Dourados – MS domingo, 25 de julho de 2021
Dourados
34º max
16º min
Política

Délia exige rigor em licitação e economiza

13 Fev 2011 - 22h45
Délia Razuk destaca a economia de mais de 40% no contrato para serviços de tapa-buracos - Crédito: Foto: DivulgaçãoDélia Razuk destaca a economia de mais de 40% no contrato para serviços de tapa-buracos - Crédito: Foto: Divulgação
DOURADOS – A prefeita Délia Razuk (PMDB) garantiu uma economia de mais de 40% nos preços praticados pelas empreiteiras que venciam as licitações para serviços de tapa-buracos em Dourados. Tradicionalmente, as empresas cobravam entre R$ 42 e R$ 48 o metro quadrado do asfalto recuperado, mas na última licitação a prefeita deixou claro que só levaria o contrato de R$ 2,5 milhões para obras emergenciais quem apresentasse a proposta de menor preço e a empresa vencedora, a Enerpav G.S. Ltda., de Campo Grande, apresentou a proposta de R$ 32 por metro quadrado. “Com isso, podemos fazer muito mais pelo mesmo preço, ou seja, com a economia de mais de 40% no preço vamos recuperar todas as ruas de Dourados”, comemora Délia Razuk.

Por determinação da prefeita, a Enerpav G.S. também teve que colocar seus operários para trabalhar nas 24 horas do dia, inclusive nos sábados e domingos com a missão de recuperar primeiro os pontos mais críticos de Dourados. “Somente neste final de semana, seriam usadas mais de duas toneladas de massa asfáltica nos serviços de tapa-buracos e, caso as chuvas parem de castigar nossa cidade, até o final de fevereiro já teremos 70% dos trabalhos concluídos”, adianta Délia Razuk.

Na tarde de ontem, por exemplo, os serviços se concentraram em trechos das ruas Aquidauana e Ponta Porã. “Tão logo a chuva dá uma trégua, as equipes saem a campo para trabalhar e, neste final de semana, os serviços de tapa-buracos foram realizados mesmo com as fortes chuvas que atingiram a cidade”, explica a prefeita. “É importante ressaltar ainda que os trabalhos estão sendo fiscalizados com rigor, com três fiscais atuando em cada frente de obras, sendo dois para fazer a medição dos serviços realizados e um terceiro para fazer o apontamento”, conclui.

A prefeita salientou ainda que a licitação foi realizada dentro dos princípios estabelecidos pelo Ministério Público Estadual (MPE), dando total transparência ao certame que acabou vencido pela Enerpav G.S. “A simples comprovação que reduzimos o valor do metro quadrado de R$ 48 para R$ 32 revela que o rigor é benéfico para os cofres públicos”, argumenta.

O procurador-geral do município, Sérgio Henrique Pereira Martins de Araújo, disse que o principal critério para a escolha da empresa era o menor preço. A prefeita Délia Razuk lembrou que a população de Dourados cobrava, com razão, um trabalho emergencial de recuperação das ruas. Entretanto, segundo ela, era preciso cumprir os prazos da licitação.


Na Educação, a regularização da situação de lotação e convocação de pessoal concursado, a regulamentação do funcionamento das normas que ditam o calendário escolar na Rede Municipal e a reforma de unidades de Educação e de Ensino Infantil mereceram destaque. A reativação da Banda Lira Douradense, em conjunto com a Funced, que também desenvolveu intensa programação esportiva e cultural, voltando a valorizar o setor que produz lazer e entretenimento, também foi citada pela prefeita.

Délia Razuk adotou como um dos primeiros atos após o dia 8 de outubro, quando assumiu a interinidade, a recriação da Secretaria de Planejamento, que havia sido extinta pelo ex-prefeito. “Não se admite um Município do porte de Dourados que não tenha como planejar as ações, projetar o que vai fazer e normatizar o que se pretende”, afirmou a prefeita, destacando o apoio recebido da Câmara nesse e outros projetos de melhoria para a cidade.

Os valores correspondentes às contrapartidas do Município que impediam a realização de obras obtidas através de emendas parlamentares, como a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) na área de saúde e quadras de esportes, reforma e ampliação de espaços públicos e até serviços de drenagem em alguns bairros, que estavam engavetados, ganharam celeridade nesse curto mandato.

A prefeitura também conseguiu agilizar a documentação e entregar as viaturas para a Saúde (incluindo 12 motocicletas e cinco automóveis), veículos para o Conselho Tutelar e a Assistência Social, para a Guarda Municipal e ainda o caminhão do peixe, destinado aos produtores da área, além de ter adquirido e entregue uma caminhonete para a Defesa Civil.

“Contemplamos setores que prestam serviços ininterruptos de apoio às populações que ainda sofrem com a falta de infraestrutura em várias regiões da cidade”, destaca.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Governador sanciona LDO, que prevê receita de R$ 18,47 bilhões para MS em 2022
Política

Governador sanciona LDO, que prevê receita de R$ 18,47 bilhões para MS em 2022

23/07/2021 08:00
Governador sanciona LDO, que prevê receita de R$ 18,47 bilhões para MS em 2022
Senador Ciro Nogueira assumirá comando da Casa Civil, diz presidente
Política

Senador Ciro Nogueira assumirá comando da Casa Civil, diz presidente

22/07/2021 15:00
Senador Ciro Nogueira assumirá comando da Casa Civil, diz presidente
Governo nomeia Youssif Domingos para o cargo de diretor-presidente da Fertel
Política

Governo nomeia Youssif Domingos para o cargo de diretor-presidente da Fertel

21/07/2021 14:00
Governo nomeia Youssif Domingos para o cargo de diretor-presidente da Fertel
Presidente diz que deve vetar dinheiro para o fundo eleitoral
Política

Presidente diz que deve vetar dinheiro para o fundo eleitoral

20/07/2021 09:00
Presidente diz que deve vetar dinheiro para o fundo eleitoral
Após alta, presidente diz que se reunirá com ministro da Saúde
Política

Após alta, presidente diz que se reunirá com ministro da Saúde

19/07/2021 09:00
Após alta, presidente diz que se reunirá com ministro da Saúde
Últimas Notícias