Dourados – MS sexta, 07 de agosto de 2020
Dourados
31º max
15º min
Segurança e Saúde JBS
Governo

Assomasul aguarda R$ 11,7 milhões restantes do complemento de 1% no repasse do FPM

18 Jul 2016 - 17h11
Assomasul aguarda R$ 11,7 milhões restantes do complemento de 1% no repasse do FPM -
O presidente em exercício da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), Antônio Ângelo (DEM), o Toninho da Cofapi, aguarda com expectativa o repasse de R$ 11,7 milhões restantes como parte do adicional de 1% do FPM (Fundo de Participação dos Municípios).

Na semana passada, em vez de creditar o repasse em sua totalidade, como prometera o presidente interino Michel Temer (PMDB-SP), o governo federal cumpriu apenas 0,75%, deixando pendentes 0,25% dos valores.

Em nível nacional, os 0,75% representam R$ 2,705 bilhões para distribuição entre os municípios brasileiros, enquanto para divisão entre as prefeituras de Mato Grosso do Sul foram depositados R$ 40.172.917,65.

Segundo o dirigente, apesar de não resolver o problema financeiro das prefeituras, o dinheiro ameniza a situação de boa parte dos municípios no momento em que os prefeitos se organizam para fechar as contas no fim do mandato.

Apesar da pressão e de ter anunciado em seu site oficial que o governo federal liberaria a verba adicional de 1% do fundo constitucional, o não cumprimento do acordo pelo Palácio do Planalto acabou frustrando a expectativa da CNM (Confederação Nacional de Municípios) e de prefeitos dos 5.570 municípios brasileiros que já contavam com os recursos para sanear as finanças no fim do mandato.

Essa questão foi tratada durante a reunião na semana passada no Palácio do Planalto entre os dirigentes de associação de municípios, entre os quais, o presidente interino Toninho da Cofapi, e o presidente Michel Temer.

Apesar do alarde, a CNM admite que não conseguiu convencer o Planalto da necessidade de liberação dos recursos extras, uma vez que o valor anunciado de liberação de R$ 2,7 bilhões aos municípios se refere à Emenda Constitucional aprovada pelo Congresso Nacional que concedeu mais 1% no FPM.

"O valor seria repassado em duas parcelas: 2015 e 2016. Ambas, porém, foram pagas com valor inferior ao determinado pela Emenda", queixa-se a entidade, observando que os dirigentes municipalistas esperavam ouvir de Temer compromissos com a pauta apresentada, o que não ocorreu.

No portal da CNM, os dirigentes da entidade lamentaram o não cumprimento do acordo.

"A frustração dominou o sentimento da maioria dos dirigentes da Confederação Nacional de Municípios e dos dirigentes das 15 entidades estaduais que atenderam ao convite do presidente interino Michel Temer, e compareceram ao Palácio do Planalto para uma audiência na manhã de quarta-feira".

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil tem 147,9 milhões de eleitores aptos a votar em novembro
Eleições

Brasil tem 147,9 milhões de eleitores aptos a votar em novembro

05/08/2020 16:30
Brasil tem 147,9 milhões de eleitores aptos a votar em novembro
Olavo Sul vai acionar MP por conta de reforma no posto da saúde Vila São Pedro
Vila São Pedro

Olavo Sul vai acionar MP por conta de reforma no posto da saúde Vila São Pedro

05/08/2020 16:01
Olavo Sul vai acionar MP por conta de reforma no posto da saúde Vila São Pedro
Projeto para duplicação da Coronel Ponciano está pronto
Infraestrutura

Projeto para duplicação da Coronel Ponciano está pronto

05/08/2020 12:33
Projeto para duplicação da Coronel Ponciano está pronto
Ministro exonera diretor de secretaria de operações integrada
Brasil

Ministro exonera diretor de secretaria de operações integrada

04/08/2020 16:34
Ministro exonera diretor de secretaria de operações integrada
Durante sessão ordinária, Câmara de Dourados recebe deputado federal Vander Loubet para prestação de contas
Política

Durante sessão ordinária, Câmara de Dourados recebe deputado federal Vander Loubet para prestação de contas

04/08/2020 16:02
Durante sessão ordinária, Câmara de Dourados recebe deputado federal Vander Loubet para prestação de contas
Últimas Notícias