Dourados – MS sexta, 25 de junho de 2021
Dourados
28º max
17º min
Prisão Preventiva

Suspeitos de balear mulher estão presos preventivamente

02 Abr 2016 - 06h00
Suspeitos do crime chegaram algemados à delegacia e acompanhados de advogado; eles estão presos. - Crédito: Foto: Sidnei Lemos/94 FMSuspeitos do crime chegaram algemados à delegacia e acompanhados de advogado; eles estão presos. - Crédito: Foto: Sidnei Lemos/94 FM
Os jovens Daniel Roth da Silva e Jonas Humberto Teixeira Silva, ambos de 19 anos, se apresentaram à polícia na tarde de ontem em Dourados. Segundo o delegado Mateus Zampieri, do Serviço de Investigações Gerais (SIG), a prisão preventiva foi decretada e os jovens ficam à disposição da Justiça. Em coletiva na segunda-feira o delegado deve apresentar a dupla e falar sobre o caso.


Eles são apontados como responsáveis pelo latrocínio na forma tentada ao balear uma comerciante na quinta-feira passada, por volta de 7h. A vítima, de 44 anos, está internada.


Ontem, os suspeitos do crime foram à delegacia acompanhados de advogado. Desde a tarde de quarta-feira, policiais do SIG faziam vigilância constante em residências onde eles poderiam estar escondidos, tanto em Dourados quanto em Itaporã, onde moram atualmente.


Na quinta-feira, a polícia divulgou as fotos dos acusados e pediu apoio da população para localizá-los. Ao se apresentarem, eles alegaram estar com medo, justamente pelo cerco policial montado para localizá-los.


Já havia mandado de prisão contra eles, já que a polícia encontrou indícios de que Daniel e Jonas teriam sido, conforme as investigações, os autores do roubo seguido de tentativa de homicídio contra a comerciante. O delegado do SIG, Mateus Zampieri disse que o flagrante pode ser considerado pelo cerco policial existente desde o dia do crime.


Segundo informações da polícia, os dois moravam em Dourados, mas atualmente estavam em Itaporã. Durante o trabalho de investigação, os policiais apreenderam um revólver calibre 38, um Magnum 357, uma moto e os capacetes usados no crime.


A dupla foi ouvida pelo delegado do 1ª DP. A comerciante continua internada na UTI do Hospital da Vida e, segundo informação do Campo Grande News, reage bem ao tratamento.


Maria Sato, o marido e proprietário da empresa Tec Frezzer, Toyoshi Sato, 49, dois funcionários e o filho do casal, de 19 anos, estavam na empresa no momento do crime.


De acordo com o boletim de ocorrência, Maria tentou tomar a arma de um dos criminosos e foi atingida por dois tiros disparados a curta distância. Ao ver a mulher ferida, Toyoshi Sato entrou em luta corporal com o assaltante, mas a pedido do filho soltou o bandido e os dois criminosos fugiram levando apenas telefones celulares.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Fogo queima parte de área de preservação ambiental e mobiliza GM e Bombeiros
Polícia

Fogo queima parte de área de preservação ambiental e mobiliza GM e Bombeiros

24/06/2021 10:30
Fogo queima parte de área de preservação ambiental e mobiliza GM e Bombeiros
Defron apreende grande carga de droga em carreta e motorista vai preso
Polícia

Defron apreende grande carga de droga em carreta e motorista vai preso

24/06/2021 09:30
Defron apreende grande carga de droga em carreta e motorista vai preso
Polícia

Homem é preso acusado de abusar de duas adolescentes em Taquarussu

24/06/2021 08:30
Mãe matou e foi passear com bebê já sem vida na casa de amigas em Campo Grande
Capital

Mãe matou e foi passear com bebê já sem vida na casa de amigas em Campo Grande

23/06/2021 10:30
Mãe matou e foi passear com bebê já sem vida na casa de amigas em Campo Grande
Polícia prende homem acusado de ameaçar e "stalkear" ex-namorada em Jardim
Polícia

Polícia prende homem acusado de ameaçar e "stalkear" ex-namorada em Jardim

23/06/2021 10:00
Polícia prende homem acusado de ameaçar e "stalkear" ex-namorada em Jardim
Últimas Notícias