalto, no qual citou o processo de impeachment e afirmou que até a próxima semana o processo será "página virada".

Segundo ela, será dado início a um processo de "repactuação para superar a crise". A presidente também afirmou que trabalhará "todos os dias" até 2018 – "fim do meu mandato", nas palavras dela.

"Trabalharei todos os dias até o fim do meu mandato, até 2018. É por esse compromisso que estamos lutando sem descanso para superar o golpe na forma de impeachment, sem crime que estão imputando ao país", declarou G1.

"Gostaria de dizer que tenho certeza que brasileiros e brasileiras estarão ao meu lado [...]. Vamos vencer essa batalha contra o golpe, contra o impeachment sem base legal. A partir da próxima semana, com essa página virada, vamos iniciar a repactuação das condições para superar a crise e retomar o crescimento, dando continuidade ao que estamos fazendo", acrescentou.

Encontro no Planalto

Nesta quarta, antes de participar de um evento organizado pela Secretaria de Portos, Dilma recebeu em seu gabinete do Palácio do Planalto, cerca de 25 pessoas, entre parlamentares e ministros que são contrários ao processo de impeachment que ela vem enfrentando.

Por telefone, o líder do governo na Casa, deputado José Guimarães (PT-CE), afirmou ao G1 que a base aliada mostrou à presidente que o governo tem os votos necessários para impedir o afastamento dela.

"Foi, além de um gesto de solidariedade à nossa presidenta, um grande gesto de força. Mostramos a ela, com números, que temos mais de 200 votos para barrar este golpe que está em curso. Não é firula, estamos dizendo no mano a mano que temos os votos e vamos derrubar este impeachment", afirmou Guimarães.

Entre os presentes estavam o vice-líder do governo na Câmara, Silvio Costa (PTdoB-PE), o ex-presidente da Câmara Marco Maia (PT-RS), a deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ) e os ministros Marcelo Castro (Saúde), Hélder Barbalho (Portos), Antonio Carlos Rodrigues (Transportes) e Nelson Barbosa (Fazenda).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Lei de Barbosinha garante sessão adaptadas para autistas nos cinemas de MS
MS

Lei de Barbosinha garante sessão adaptadas para autistas nos cinemas de MS

22/06/2021 14:30
Lei de Barbosinha garante sessão adaptadas para autistas nos cinemas de MS
Medida restritiva em MS perde força e vira escolha política
IMPRESSO

Medida restritiva em MS perde força e vira escolha política

20/06/2021 14:00
Medida restritiva em MS perde força e vira escolha política
Casa Civil faz balanço dos 900 dias do governo Bolsonaro
Política

Casa Civil faz balanço dos 900 dias do governo Bolsonaro

20/06/2021 12:00
Casa Civil faz balanço dos 900 dias do governo Bolsonaro
Ações de Direitos humanos passam a ser exigidas em órgãos públicos
Direitos humanos

Ações de Direitos humanos passam a ser exigidas em órgãos públicos

19/06/2021 12:00
Ações de Direitos humanos passam a ser exigidas em órgãos públicos
Deputados solicitam agilidade na tramitação da autorização da autorregulação ferroviária
Política

Deputados solicitam agilidade na tramitação da autorização da autorregulação ferroviária

16/06/2021 13:30
Deputados solicitam agilidade na tramitação da autorização da autorregulação ferroviária
Últimas Notícias