Dourados – MS sexta, 25 de setembro de 2020
Dourados
35º max
19º min
Política

Cunha tem cinco dias para recorrer de decisão de conselho de Ética

16 Jun 2016 - 14h10
Presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha - Crédito: PMDB-RJPresidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha - Crédito: PMDB-RJ
A partir desta sexta-feira (17), a defesa do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), tem cinco dias para que apresente recurso à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) para tentar reverter o resultado de terça-feira (14) no Conselho de Ética, quando o parecer pela cassação de seu mandato foi aprovado por 11 votos a nove.

De acordo com o site Agência Brasil, um ofício assinado pelo presidente do conselho, José Carlos Araújo (PR-BA) foi publicado na edição desta quinta-feira (16) do Diário Oficial da Câmara dos Deputados dando início à contagem do prazo que deve ser totalmente usado pelos advogados de Cunha.

Depois da apresentação do recurso, a CCJ tem mais cinco dias para decidir se acata ou não os argumentos apresentados pelo peemedebista que já havia encaminhado outros dois recursos para a mesma comissão pedindo a nulidade do processo que tramitou por oito meses. Um dos recursos pede o impedimento de José
Carlos Araújo no comando do conselho, outro alega que Cunha sofreu cerceamento do direito de defesa.

Como a representação ainda estava sendo analisada pelo conselho, a CCJ não se pronunciou. O relator destes recursos era Elmar Nascimento (DEM-BA) que ontem (15) decidiu deixar a função depois de já ter declarado desconforto com a relatoria por ser do mesmo partido de Marcos Rogério (DEM-RO), autor do parecer que defendeu a cassação de Cunha no Conselho de Ética. Ainda não há outro nome para assumir essa relatoria.

Paralelamente, a CCJ ainda precisa analisar uma consulta enviada pelo presidente interino Waldir Maranhão (PP-MA) que questionou regras do processo de cassação de parlamentares. Ex-presidente da CCJ e aliado de Cunha, coube ao deputado Arthur Lira (PP-AL) elaborar a resposta que indicou que o resultado da decisão do conselho deve ser apresentado ao plenário na forma de um projeto de resolução, e não de relatório.

Além disto, Lira afirmou que o texto poderá ser emendado pelos parlamentares, mas que as emendas não poderão prejudicar o representado, sob pena de "de violação da ampla defesa prevista no Parágrafo 2º do Artigo 55 da Constituição".

O parecer de Lira é tido como mais uma manobra de aliados de Cunha para tentar abrandar sua pena. Lira rechaçou as acusações e afirmou que apenas respondeu a uma consulta que será submetida aos integrantes da CCJ. Esta semana, na quarta tentativa de discutir e votar este parecer, Lira conseguiu ler o documento mas um pedido de vista adiou a decisão sobre a consulta para a próxima semana.

O processo de Cunha no Conselho de Ética é considerado o mais longo no colegiado e foi marcado por inúmeras manobras que protelaram a decisão dessa terça-feira.

A representação contra Cunha foi entregue pelo PSOL e pela Rede à Mesa Diretora da Câmara, no dia 13 de outubro de 2015. A Mesa, comandada por Cunha, levou o prazo máximo de 14 dias para realizar a tarefa de numerar a representação e enviá-la ao Conselho de Ética, o que retardou o início dos trabalhos do colegiado. O processo só foi instaurado quase um mês depois da representação, em 3 de novembro de 2015.


Deixe seu Comentário

Leia Também

TRE do Rio torna prefeito Crivella inelegível até 2026 por abuso de poder político
Política

TRE do Rio torna prefeito Crivella inelegível até 2026 por abuso de poder político

24/09/2020 18:12
TRE do Rio torna prefeito Crivella inelegível até 2026 por abuso de poder político
Marçal destina R$ 1,1 milhão em emendas para saúde de 10 cidades de MS
recursos

Marçal destina R$ 1,1 milhão em emendas para saúde de 10 cidades de MS

24/09/2020 16:05
Marçal destina R$ 1,1 milhão em emendas para saúde de 10 cidades de MS
Alan Guedes registra candidatura à Prefeitura de Dourados
Eleições 2020

Alan Guedes registra candidatura à Prefeitura de Dourados

24/09/2020 12:03
Alan Guedes registra candidatura à Prefeitura de Dourados
TSE atualiza aplicativo Pardal, que recebe denúncias sobre eleições
Eleições 2020

TSE atualiza aplicativo Pardal, que recebe denúncias sobre eleições

22/09/2020 18:36
TSE atualiza aplicativo Pardal, que recebe denúncias sobre eleições
Projeto institui Semana da Conscientização sobre a Esquizofrenia em MS
Política

Projeto institui Semana da Conscientização sobre a Esquizofrenia em MS

17/09/2020 13:52
Projeto institui Semana da Conscientização sobre a Esquizofrenia em MS
Últimas Notícias