Dourados – MS quinta, 02 de julho de 2020
Dourados
19º max
min
Policia

SIG investiga e prende grupo que furtava residências

17 Fev 2016 - 07h00
Nas casas dos envolvidos foram apreendidos diversos produtos furtados, dinheiro e um revólver 380. - Crédito: Foto: Divulgação/SIGNas casas dos envolvidos foram apreendidos diversos produtos furtados, dinheiro e um revólver 380. - Crédito: Foto: Divulgação/SIG
A Polícia Civil em Dourados tem trabalhado para esclarecer casos de furtos e roubos na maior cidade do interior e, ontem, logrou êxito em prender um grupo de cinco pessoas acusado de associação criminosa, furto e receptação. O caso mais relevante que levou a prisão de um dos integrantes rendeu prejuízo de R$ 25 mil às vítimas, em um furto de joias ocorrido no fim de semana passado. Outros furtos também foram elucidados.


Segundo o delegado Mateus Zampieri, titular do Serviço de Investigações Gerais (SIG), departamento responsável pela ação, os criminosos tinham como motivação o ‘dinheiro fácil’, e agiam em residências da cidade. A princípio, segundo o delegado, não há indício de ligação dos crimes para sustentação do tráfico de drogas ou a mando de detentos.


Foram presos Rodrigo de S. S., 32 anos, o ‘Guinho’, morador no Jardim Ouro Verde, Carlos A. da S., 29 anos, o ‘Lele’, Elvis S. S., 24 anos, o ‘Elvis Cabelito’, ambos moradores na Vila Cachoeirinha, Bruno P. da S., 28 anos, morador no Campo Dourado, e Ramão V. da S., 43 anos, morador no Jardim Flórida.


“A ação do SIG resultou em um ladrão, dois intermediadores dos objetos, um receptador de celulares e um receptador de jóias presos. Aproximadamente R$ 30 mil em objetos forma recuperados, R$ 14 mil em espécie e uma pistola 380”, informou Zampieri. Segundo o delegado, os presos estão no 1° Distrito Policial à disposição da Justiça.


Todos foram autuados por associação criminosa e ainda Rodrigo autuado por furto. Carlos, Elvis, Ramão e Bruno por receptação. A polícia ainda investiga o caso, já que não descarta o envolvimento de mais receptadores.

Ação


A prisão de Rodrigo foi a primeira no decorrer da investigação. Ele é o acusado de ser autor do furto no bairro Santa Fé. Segundo o SIG, outras cinco casas e também o interior de um veículo também teriam sido furtados por ele.


Com Rodrigo preso, a Polícia Civil teve acesso a mensagens de uma rede social e também ligações encontradas no aparelho de telefone dele. Os policiais chegaram até o Carlos, com quem negociava as joias furtadas.


No decorrer da investigação, foi descoberto que Carlos negociava com Bruno, que trabalha com compra e venda de joias. Rodrigo também negociava com Elvis que vendia parte dos objetos furtados para o patrão Ramão, dono de um açougue.


Na casa de Rodrigo, foi apreendida parte dos objetos furtados, principalmente joias, peças de roupas, relógios, capacete, entre outros. Uma moto também foi apreendida e a polícia irá verificar se também é produto de furto.


Na casa de Carlos, foram apreendidas peças de joias. Já com Bruno, algumas peças de joias e também uma pistola de calibre 380. Com Ramão, foi apreendido um aparelho de telefone celular também com registro de furto.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dourados

Coronel Almeida apresenta balanço do primeiro mês de gestão no comando da PM

01/07/2020 15:25
Homem é encontrado morto na Vila Rosa
Dourados

Homem é encontrado morto na Vila Rosa

01/07/2020 12:08
Homem é encontrado morto na Vila Rosa
Polícia apreende mais de 200 kg de maconha na fronteira
TRÁFICO

Polícia apreende mais de 200 kg de maconha na fronteira

01/07/2020 07:35
Polícia apreende mais de 200 kg de maconha na fronteira
GM já atendeu 2.696 denúncias referentes a pandemia do coronavírus
Denúncias

GM já atendeu 2.696 denúncias referentes a pandemia do coronavírus

30/06/2020 15:25
GM já atendeu 2.696 denúncias referentes a pandemia do coronavírus
Moradores de Dourados são presos com droga próximo a fronteira
Cidades

Moradores de Dourados são presos com droga próximo a fronteira

30/06/2020 12:00
Moradores de Dourados são presos com droga próximo a fronteira
Últimas Notícias