Dourados – MS quinta, 13 de agosto de 2020
Dourados
26º max
16º min
Segurança e Saúde JBS
Política

Câmara elege Mesa Diretora sábado

09 Fev 2011 - 22h30
Dirceu Longhi, Gino Ferreira e Idenor Machado concorrem à presidência - Crédito: Foto : Hedio Fazan/PROGRESSODirceu Longhi, Gino Ferreira e Idenor Machado concorrem à presidência - Crédito: Foto : Hedio Fazan/PROGRESSO
DOURADOS – A Câmara de Vereadores de Dourados elege a nova Mesa Diretora nno próximo sábado, a partir das 19h. Disputam a presidência os vereadores Idenor Machado (DEM), Gino Ferreira (DEM) e Dirceu Longhi (PT), que são os únicos titulares habilitados. Délia Razuk (PMDB) está impedida, por decisão judicial, de continuar na presidência da Câmara ou disputar o cargo. Por causa disso, a Câmara está autorizada a renovar a Mesa através das eleições.

De acordo com o vice-presidente da Casa, Dirceu Longhi, a data escolhida segue o Regimento Interno que determina que os vereadores sejam convocados para a extraordinária com até 72 horas de antecedência. A decisão de eleger nova Mesa ocorreu na tarde de ontem, depois de reuniões entre os vereadores.

Uma das questões que deverão ser discutidas no dia é o fato de que a Mesa precisa de quatro titulares. A Câmara conta com apenas três, já que os demais são suplentes de vereadores afastados pela Justiça. De acordo com Dirceu Longhi, a expectativa é a de que a prefeita interina Délia Razuk (PMDB) possa compor a Mesa em um cargo que não seja a presidência devido ao entendimento do Judiciário.

#####ENTENDA O CASO

A eleição para renovar os membros da Mesa da Câmara seria em dezembro do ano passado, mas foi cancelada mediante alegação da então presidente Délia Razuk de que o processo do qual participou se tratava de uma “antecipação” daquela eleição, e não da prorrogação do mandato de Sidlei Alves.

Mas, segundo a Justiça, em caso de vacância de qualquer caso da Mesa Diretora, “será procedida a eleição para o preenchimento da vaga, em cinco dias para completar o período”. Desta forma, a eleição de Delia em setembro de 2010 foi para cumprir a gestão de Sidlei.



Além disto, conforme a justiça, a Lei Orgânica do município veta a reeleição para a Câmara em situações similares, o que impede Delia de pleitear novamente o cargo.

Délia foi eleita presidente da Mesa após renúncia do então presidente do Legislativo douradense, Sidlei Alves, que foi preso na Operação Uragano juntamente com o então prefeito Ari Artuzi. Délia assumiu o mandato tampão na prefeitura de Dourados e a presidência ficou a cargo do vice, Dirceu Longhi.

Com a eleição do novo prefeito de Dourados, Murilo Zauith, Délia volta ao Legislativo, onde não poderá permanecer na presidência. A decisão ocorreu no dia 28 de janeiro.

#####POSSE

Dirceu Longhi diz que o Legislativo ainda aguarda a aprovação das contas da Câmpanha de Zauith, para só depois marcar a data da diplomação e posse que devem ocorrer no mesmo dia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

STF aprova proposta orçamentária para 2021 de R$ 712 milhões
POLÍTICA

STF aprova proposta orçamentária para 2021 de R$ 712 milhões

13/08/2020 10:32
STF aprova proposta orçamentária para 2021 de R$ 712 milhões
Bolsonaro passa por avaliação médica em São Paulo
Brasil

Bolsonaro passa por avaliação médica em São Paulo

12/08/2020 16:04
Bolsonaro passa por avaliação médica em São Paulo
Informe C

Prefeitura achou na pandemia, o bode expiatório

12/08/2020 07:02
Câmara não teve acesso às informações de operação na Saúde
Operação na Saúde

Câmara não teve acesso às informações de operação na Saúde

11/08/2020 18:39
Câmara não teve acesso às informações de operação na Saúde
Dourados

ALEMS analisa projeto que prevê adicional a profissionais do Sistema Penitenciário

11/08/2020 15:33
Últimas Notícias