Dourados – MS sábado, 08 de agosto de 2020
Dourados
32º max
15º min
Segurança e Saúde JBS
POLÍTICA

Délia dá 'tiro certeiro' em troca de comando da Saúde de Dourados

Relação com entre a pasta municipal e estadual estava comprometida com a gestão da ex-secretária Berenice Machado

14 Jul 2020 - 15h03Por Vinicios Araújo
Geraldo e Délia durante assinatura de convênio para repasse financeiro à saúde. - Crédito: DivulgaçãoGeraldo e Délia durante assinatura de convênio para repasse financeiro à saúde. - Crédito: Divulgação

A prefeita Délia Razuk (PTB) trocou o comando da Secretaria Municipal de Saúde na semana passada e de quebra garantiu o restabelecimento da relação amigável com a Secretaria Estadual de Saúde, no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. A mandatária exonerou Berenice Machado, que vinha tendo duros embates com Geraldo Resende, chefe da pasta no âmbito estadual. No lugar da ex-titular, assumiu o médico intensivista Gecimar Teixeira. 

A troca foi vista com bons olhos pelo secretário estadual. Geraldo Resende prevê que à frente da pasta, Gecimar terá condições de apresentar índices bem melhores do que vinham sendo alcançados ‘nas mãos’ da então secretária. 

A exoneração de Berenice foi publicada no Diário Oficial de terça-feira (07/7), afirmando que a medida se deu a pedido da gestora. Um dia antes, na segunda, a reportagem de O PROGRESSO procurou a secretária para confirmar os rumores da troca. Ela, por telefone, garantiu categoricamente que não sabia de nenhuma ideia de mudança. Àquela altura, o despacho da prefeita Délia Razuk já havia sido liberado ao departamento de comunicação da Prefeitura. 

Já exonerada, Berenice afirmou ter tido um “peso tirado das costas”. Em entrevista ela afirmou ter dado o melhor de si, alcançando os resultados que previa alcançar. Disse ter sido sobrecarregada com as demandas da pasta, mesmo o setor administrativo sendo tão recheado de servidores. 

‘GASTO DE TEMPO’

Em tom de alívio, a assistente social com histórico de militância pelo fornecimento de serviço hospitalar de qualidade, enquanto presidente do Conselho Municipal de Saúde, garantiu ter sido entulhada com ofícios e exigências de respostas por parte de vereadores e promotores públicos. 

“O que mais desgasta na secretaria de saúde é você estar respondendo toda hora a Ministério Público, a vereadores e a outras pessoas. Porque assim, eu sempre falo: quer saber da realidade? Vai lá, olha, acompanha e fiscaliza. Você acaba passando horas do seu serviço só respondendo ofício”, disse a ex-secretária sobre as ações de cobrança por esclarecimento.  

“Mas a senhora não acredita que é essa a função desses agentes?”, foi questionada. “Sim, eu concordo. É a função deles. Mas é pesado para a secretaria ter ficar respondendo isso toda hora. É pesado. E eu concordo que eles tem que fazer o papel deles, sim. Mas eu gostaria muito que as pessoas fossem fiscalizar de fato, fosse até a fonte, ver in loco para verificar antes de acusar. Não dá para fazer fiscalização só com base em denúncias, coisas infundadas. Essa parte é muito desgastante”, respondeu.

FALTA DE PROTAGONISMO

Durante o enfrentamento da pandemia, Berenice pouco se mostrou à população. Não houve qualquer ação planejada para levar aos mais de 220 mil habitantes a segurança e tranquilidade de uma gestora da saúde com as rédeas da situação. E ela reconhece isso sim. “Eu me afastei sim, concordo com isso. Poderia ter feito diferente. Eu deixei mesmo a desejar nesse lado por acúmulo de trabalho. Mas como te disse, eu estava muito acumulada com reuniões o dia inteiro. Então deixei mais com os médicos, porque a população confia mais nos médicos”, afirmou.

RICHA NA SAÚDE

Ao sair da pasta, Berenice aproveitou para ‘despejar’ críticas contra o secretário estadual de saúde Geraldo Resende. A ex-titular na gestão municipal chamou Resende de “estrelinha”, o acusou de pressionar a administração municipal e ainda garantiu que o ex-deputado federal não havia se conformado com a derrota nas eleições municipais de 2016, quando ficou em 2° no lugar atrás de Délia Razuk.

“É muito estrelismo em cima de Dourados. Ele é muito estrelinha. Eu fiz de tudo para ter uma boa relação e um bom entendimento. Mas, não dá. Sinceramente não dá. Ele não desceu do palanque até hoje. Já está acabando a gestão da prefeita a qual ele perdeu e ele não se conforma até hoje. É uma coisa que faz mal para qualquer pessoa à frente de uma secretaria municipal de saúde. Para mim, o nosso secretário estadual de saúde virou uma estrelinha de propaganda de doações”, afirmou. 

Berenice diz ter pedido para deixar a pasta devido a alta carga de estresse que agravou um quadro crônico de hipertensão que ela encara. No entanto, nos bastidores da administração há garantias de que há dias a então titular não vinha agradando mais a chefe do executivo. Délia Razuk, através de sua assessoria não confirma a informação. 

c1425c23 d294 4a9b 8cd6 8e1901bbe6a1NOVO SECRETÁRIO

Gecimar Teixeira foi nomeado titular da saúde municipal no mesmo dia em que Berenice deixou a pasta. Médico intensivista, com graduação pela UFMT (Universidade Federal de Mato Grosso) em 2009, pós-graduado em Clínica Geral, o novo secretário já atuou como adjunto na gestão do órgão. Saiu em fevereiro para comandar o corpo técnico da UPA (Unidade de Pronto Atendimento). 

Em entrevista disse reconhecer os desafios que o esperam, mesmo restando pouco menos de seis meses de mandato. Descartou que esse fosse um plano de vida. O convite veio da própria prefeita Délia. “O que foi me passado é que a antiga secretária estava bem desgastada e até por conta do risco que ela estava correndo, devido a idade avança e a hipertensão. No fim de semana a dona Délia me convidou. A princípio eu não estava querendo tanto isso ai. Na verdade isso nunca passou pela minha cabeça, nunca esteve nos meus planos, mas a classe médica me deu apoio”, afirmou.

Com uma fala estritamente técnica, Gecimar disse que o compromisso dele é com a boa administração da saúde pública, disposto inclusive a ser criticado por quem pensa que o cargo é garantia de influência. O novo gestor fez questão de ressaltar que não vai garantir emprego a ninguém. 

Outro compromisso firmado pelo médico é recuperar as pontes danificadas na relação com a Secretaria Estadual de Saúde. Logo um dia após a sua nomeação, Gecimar foi à Campo Grande para encontro com Geraldo Resende. A reunião foi o suficiente para garantir ao gestor estadual um novo olhar para a pasta municipal.

Geraldo acredita que Gecimar saberá conduzir bem a saúde pública de Dourados. Em resposta às críticas da ex-titular, o ex-deputado afirmou que ela era completamente despreparada para o cargo, dando inclusive a entender que tenha sido responsável pelo caos sanitário que afetou a maior cidade do interior do Estado. 

“Eu não quero politizar o enfrentamento à Covid. Em nenhum lugar do Estado nós levados sob a ótica da política o enfrentamento dessa doença. Eu acho que o gesto mais nobre, mais decente, que a secretária teve foi pedir a exoneração como foi publicada ‘ao seu pedido’, que eu acredito que tenha sido só no papel. Com isso nós vamos evitar mortes. Não vamos recuperar mortes que já aconteceram, mas certamente vamos evitar novos óbitos que seguramente viriam ocorrer se a condução continuasse sendo feita pela secretária. Não tinha a mínima condição de fazer essa condução tendo em vista a complexidade do enfrentamento da Covid, e tendo em vista que ela perdeu a capacidade de liderar todo serviço de saúde da nossa cidade”, afirmou. 

Resende afirmou ainda que Gecimar é um gestor com respeito da classe médica, dos servidores, e acredita “com convicção” que o cenário em Dourados será mudado. “Por parte do Governo do Estado, inclusive estabelecido compromisso em reunião com a presença do governador, continuará dando todo suporte necessário para evitar a expansão da doença”, garantiu.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil tem 147,9 milhões de eleitores aptos a votar em novembro
Eleições

Brasil tem 147,9 milhões de eleitores aptos a votar em novembro

05/08/2020 16:30
Brasil tem 147,9 milhões de eleitores aptos a votar em novembro
Olavo Sul vai acionar MP por conta de reforma no posto da saúde Vila São Pedro
Vila São Pedro

Olavo Sul vai acionar MP por conta de reforma no posto da saúde Vila São Pedro

05/08/2020 16:01
Olavo Sul vai acionar MP por conta de reforma no posto da saúde Vila São Pedro
Projeto para duplicação da Coronel Ponciano está pronto
Infraestrutura

Projeto para duplicação da Coronel Ponciano está pronto

05/08/2020 12:33
Projeto para duplicação da Coronel Ponciano está pronto
Ministro exonera diretor de secretaria de operações integrada
Brasil

Ministro exonera diretor de secretaria de operações integrada

04/08/2020 16:34
Ministro exonera diretor de secretaria de operações integrada
Durante sessão ordinária, Câmara de Dourados recebe deputado federal Vander Loubet para prestação de contas
Política

Durante sessão ordinária, Câmara de Dourados recebe deputado federal Vander Loubet para prestação de contas

04/08/2020 16:02
Durante sessão ordinária, Câmara de Dourados recebe deputado federal Vander Loubet para prestação de contas
Últimas Notícias