Dourados – MS terça, 14 de julho de 2020
Dourados
25º max
17º min
Respeito à Vida/ALMS (Ramal)
Política

André acena com possibilidade de apoiar nome de Arroyo ao TCE

13 Mai 2011 - 22h58
Foto: div. - Foto: div. -
CAMPO GRANDE - O governador André Puccinelli (PMDB) deu sinais na manhã de ontem que encerrou sua luta para emplacar a senadora Marisa Serrano (PSDB) no TCE (Tribunal de Contas do Estado), cuja vaga foi aberta com a morte da conselheira Celina Jallad.

Em vez de se debruçar nesse projeto, agora ele vai trabalhar para levar de volta à Assembleia Legislativa o ex-deputado Youssif Domingos (PMDB), que ocupa um cargo de assessor especial no seu governo.

O ex-parlamentar, que já foi presidente da Câmara da Capital e possui um grande trânsito junto a Puccinelli, não se reelegeu em 2010 e recentemente perdeu queda de braço com o deputado tucano Professor Rinaldo, na disputa para ocupar, como suplente, a vaga do deputado licenciado e secretário estadual de Habitação Carlos Marun (PMDB) na Assembleia.

A derrota de Youssif para Rinaldo veio em função de decisão recente do STF (Supremo Tribunal Federal) sobre quem teria direito a ocupar a vaga de Marun: ou o próprio Youssif em função deste pertencer ao mesmo partido do atual secretário, ou Rinaldo, pela coligação que elegeu Marun, composta, por ironia, entre outros, pelas legendas desses parlamentares.

Decepcionado, então, com a decisão do STF que acabou com as esperanças de Youssif de voltar à Assembleia, Puccinelli então começou negociações de bastidores, com deputados de sua base de sustentação, para reintegrar o ex-presidente da Câmara de Vereadores ao Legislativo estadual.

O primeiro empecilho para a consolidação desse propósito residia no fato do governador estar, inicialmente, propenso a indicar Marisa Serrano para o TCE, na vaga deixada pela ex-conselheira Celina Jallad, falecida recentemente.

Com a senadora indo para o Tribunal, o governador teria reduzidas as chances de emplacar Youssif na Assembleia. A saída então seria Puccinelli mudar o discurso nesse sentido e passar a apostar na candidatura do deputado estadual Antônio Carlos Arroyo (PR) para a vaga de Celina. Indo para o TCE, Arroyo então abriria caminho para Youssif voltar à Assembleia.

O projeto, que até então parecia impossível, começou a ganhar ares de realidade na manhã desta sexta-feira (13). Num evento no Parque das Nações Indígenas, na Capital, Puccinelli deu o sinal: disse que vai se empenhar para que o deputado peemedebista regresse à Assembleia, o que permitiria também que o seu partido ampliasse de cinco para seis o número de representantes naquela Casa.

No discurso desta manhã, o governador foi direto. Falou que chegou a hora de \"se meter na disputa\" para o TCE, para que o seu correligionário “assuma uma cadeira na Assembleia”. “Por enquanto ainda não me meti, mas vou me meter, é lógico. Porque o ônus ou o bônus da indicação vai ser meu. Já me dão esse ônus ou bônus”, lembrou Puccinelli.

#####Decisão do STF

Ele falou que não teria ainda se envolvido diretamente na disputa pela vaga no TCE porque estava aguardando a decisão do STF sobre a quem caberia a suplência de Marun. Resolvido o impasse, Puccinelli ressaltou que chegou, afinal, o momento dele influenciar na disputa da vaga deixada por Celina.
Pelo regimento da Assembleia, herdará a vaga no TCE quem, entre Marisa e Arroyo, contabilizar 13 votos (a metade mais um do total de deputados) na eleição que aquela Casa fará para decidir a questão.

No entanto, poucos parlamentares acreditam que a Casa seguirá à risca o regimento. A unanimidade no Legislativo é de que o imbróglio será resolvido, mesmo, após Puccinelli dar a palavra final sobre o assunto. O candidato que ele indicar certamente emplacará no TCE. E nas últimas horas o nome mais cotado para a vaga foi o de Arroyo. A decisão, no entanto, ainda não tem data para acontecer.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Délia dá 'tiro certeiro' em troca de comando da Saúde de Dourados
POLÍTICA

Délia dá 'tiro certeiro' em troca de comando da Saúde de Dourados

14/07/2020 15:03
Délia dá 'tiro certeiro' em troca de comando da Saúde de Dourados
Cido Medeiros quer suspensão de pagamento e corte de água por mais 90 dias
Pandemia

Cido Medeiros quer suspensão de pagamento e corte de água por mais 90 dias

13/07/2020 14:56
Cido Medeiros quer suspensão de pagamento e corte de água por mais 90 dias
Servidor público Weslei Queiroz é efetivado na Cultura
Dourados

Servidor público Weslei Queiroz é efetivado na Cultura

13/07/2020 12:33
Servidor público Weslei Queiroz é efetivado na Cultura
POLÍCIA

Queiroz deixa a prisão usando tornozeleira eletrônica

11/07/2020 11:35
Bolsonaro anuncia Milton Ribeiro como novo ministro da Educação
POLÍTICA

Bolsonaro anuncia Milton Ribeiro como novo ministro da Educação

11/07/2020 08:02
Bolsonaro anuncia Milton Ribeiro como novo ministro da Educação
Últimas Notícias