Dourados – MS quarta, 15 de julho de 2020
Dourados
28º max
14º min
Respeito à Vida/ALMS (Ramal)
Política

AL discutirá o caos na saúde em MS

18 Mar 2011 - 22h39
Deputada propõe discussão da questão da saúde pública - Crédito: Foto : Giuliano LopesDeputada propõe discussão da questão da saúde pública - Crédito: Foto : Giuliano Lopes
Willams Araújo

Campo Grande – A Assembleia Legislativa planeja promover um mega-encontro com a participação de autoridades e especialistas para discutir o caos no setor de saúde pública em Mato Grosso do Sul.
A sugestão foi feita pela deputada estadual Mara Caseiro (PTdoB) em discurso na tribuna da Casa na sessão de quinta-feira.

“A saúde pública não é um problema só do nosso Estado, é do Brasil”, destacou a parlamentar, reforçando a necessidade da realização de uma audiência pública para buscar soluções ao problema da saúde do Estado.
Mara falou sobre a importância de reunir na audiência os órgãos federais, estaduais e municipais envolvidos com saúde para debater o tema.

“Eu defendi e vou continuar defendendo a regionalização da saúde em nosso Estado”, colocou a deputada, que em entrevista ao jornal O PROGRESSO, após seu pronunciamento, fez questão de eximir os prefeitos do caos no setor, embora a saúde seja de responsabilidade constitucional dos municípios.

Ela disse que o momento não é de colocar culpa em ninguém, mas sim de buscar soluções para os problemas e para as deficiências que afetam o setor.

Na visão da deputada, a aprovação da emenda constitucional 29, que tramita no Congresso Nacional, seria apenas o começo para a solução dos problemas enfrentados, principalmente, pelos municípios de pequeno porte, que sobrevivem de repasses constitucionais.

Já aprovada pelo Senado, a emenda 29 fixa percentuais de investimento na área de saúde por parte dos governos federal e estadual e das prefeituras.
Pela proposta, a União seria obrigada a aplicar 10%, enquanto estados e municípios 12% e 15% de suas receitas correntes líquidas. No entanto, projeto em tramitação da Câmara terá de ser regulamentado.


A maior reclamação dos prefeitos é que há municípios investindo mais de 15% no setor.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Délia dá 'tiro certeiro' em troca de comando da Saúde de Dourados
POLÍTICA

Délia dá 'tiro certeiro' em troca de comando da Saúde de Dourados

14/07/2020 15:03
Délia dá 'tiro certeiro' em troca de comando da Saúde de Dourados
Cido Medeiros quer suspensão de pagamento e corte de água por mais 90 dias
Pandemia

Cido Medeiros quer suspensão de pagamento e corte de água por mais 90 dias

13/07/2020 14:56
Cido Medeiros quer suspensão de pagamento e corte de água por mais 90 dias
Servidor público Weslei Queiroz é efetivado na Cultura
Dourados

Servidor público Weslei Queiroz é efetivado na Cultura

13/07/2020 12:33
Servidor público Weslei Queiroz é efetivado na Cultura
POLÍCIA

Queiroz deixa a prisão usando tornozeleira eletrônica

11/07/2020 11:35
Bolsonaro anuncia Milton Ribeiro como novo ministro da Educação
POLÍTICA

Bolsonaro anuncia Milton Ribeiro como novo ministro da Educação

11/07/2020 08:02
Bolsonaro anuncia Milton Ribeiro como novo ministro da Educação
Últimas Notícias