Dourados – MS sábado, 18 de maio de 2024
20º
Política

Bolsonaro vem a MS dia 20 para apoiar candidatura de Riedel

A vinda enterra de vez a expectativa que Capitão Contar tinha de conseguir apoio do presidente na pré-candidatura ao governo

10 Jun 2022 - 13h30
Eduardo Riedel, Tereza Cristina e Bolsonaro já possuem acordo político de longa data - Crédito: ArquivoEduardo Riedel, Tereza Cristina e Bolsonaro já possuem acordo político de longa data - Crédito: Arquivo

O presidente Jair Bolsonaro (PL) vem a Campo Grande no dia 20 de junho para lançar apoio oficial a pré-candidatura de Eduardo Riedel (PSDB) ao Governo do Estado e a de Tereza Cristina (PP), pré-candidata ao Senado. A vinda “enterra” de vez a chance que Capitão Contar tinha de receber apoio do presidente ao Governo.

Considerado bolsonarista raiz nos discursos na Assembleia Legislativa, onde é deputado estadual de primeiro mandato, Capitão Contar chegou a dizer que reeleger o presidente Bolsonaro “é a missão número um” e que “não tem porquê, Bolsonaro fazer algo que respingue em sua eleição, correndo o risco de se aliar com quem não condiz com suas bandeiras”.

Contudo, a costura política entre Bolsonaro, Tereza e Riedel é antiga e agora será apenas confirmada de forma oficial. A vinda do presidente a Campo Grande terá ainda a missão de pôr fim ao racha entre a direita em Mato Grosso do Sul, de apoio ao Governo do Estado. Embora Contar seja bolsonarista, a pré-candidatura dele não tem apoio oficial do presidente da República.  

Eduardo Riedel já esteve três vezes este ano com Bolsonaro em agendas oficiais, sendo duas em Brasília e uma em Ponta Porã, no assentamento Itamaraty. Entre eles está a figura da ex-ministra Tereza Cristina, incumbida de ser a responsável pela campanha de reeleição do presidente no Estado. 

A vinda de Bolsonaro a Mato Grosso do Sul pode ajudar a impulsionar a candidatura de Riedel, que parou em 4º lugar e não tem subido desde fevereiro, segundo pesquisa divulgada no domingo pelo Instituto Ranking Brasil. Contudo, o efeito da união do presidente com o candidato do PSDB é um mistério. A expectativa é de que Riedel suba nas pesquisas e dispute a ponta com Marquinhos Trad (PSD) e André Puccinelli (MDB).

Na semana passada, em Campo Grande, bolsonaristas do Estado protagonizaram um bate-boca com a tropa de choque do presidente, durante agenda da Frente Parlamentar da Lealdade, realizada na Câmara de Vereadores. O grupo já suspeitava que o pré-candidato da direita conservadora Capitão Renan Contar (PRTB) não seria o escolhido por Bolsonaro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia Civil prende homem por descumprimento medida protetiva de urgência
Ivinhema

Polícia Civil prende homem por descumprimento medida protetiva de urgência

há 4 minutos atrás
Polícia Civil prende homem por descumprimento medida protetiva de urgência
Comissão vota criminalização de apologia a tortura e instauração de ditadura
Senado

Comissão vota criminalização de apologia a tortura e instauração de ditadura

18/05/2024 06:45
Comissão vota criminalização de apologia a tortura e instauração de ditadura
Ordem do Dia: Aprovado projeto que autoriza renegociação de dívidas com Agehab
ALEMS

Ordem do Dia: Aprovado projeto que autoriza renegociação de dívidas com Agehab

16/05/2024 18:30
Ordem do Dia: Aprovado projeto que autoriza renegociação de dívidas com Agehab
MP recomenda limites para prefeito contratar artistas para shows
Política

MP recomenda limites para prefeito contratar artistas para shows

16/05/2024 16:30
MP recomenda limites para prefeito contratar artistas para shows
TSE aprova súmula de fraude à cota de gênero em eleições proporcionais
Política

TSE aprova súmula de fraude à cota de gênero em eleições proporcionais

16/05/2024 12:30
TSE aprova súmula de fraude à cota de gênero em eleições proporcionais
Últimas Notícias