Dourados – MS domingo, 26 de maio de 2019
Pauta
Dourados

Câmara realiza audiência na quinta-feira sobre "os impactos dos agrotóxicos na saúde coletiva"

22 Abr 2019 - 14h40Por Redação
Reunião final de construção da audiência com os movimentos organizados - Crédito: DivulgaçãoReunião final de construção da audiência com os movimentos organizados - Crédito: Divulgação

Será realizada nesta quinta-feira, dia 25, uma Audiência Pública com o tema: "os impactos dos agrotóxicos na saúde coletiva". A atividade tem início às 18h30 na Câmara de Dourados e a proposição é do vereador Elias Ishy (PT), que atualmente é presidente das Comissões de Educação, Saúde e Meio Ambiente.

O parlamentar lembra que tem trabalhado desde 2017 com relação à construção desse ato, inclusive como encaminhamento de uma audiência com o Movimento Popular de Mulheres. Coincidentemente, na última semana foi divulgada uma pesquisa, com informações apuradas pelo Ministério da Saúde, em que os números revelam que a contaminação da água com agrotóxico está aumentando a passos largos e constantes nas torneiras do país. "O problema é muito maior, por isso queremos aprofundar o debate e quanto maior a participação da sociedade, melhor", enfatiza.

De acordo com os movimentos que participam da organização do evento, antes de abrir o debate é importante saber o que significa o termo. Segundo a legislação, os agrotóxicos são as substâncias químicas (fungicidas, herbicidas, inseticidas, pesticidas) utilizadas para controle de organismos indesejados, causadores de perdas econômicas. A exposição a esses venenos são maiores do que se imagina e acontecem de forma silenciosa, além da agressão direta a saúde do meio ambiente.

A doutora em saúde coletiva e professora de nutrição da UGFD (Universidade Federal da Grande Dourados), Verônica Gronau Luz, afirma que o problema tem aumentado com o favorecimento do Governo Federal, liberando agrotóxicos que eram proibidos no Brasil, que já é líder mundial em consumo. Ela explica que o brasileiro consome 7,2 litros de agrotóxico por ano, enquanto sul-mato-grossense mais de 40 litros, quase seis vezes a mais do que a média nacional per capita.

Ela explica que isso tudo está indo para a alimentação, de maneira desenfreada. "Comendo, bebendo algo contaminado, aumenta muito a prevalência de doenças como o câncer, parkinson, depressão, suicídio, obesidade, diabetes, confirmada por estudos nacionais e internacionais. Estamos muito preocupados com esse pacote tecnológico que estão vendendo para o agricultor atualmente", disse ela.

Ishy afirma que são necessárias alternativas e que o dano ambiental deve ser levado em conta, como o relacionado à mortandade das abelhas, insetos essenciais ao equilíbrio do ecossistema. De 500 milhões de abelhas encontradas mortas por apicultores, 45 milhões foram no Estado. Verônica explica que é preciso políticas de fortalecimento para que se tenham espaços protegidos dos agrotóxicos, já que muita monocultura está ao lado daqueles que usam e acabam contaminando, seja pela água ou pelo ar.

A palestrante será a Fernanda Savicki de Almeida, doutora em Ciências, pesquisadora da Fiocruz Mato Grosso do Sul e integrante da Comissão de Estudo dos Impactos dos Agrotóxicos no MS. Ela é ainda membro do Núcleo de Agroecologia da Extensão, Ensino, Pesquisa e Saberes Tradicionais de MS e da Coordenação Coletiva do Grupo de Trabalho de Saúde da Associação Brasileira de Agroecologia (ABA - Agroecologia).

 

Fonte: CMD

Deixe seu Comentário

Leia Também

Veja o que o Senado aprovou de mais importante nesta semana
Política

Veja o que o Senado aprovou de mais importante nesta semana

25/05/2019 12:40
Veja o que o Senado aprovou de mais importante nesta semana
Conheça a reforma administrativa aprovada na Câmara dos Deputados
Política

Conheça a reforma administrativa aprovada na Câmara dos Deputados

25/05/2019 10:43
Conheça a reforma administrativa aprovada na Câmara dos Deputados
Senadora Soraya Thronicke pede a inclusão de Corumbá no programa Luz para Todos
Política

Senadora Soraya Thronicke pede a inclusão de Corumbá no programa Luz para Todos

24/05/2019 10:57
Senadora Soraya Thronicke pede a inclusão de Corumbá no programa Luz para Todos
Aprovado projeto de lei de Renato Câmara que  garante cadastro provisório aos assentados de MS
Política

Aprovado projeto de lei de Renato Câmara que garante cadastro provisório aos assentados de MS

24/05/2019 09:56
Aprovado projeto de lei de Renato Câmara que  garante cadastro provisório aos assentados de MS
Fiat vai investir R$ 16 bi no Brasil até 2024
Economia

Fiat vai investir R$ 16 bi no Brasil até 2024

24/05/2019 09:53
Fiat vai investir R$ 16 bi no Brasil até 2024
Últimas Notícias