Dourados – MS sexta, 22 de janeiro de 2021
Dourados
31º max
21º min
Influx
Política

Alan não terá dificuldade para formar base aliada na Câmara

Prefeito eleito conhece todos os vereadores e deve buscar um bom entendimento para conduzir a prefeitura

23 Nov 2020 - 08h01Por Flávio Verão
Alan não terá dificuldade para formar base aliada na Câmara - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

O prefeito eleito Alan Guedes (PP) não deverá ter dificuldade para compor base aliada na Câmara Municipal. Vereador e atual presidente do Legislativo, ele buscou voo mais alto, sendo o 24º prefeito eleito da história de Dourados. Os atuais colegas da mesa diretora de Alan conseguiram reeleição para vereador: Elias Ishy (PT), Daniela Hall (PSD) e Sérgio Nogueira (PSDB).

Embora as eleições foram marcadas por renovação na Câmara, grande dos eleitos estão ligados de forma direta ou indiretamente à política. Três deles já ocuparam cadeiras na Câmara: o empresário Laudir Munaretto (MDB), o radialista Marcelo Mourão (Podemos) e o administrador Jucemar Arnal (Solidariedade). 

O mais votado na Câmara foi o vereador Jânio Miguel (PTB), com 1.894 votos. Ele faz parte da tropa de choque da prefeita Délia Razuk e pela postura diplomática que desempenha pode compor base com Alan. Outro reeleito da base da atual prefeita é o professor universitário Maurício Lemes (PSB), que teve 1.728 votos.

Ligados ao vice-governador Murilo Zauith, o arquiteto Rogério Yuri (PSDB) e o publicitário Creusimar Barbosa (DEM) também atuam na política há um bom tempo. Yuri foi diretor do Imam (Instituto municipal do Meio Ambiente de Dourados) quando Murilo foi prefeito e nas eleições de 2014, concorreu como candidato a vice-prefeito na chapa encabeçada pelo candidato a prefeito Geraldo Resende. Já Creusimar trabalha com Murilo há duas décadas. O prefeito eleito Alan também é amigo pessoal do vice-governador. 

Entre os eleitos pela primeira vez, mas que já ocuparam funções na prefeitura, estão Juscelino Cabral (DEM) e Marcão da Sepriva (Solidariedade). Juscelino é servidor de carreira do Detran, ficou de suplente de vereador em 2016 e chegou a ocupar a direção da Agetran (Agência Municipal de Trânsito) no governo de Délia Razuk. Já Marcão é empresário no ramo de segurança privada e já foi secretário de Agricultura Familiar, também na gestão da prefeita. 

Quem também ocupou vaga no primeiro escalão de Délia foi o arquiteto Fábio Luis (Republicanos). Ele comandou o Imam (Instituto do Meio Ambiente) nos dois primeiros anos da gestão da prefeita e na eleição passada para vereador ficou como suplente. Aliada a atual prefeita desde quando Délia era vereadora, Liandra Ana Brambilla (PTB) foi eleita com a terceira maior votação: 1.806 votos. 

Entre os novatos na política está o policial Civil Márcio Pudim (DEM). Esta foi a primeira vez que ele disputou uma vaga na Câmara, contudo atua há muitos anos nos bastidores político. Ele é morador do distrito de Vila Vargas. Outro novato é o cirurgião geral Diogo Castilho (DEM). Também foi a primeira disputa do médico a cargo político. Formado pela UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados), ele entrou para a política após conhecer o deputado estadual Barbosinha, derrotado nas urnas para Alan Guedes. 

O terceiro novato em cargo político é Daniel Junior (Patriota). Empresário do ramo de energia solar e de cartucho e informática, ele foi criado no Parque das Nações, mas já disputou eleições para vereador em 2004 e 2016. 

Colegas

Embora Daniela Hall, Elias Ishy e Sérgio Nogueira sejam colegas de Alan na mesa diretora da Câmara, todos eles, na atual gestão, têm postura de independentes, ou seja, são opositores a Délia Razuk. Caberá a Alan ter jogo de cintura para mantê-los na base, principalmente Daniela e Ishy, parlamentares que mais mostram oposição e que mais fazem cobranças à atual administração.

Outro colega de Alan na Câmara e que conquistou reeleição é Olavo Sul (MDB). Ele vai para o segundo mandato e na atual gestão chegou a ser vereador de base de Délia por pouco tempo, tornando-se oposição. Olavo é da Vila São Pedro e tem sido um dos parlamentares mais críticos da prefeitura. 

Já a vereadora Lia Nogueira (PP), que chegou a ocupar vaga na Câmara como suplente, retorna para o Legislativo como a segunda mais votada: 1.880 votos. Ela é a única eleita da coligação de Alan e, em tese, pode ser considerada parlamentar da base do prefeito eleito. Contudo, a jornalista tem postura ferrenha de cobranças e no pouco período que esteve na Câmara no ano passado esteve na oposição de Délia Razuk. Detalhe é que Lia era do mesmo partido da prefeita.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Projeto prioriza pessoas com deficiência, professores e policiais na vacinação contra Covid-19
Saúde

Projeto prioriza pessoas com deficiência, professores e policiais na vacinação contra Covid-19

21/01/2021 15:07
Projeto prioriza pessoas com deficiência, professores e policiais na vacinação contra Covid-19
Nelsinho Trad diz que Brasil deve fazer gesto inicial para se aproximar de Joe Biden
política

Nelsinho Trad diz que Brasil deve fazer gesto inicial para se aproximar de Joe Biden

21/01/2021 14:32
Nelsinho Trad diz que Brasil deve fazer gesto inicial para se aproximar de Joe Biden
Ex-prefeito de Dourados, Humberto Teixeira morre de Covid
luto

Ex-prefeito de Dourados, Humberto Teixeira morre de Covid

21/01/2021 07:58
Ex-prefeito de Dourados, Humberto Teixeira morre de Covid
Quatro senadores disputam a Presidência do Senado em fevereiro
política

Quatro senadores disputam a Presidência do Senado em fevereiro

20/01/2021 15:49
Quatro senadores disputam a Presidência do Senado em fevereiro
Eleição da nova Mesa Diretora da Câmara será presencial e no dia 1º de fevereiro
Política

Eleição da nova Mesa Diretora da Câmara será presencial e no dia 1º de fevereiro

19/01/2021 11:33
Eleição da nova Mesa Diretora da Câmara será presencial e no dia 1º de fevereiro
Últimas Notícias